Cobertura da Parada Gay de Vitória [2013]


1488038_479498668836905_1953597293_n

Olha aqui! Eu quero dizer pra vocês que todas deveriam me amar MUITO depois do esforço que eu tive que fazer pra ir na Parada Gay com o calor diabólico que estava fazendo!

Nem acreditei que tive forças de sair, porque no dia anterior fui pra Nova Almeida (de novo, não me conformei com a péssima experiência da última vez).

Lá bebi tanto que, além de ter sido abordada por um cigano que em vez de tentar ler as pregas da minha mão me falou sobre uma nova técnica cigana de leitura de pregas do edi, acabei de madrugada numa cama de solteiro com um boy que nem faço ideia do nome, apenas me lembro da sensação de girar, girar, girar e ter três orgasmos. Nada. mais. me. lembro.

[youtube https://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=v396cL6lCqE#t=101]

Me arrumei toda por volta de 14 horas, e assim que botei o pé na rua cada fio da minha progressiva pediu arrego e num passe de mágica eu pulei de cosplay de Jessie J. para Gal Costa. Mas mesmo assim, fui, guerreira, prestigiar a luta LGBT.

Infelizmente

Por outro lado, o calor tem suas vantagens: A nudez é uma delas.

Absolutamente toda a Grande Vitória estava seminua, e se meus peitos de hormônio já estivessem grandes o suficiente com toda a certeza eu teria tirado a camisa e feito um protesto legislativo a la Indianara Siqueira.

Mas oportunidade é o que não vai faltar, APENAS ME AGUARDE, VITÓRIA, ME A-GUAR-DE.

trava

Eu em breve na Fernando Ferrari

Estava uma gracinha a parada, principalmente por causa da nova lei municipal aprovada em Vitorinha, que instaurou o dia contra a Homofobia e foi repetida o tempo todo em cima do palco.

Sim! O palestrante toda hora pegava o microfone e gritava: “A lei foi aprovada, se vocês sofrerem violência disquem 100”. Avisando aos homofóbicos que o bagulho ficou doido!

Como resultado, não vi violência, apenas uma correria louca na praia (e foi até poético ver aquela boiada estourando ao longe) que até agora não sei o motivo. Caso alguém saiba, favor me explicar nos comentários, pois eu vi uma fila de 20 policiais indo pra trás do palco e de repente o estouro de gente.

UPDATE: Informantes me disseram que havia um carro de som tocando funk atrás do palco e que a fila de 20 policiais foi, com toda a sua delicadeza, pedir pros meninos desligarem. Daí a confusão.

fat

Entretanto, também vi depoimentos de pessoas que passaram por isso:

“Gostaria de saber de fato qual esta sendo o objetivo dos Manifestos LGBT? Pois o que se viu em todas elas foi grupos de funkeiros reunidos e agindo de forma inadequada com algumas pessoas que simplesmente esbarravam neles.”

tumblr_inline_mw8vd2RlXV1qbiz5t

… os funkeiros me trataram muito bem…

Ah! Outro ponto interessante eram as frases faladas por um menino no trio, super nonsense, seguem algumas das quais me lembro:

“Gay vivo não dorme com o inimigo”

“Vitória é sapatão!”

“Quem é de Feu Rosa grita agora!”

Entre outras que a Brahma não me permite lembrar. Mas era visível o constrangimento das pessoas na rua.

Eu só olhava assim pro trio:

tumblr_mwc19keZ0b1qkremvo1_500

No mais, parabéns a todos os envolvidos. Nem tenho ideia do quanto deve ser desgastante promover um evento desse porte, e qualquer contratempo deve ser relevado diante do trabalho maravilhoso que eles fizeram. ❤

Dali eu fui pra Rua Sete, no Centro, pra ver o samba.

Mas os homens estavam muito atacados, um me perseguiu por toda a rua quando eu fui comer, dizendo que queria “me atravessar”. E outro que, quando eu passei, simplesmente meteu a mão no meu peito e apertou! Cadê o cavalheirismo, minha gente?

Os boys tavam assim no evento:

tumblr_m7dg2bpMDm1r35ipgo1_250

Seguem as fotos da cobertura. Mas antes de tudo, quero agradecer à Jéssica Telles pela maravilhosa homenagem ao desenho Pokémon, com seu cosplay de Cyndaquil!

professor

Separadas por um Professor Oak

1457678_614779805246687_128063760_n

1476165_710677105610734_1637603541_n 1374868_479500555503383_397934115_n

 

Cobertura completa no Moqueca Mídia, clique AQUI.

E com vocês, Londres… ops, VITORINHA


Saiu no GazetaOnline:

Selo Preguiça do Amor Duplo para esse vídeo, assim, de cara:

tumblr_mijyl5b9tq1qdlh1io1_400

amro

Pooorrãm, o boy conseguiu transformar o reloginho cachorro do Centro de Vitória no Big Ben!

Ele não deveria ter recebido só dez no TCC não, deveria é ser contratado por quem faz essas propagandas da cidade, pra ver se param de filmar mulher fazendo panela de barro e descascando siri… na moral, fica parecendo que somos aquela cidade da novela Mulheres de Areia.

E acabou o post, era só isso mesmo, mostrar essa gracinha de vídeo e parabenizar o Gustavo Martins.

Ah, aproveitando que estamos falando de Vitória e de vídeos life changing, vou repostar o vídeo de Vitorinha que eu mais amo:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=ZAxaNM-mmJE]

Aí a gringa vê o vídeo do Gustavo, chega aqui, se decepciona e sai no ESTV primeira edição, assim:

0090909090

Angels Lounge – Boate gay ou hétero?


Bem, fiquei sabendo agora de manhã sobre uma nova boate que vai inaugurar em Vila Velha (clique aqui para ler), no dia 6 de julho. O problema é que… leiam a descrição:

angelnurse

Não dá pra saber se é gay! Gay friendly a gente já viu que é, ou pelo menos Trava friendly, afinal, citar que uma boate está aberta a diversos gêneros é de um amor inexplicável.

Aí tá, rodei mais um pouquinho no site e encontrei isso:

aconchego

flyer

Aconchego’s Bar e Carol & Priscila na inauguração? Não restam dúvidas, é boate GLS!

Só deram mole em não ter falado com o Babado Certo pra gente divulgar pras beeshas da cidade.

Cês sabem que nenhuma viadice bomba sem passar pela gente. Isso porque as gays daqui são desconfiadas demais com novas casas noturnas, sempre rola aquele medinho de ser um plano de Magno Malta para implodir o prédio e matar os viados queimados.

Aí elas mandam a Max na frente, se eu morrer, é fria.

Guia Vix de Pegação – Recomeço


tumblr_mlyvw31efl1rq1588o1_400

tumblr_mi6gsdININ1rlyh0co1_500Há muito tempo tenho recebido e-mails de leitores pedindo dicas de locais de pegação aqui no estado. Mas como sou a beesha mais fresca desse mundo quando o quesito é sexo casual, não costumo frequentar pontos de pegação.

Sou tão medrosa, mas tão medrosa, que sábado fui ao banheiro da Botecaria (aqui em Vila Velha) retocar minha maquiagem, e enquanto eu estava olhando no espelho um cara me chamou lá do mictório… acreditam que quando virei pra olhar ele estava com o pinto pra fora sacudindo pro meu lado?

Logicamente saí correndo, em choque com tamanha falta de sensibilidade: Não se mostra o pinto para uma bee num local que ela não poderá chupar com tranquilidade.

Por esse motivo, a missão vai ficar pra vocês!

Qual é o seu ponto de pegação favorito? Já fez pegação num lugar inusitado? Tem informações sobre a pegação no interior do estado?

sente

Então manda pra cá a sua história, e vamos montar juntinhas o novo Guia Vix de Pegação, afinal, nossos visitantes precisam de informação turística para não caírem na bobeira de ficarem só na Rua da Lama.

Envie sua história para max_babadocerto@hotmail.com, com seu nome ou apelido, não vamos identificá-lo caso não queira.

Mapeamento Nacional do Casamento Igualitário


Fugindo um pouco do pesado “clima Feliciano”. Vamos ao que interessa. Segue o mapa abaixo para conhecimento geral:

Mapa sobre Casamento Igualitário no Território Nacional

Mapa sobre Casamento Igualitário no Território Nacional

É bem legal voltar trazendo uma notícia boa como esta, sete estados brasileiros já possuem o casamento igualitário. Essa conquista é muito importante, principalmente para as famílias que hoje estão excluídas. Agora, elas serão reconhecidas jurídicamente, além do símbolo de família como instituição.  É importante destacar aqui, que não estamos falando do sacramento matrimônio, o casamento religioso; Mas sim, do casamento civil, direito assegurado pela Constituição Brasileira.

Pra encerrar o tópico, acho que deve ficar clara a insatisfação de cada cidadão com a negação de um direito devido a sua orientação ou identidade sexual. ISSO não é normal. Isso não é ser igual. E nós não somos diferentes.

Segundo Ato de Repúdio!


Dessa vez a data não vai sofrer alterações como sofreu da última vez, está confirmadíssimo!

403060_549666578397564_1195899012_n

Não quero saber de corpo mole! O evento começará às 14 horas na Praça do Papa, e às 15 horas os manifestantes vão se dirigir à Assembleia Legislativa.

Quero todos lá, eu infelizmente não poderei ir porque tenho uma maldita aula de campo de Ecologia das 6 da manhã às 6 da tarde, em Calortina. 😦

Mais informações clicando AQUI