Parada Gay de Vitória 2015 será em pleno Verãozão!


Vinhááááááádos! A parada gay de Vitória deste ano promete! O evento deste ano será no próximo domingo (11), ou seja, em pleno período de férias, em pleno verãozão!!! O que podemos aguardar – além das passivas NERVOSAS de sempre? Uhum, muito sungão branco, muito queijinho mineiro, muitas turishtas desavisadas… Oh, coisa boa! Já comprou a sunga Água de Coco by C&A para dar close de rica, fina e fashion? Já tomou aquele sol na laje para chegar ostentando uma marquinha sexy? Já comprou aquele óclão de trava by Chilli Beans? MUITO BEM!

Claro, que o manifesto não é só fervo, estamos lá para protestar – uhum – por nossos direitos. O tema desta edição é TRAVESTIR-SE DO RESPEITO & DESPIR-SE DO PRECONCEITO – pelo direito d@s pessoas Trans Femininas e Masculinas“. Fiquem atentos que terá vários eventos durante toda a semana.

Confira o mapa com a rota do percurso que será realizado:

mapa Parada Gays de Vitória

E antes que alguém venha com aquele papo clássico de putaria X ações políticas, que parada gay é mais uma pegação em local público – SEMPRE TEM ALGUÉM QUE VEM COM ESSA! -, eu acho acho que isso é maravilhoso! É incrível que nosso manifesto seja uma festa, que traga prazer, alegria e bate-cabelo junto com as reflexões, debates, presença.

Serviço
9º MANIFESTO LGBT DE VITÓRIA
Data: 11 de janeiro de 2015 (domingo)
Hora: À partir das 14 horas.
Local: Concentração próxima ao viaduto Araceli Cabreira Crespo, ao final da praia em Jardim Camburi (Final Feliz – arrasô!).

Siga o Evento no Facebook.

Em breve programação completa…

—————————————-

Isso mesmo, O BLOG ESTÁ DE VOLTAAAAAAAAAARGH!!!

Mas calma, coisinha, vamos devagaaaaar, aos pouquinhos vamos atualizando o babado. Muita polêmica, muito babado, muito zenzooalidadje!!! E não deixem de contribuir mandando sugestão de post lá no nosso grupo! 😉

Uma ponte, uma muralha


Intransponível!

As bichas sempre foram muito reclaMONAS quando o tema era passar de Vitória para Vila Velha e vice-versa. Eu achava que era preguiça, mas… porra! Não é para menos! Passar de uma cidade para a outra a noite é uma tarefa que exige muita força de vontade, sorte e aqué.

Sempre achei exagero das gueis de Vitória essa vibe, mas isso porque eu era uma bicha novinha e guerreira, que quando saía a noite ficava até o dia amanhecer e o ônibus regular já estava circulando. Agora que sou uma senhora casada moradora da cidade de Vitória e que sinto vontade de voltar antes para casa, frequentar qualquer coisa em Vila Velha a noite se tornou uma missão impossível.

Nem com transporte alternativo dá!

Durante o tempo que morei em Vila Velha fiz muitos amigas lá – a maioria deles mora em Canela Verde City- e está ficando cada vez mais difícil vê-las, como se elas morassem em um estado longínquo. Nem eles conseguem vir para cá, nem eu posso ir para  lá, simplesmente porque não tem como, não há possibilidade transporte!

Ir de carro não dá, lei seca está aí, nervosa e funcionando, o que é corretíssimo, e as beeshas gostam de um otim, daí já viu. Voltar de táxi é proibitivo por conta do preço: qualquer corridinha pela ponte fica pelo menos 60 contos. Transporte coletivo pode passar ou não e você corre o sério risco de ficar horas esperando com o braço caindo de tanto levantar e mesmo quando um ônibus passar é capaz de ele não parar (em Vitória sabemos que isso é extremamente comum).

Única forma de conseguir ônibus na madrugada.

Bizarramente vale mais a pena você se hospedar do que conseguir se transportar de uma cidade a outra, que estranhamente estão na região metropolitana e não são distantes. Isso é um desafio para as casas noturnas. Esses problemas estruturais fodem com os entretenimentos noturnos, se a pessoa quiser sair tem que ficar com o que tem na sua região, não há integração entre os municípios em período noturno. DESANIMA!

Fico indignadãm!

Nossas cidades estão ficando cada vez mais chatas e velhas por conta de pequenas coisas como essas. É como se tudo fosse feito apenas para que pudéssemos trabalhar, diversão noturna não faz parte das políticas públicas (vide também o caso do ‘Celebration’).

Isso porque nem estou falando sobre a Serra e Cariacica, hein?

Saiu o trailer “Meninos do Arco-Íris”


Está para ser lançado o aguardado filme capixaba com temática LGBT, “Meninos do Arco-Íris”, dirigido pelo meu amigo Herbert Bastos. Veja:

Meninos do Arco_íris

Clique sobre a imagem para assistir ao trailer.

Sinopse: Anita é uma menina que mora numa ilha repleta de passagens para mundos secretos. Ao encontrar a porta que a levará ao Arco Iris, universo mágico habitado por sete seres encantados, Anita finalmente realizará seu desejo de se transformar em menino.

O filme é um documentário de 23 minutos e como vocês podem supor a ilha mágica é Vitória, com seu “universo habitado por seres encantados”. Pelas imagens já deu para conferir que o filme está lindíssimo e parece estar bem interessante. E as participações especiais? Royce Luckessy, Labelle, Déborah Sabará, Markus Konka, Jurandi Gusmão,  Sabryna Borges e Thaylan Zanon Tolentino.

Promete, hein?

Meninos do Arco_íris

Aproveitem e curtam a página do filme para ficarem antenados com todas as novidades sobre a produção.

E com vocês, Londres… ops, VITORINHA


Saiu no GazetaOnline:

Selo Preguiça do Amor Duplo para esse vídeo, assim, de cara:

tumblr_mijyl5b9tq1qdlh1io1_400

amro

Pooorrãm, o boy conseguiu transformar o reloginho cachorro do Centro de Vitória no Big Ben!

Ele não deveria ter recebido só dez no TCC não, deveria é ser contratado por quem faz essas propagandas da cidade, pra ver se param de filmar mulher fazendo panela de barro e descascando siri… na moral, fica parecendo que somos aquela cidade da novela Mulheres de Areia.

E acabou o post, era só isso mesmo, mostrar essa gracinha de vídeo e parabenizar o Gustavo Martins.

Ah, aproveitando que estamos falando de Vitória e de vídeos life changing, vou repostar o vídeo de Vitorinha que eu mais amo:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=ZAxaNM-mmJE]

Aí a gringa vê o vídeo do Gustavo, chega aqui, se decepciona e sai no ESTV primeira edição, assim:

0090909090

SUAS CASAMENTEIRAS!!!


Do Século Diário:

Casamento gay vitória ES

Isso mesmo, gatinhas, Vitorinha é a QUARTA capital brasileira em registro de uniões, com um casamento a cada três dias!!!

É isso aí, continuem casando, mostrando para a sociedade que podemos exercer nosso direito de amar e viver nosso amor com todos os direitos civis que assistem aos casais segundo a lei.

Mas não esqueçam de convidar as amigas para a festinha, hein?! A gente adora um after, prometemos nos comportar…

tim tim gif tumblr_mhpw53WSQF1ry6msio1_400 tumblr_mhpy1jUSty1ry6msio1_400quédizê.

 

Guia Vix de Pegação – Recomeço


tumblr_mlyvw31efl1rq1588o1_400

tumblr_mi6gsdININ1rlyh0co1_500Há muito tempo tenho recebido e-mails de leitores pedindo dicas de locais de pegação aqui no estado. Mas como sou a beesha mais fresca desse mundo quando o quesito é sexo casual, não costumo frequentar pontos de pegação.

Sou tão medrosa, mas tão medrosa, que sábado fui ao banheiro da Botecaria (aqui em Vila Velha) retocar minha maquiagem, e enquanto eu estava olhando no espelho um cara me chamou lá do mictório… acreditam que quando virei pra olhar ele estava com o pinto pra fora sacudindo pro meu lado?

Logicamente saí correndo, em choque com tamanha falta de sensibilidade: Não se mostra o pinto para uma bee num local que ela não poderá chupar com tranquilidade.

Por esse motivo, a missão vai ficar pra vocês!

Qual é o seu ponto de pegação favorito? Já fez pegação num lugar inusitado? Tem informações sobre a pegação no interior do estado?

sente

Então manda pra cá a sua história, e vamos montar juntinhas o novo Guia Vix de Pegação, afinal, nossos visitantes precisam de informação turística para não caírem na bobeira de ficarem só na Rua da Lama.

Envie sua história para max_babadocerto@hotmail.com, com seu nome ou apelido, não vamos identificá-lo caso não queira.

Bafo em Vitória: Homofobia ou desavença pessoal?!


Está rolando na internet uma foto que está dividindo opiniões. Deixa eu mostrar primeiro aí DEPOIS a gente conversa melhor:

Clique para ampliar

Vou dar minha opinião e vou abrir o canal para vocês opinarem também, tá bom? Não quero ser injusto abafando uma situação dessas, mas também não vou ser hipócrita lutando por uma causa que eu não acredito.

A minha opinião é simples: Não vi homofobia no comentário. E parece que a UJS (União Jovem Socialista) também não. Estranho que só ele, o dono e único ofendido com a postagem, acha que é homofobia.

Doutora? Hum…

O que eu vi na postagem foi um rapaz que conhece o menino há um tempo, já que usou o advérbio “sempre”, e que sabe gírias gays. Nós nos chamamos de vocativos muito piores que “Dr. Bixa” e sabemos muito bem diferenciar quando é ofensa.

Não devemos considerar homofobia toda vez que alguém usar a palavra “gay/ viado/ bicha/ boiola”, porque tudo é uma questão de contexto (E você vai acabar uma louca paranóica). Aliás, o uso do “dr.” me soou muito mais debochado que homofóbico. Ele debocha da bee, não da sexualidade dela.

É claro o sensacionalismo, a “vítima” nem tenta esclarecer o comentário, se mostrando descontente com a palavra usada e tentando tirar mais manifestações homofóbicas do rapaz, porque é assim que se faz num crime virtual, a fim de poder diferenciar homofobia de um problema pessoal.

Mas não, não se preocupou com isso e já foi com 4 pedras na mão escrevendo em caixa alta e chamando o cara de homofóbico, a atitude não foi nada sensata.

Se ele é homofóbico fora dali eu não posso afirmar, entretanto, só pelo comentário da foto não consigo ver homofobia. E o que está em discussão é a homofobia do comentário, apenas dele.

Mas essa é a opinião da tia Max, e não significa que vai ser a mesma de todo mundo. Por isso resolvi perguntar a vocês, leitores, se acham que é homofobia ou apenas uma desavença pessoal.

A homofobia causa um sentimento geral, se realmente for verdade e eu estiver errado, todos vocês vão se sentir ofendidos pela postagem e EU serei a louca. Caso contrário, a louca é a “vítima”. Então, vamos votar?

E é claro, dê sua opinião nos comentários, é muito importante. 😉