Favela gay


por Dé

Gente, olha que legal. Em breve será lançado na TV fechada o documentário “Favela Gay” que mostra como é a vida de gays, lésbicas e trans nas favelas do Rio de Janeiro. O choque fica pelo fato de que não é algo fora do normal, afinal, já que LGBTs existem em todo lugar, seja no morro ou no asfalto. Os basfonds ficam por conta da participação de personagens muitos próprios destes locais como o tráfico, as igrejas evangélicas e a vizinhança.

Veja o trailer, que luxo!

Sambô, querida!!!

É ISSO AÍ, GARALEON! Chega de vídeo só de viado bombado, branco e limpinho pra falar de comunidade gay, eu quero é ver todas as realidades sendo representadas!

Tô nervosa para ver este filme. Ele foi lançado no Festival do Ruo no ano passado e tem corrido vários festivais de cinema pelo país (será que vem pro Festival de Vitória?). Segundo notícias que li por aí, logo será transmitido pelo Canal Brasil. Aguardemos… Aqui o link da página do filme, acompanhem para saber datas e locais onde ele passará.

Parada Gay de Vitória 2015 será em pleno Verãozão!


Vinhááááááádos! A parada gay de Vitória deste ano promete! O evento deste ano será no próximo domingo (11), ou seja, em pleno período de férias, em pleno verãozão!!! O que podemos aguardar – além das passivas NERVOSAS de sempre? Uhum, muito sungão branco, muito queijinho mineiro, muitas turishtas desavisadas… Oh, coisa boa! Já comprou a sunga Água de Coco by C&A para dar close de rica, fina e fashion? Já tomou aquele sol na laje para chegar ostentando uma marquinha sexy? Já comprou aquele óclão de trava by Chilli Beans? MUITO BEM!

Claro, que o manifesto não é só fervo, estamos lá para protestar – uhum – por nossos direitos. O tema desta edição é TRAVESTIR-SE DO RESPEITO & DESPIR-SE DO PRECONCEITO – pelo direito d@s pessoas Trans Femininas e Masculinas“. Fiquem atentos que terá vários eventos durante toda a semana.

Confira o mapa com a rota do percurso que será realizado:

mapa Parada Gays de Vitória

E antes que alguém venha com aquele papo clássico de putaria X ações políticas, que parada gay é mais uma pegação em local público – SEMPRE TEM ALGUÉM QUE VEM COM ESSA! -, eu acho acho que isso é maravilhoso! É incrível que nosso manifesto seja uma festa, que traga prazer, alegria e bate-cabelo junto com as reflexões, debates, presença.

Serviço
9º MANIFESTO LGBT DE VITÓRIA
Data: 11 de janeiro de 2015 (domingo)
Hora: À partir das 14 horas.
Local: Concentração próxima ao viaduto Araceli Cabreira Crespo, ao final da praia em Jardim Camburi (Final Feliz – arrasô!).

Siga o Evento no Facebook.

Em breve programação completa…

—————————————-

Isso mesmo, O BLOG ESTÁ DE VOLTAAAAAAAAAARGH!!!

Mas calma, coisinha, vamos devagaaaaar, aos pouquinhos vamos atualizando o babado. Muita polêmica, muito babado, muito zenzooalidadje!!! E não deixem de contribuir mandando sugestão de post lá no nosso grupo! 😉

Como um gay masculino pode expressar sua sexualidade sem resvalar no clichê da pinta?


tumblr_mtx0yiSghA1swb09to1_400

AVISO: Este post é para gays masculinos que não têm nenhum tipo de recalque com a sua sexualidade e sempre quiseram expressá-la sem precisar fingir ser uma coisa que não são.

Se você é masculino porque acha que “não precisa ser feminino pra ser gay”, faça-me um grande favor e digite Alt + F4 no seu teclado.

Tava conversando com um leitor, ele me fez um questionamento interessante:

Max, você fala sempre que não é preciso dar pinta pra se expressar como gay, mas se não for pela pinta, quais as outras maneiras de dizer que é gay sem precisar falar a frase “Eu sou gay”?

Maravilhoso! Porque eu realmente sempre digo isso no site, mas nunca fui claro quanto a quais maneiras de se fazer.

Tenho um amigo gay, naturalmente masculino, mais militante que eu e que sempre fica irritado porque não consegue demonstrar que é gay sem precisar dar um show de interpretação.

Se sente assim, coitadinho

Se sente assim, coitadinho

Isso quando as pessoas não desconfiam que ele esteja mentindo!

Primeira coisa a se pautar: Feminilidade não é sinônimo de homossexualidade! Isso é uma teoria sexista que carrega dentro de si a noção de que o homem feminino é menos homem que o masculinizado e, por esse motivo, é gay. Sendo o gay também um exemplo de “homem menos homem”, as duas coisas acabam virando sinônimos tanto pros héteros quanto pra nós.

Afinal, quantas vezes você já disse que alguém é gay só porque essa pessoa é feminina? Inúmeras, eu sei.

Segurando o gaydar no banheiro

Segurando o gaydar no banheiro

NÃO! O único comportamento que é “coisa de viado” é o dar cu, o resto é sexismo. Se bem que isso também é sexista… enfim, por aí a gente já tira que não existe coisa de gay, não é mesmo?

Mas então, Max, como expressar minha homossexualidade sendo masculino como o Cid Moreira?

Bem, você já viu algum hétero chegando numa roda de desconhecidos e iniciando a conversa com “First of all, gente, eu sou hétero”? Eu nunca vi, mas mesmo assim eles deixam CLARO que são héteros, sem precisar dizer que não são gays.

Já os gays se sentem na obrigação de avisarem que são gays, com todas as letras. Só que isso não é necessário. Existem várias outras maneiras de deixar clara sua sexualidade sem precisar fazer uma cena de filme de bicha saindo do armário toda vez que chega num ambiente novo.

Expressando que é gay na casa do amigo, de uma maneira heterossexual

Expressando que é gay na casa do amigo, de uma maneira heterossexual

Seguem as maneiras:

  • Defenda as mulheres e reclame de piadas sexistas. Sabe aquelas piadas que todo homem faz sobre casamento ser uma droga e que mulher é tudo igual? Não ria, faça cara de bravo e discuta com o piadista;
  • O mesmo vale para piadas homofóbicas. Nesse caso, faça uso do meu post dos Amoladores de Faca e dê um show de sociologia. Você vai sair da conversa assumidérrima e ainda respeitada;

Hahahahah que engraçado você, chega aqui pertinho pra eu te contar outra piada de viado:

tumblr_mq301lJqQi1s2gg27o1_400

  • Uma piadinha contra homens não cai de todo mal também. Isso é sexismo, mas é uma subversão, pois a maioria das piadas sexistas são contra mulheres e, como homens héteros têm, em sua maioria, um apego muito grande à sua condição de homem, fazer uma piada contra homens vai te colocar numa posição de possível bicha e marcar um ponto no placar geral para as meninas!
  • Faça comentários sobre a beleza masculina. Não precisa fazer barulho de pedreiro sugando o ar pra dentro da boca quando passa um homem na mesa. Se acalma, mulher! Dizer o quanto um ator da tv tem pernas bonitas ou os braços torneados são suficientes pra todo mundo saber que você é gente como a gente;

Lembre-se que você não deve fazer nada disso se envergonhando por falar, é como eles esperam que você se sinta. Pois para eles é vergonhoso um homem elogiar a beleza de outro homem e, portanto, seja FIRME na hora de expressar sua opinião. Você é um homem ou um rato, porrãm?!

Um exemplo do que você não deve fazer no caso acima:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=l7STJ6hqGJU]

Ou faça isso também, caso você seja mais nervosa e goste de gerar polêmica! Mas filme a reação dos boys e me envie POR FAVOR! Hahahaha!

E se no final de isso tudo alguém chegar pra você e dizer: “Como assim, fulano, você é bicha por um acaso?”

Una toda a sua diva interior (e aqui você está liberada pra ser feminina), e responda, sem falha na voz:

Sim, algum problema?

tumblr_mov5dbcdc51rndegno1_400

Vilão gay: como não amar?


Ontem (20), estreou a nova novela global Amor à Vida. Todo mundo dando graças a deus por ter acabado a novela da queda livre e na expectativa do boom da aparição de Tatá Werneck no horário nobre da Gluóbo. Mas vamos falar de coisa boa?! Eu já tenho minha personagem preferida, claro:

Tá vilão, tá pintoso, tá divo, tá caricato! ❤

Ele será apenas o simbolo do “Moça, seu namorado é gay!” Hauhauhauhauhuahuahuahuahua. LOOSHO.

Reação de caras héteros a vídeos pornôs gays


Um produtor de vídeo americano teve a brilhante ideia de colocar caras héteros para verem pornôs gays e filmou a reação dos boys.

Os caras em questão são vloguers estadunidenses. Cata as reações (está em inglês, mas as imagens falam mais que as palavras)…

Não sei vocês, mas para mim forama s reações mais gays que caras héteros já tiveram que vi na vida!!!

Precisam fazer um video com gays pra gente ver, mas tem que ser com pornô de fancha, buça com buça, porque se for pornô hétero elas bem ficam manjando a rola dos boys e nem confiança…

Via Do que os gays gostam.

É domingo!


Acontece no próximo domingo a Parada Gay 2012 de Vitória-ES! Segue a programação:

 

SERVIÇO:

VII Manifesto do Orgulho LGBT de Vitória 

Data: 02/12/2012 (domingo)

Hora: 14 horas (mas a parada mesmo começa às 16h).

Local: Orla de Camburi (concentração do pier de Iemanjá)

Atrações: Jéssica Telles, Risley, Leona Kiss, Hanna Ketley, Tais Spiller, Dj Magno Brasil, banda Motumbaxé e Odomodê.

Kooriosidades – Na Cama com Max [Tema: Ativos Afeminados]


A minha já virou verruga

Na última edição do Kooriosidades falei sobre a ereção dos passivos durante o sexo. Todos amaram e a discussão foi intensa nos comentários, o que me trouxe à tona outro tema polêmico sobre o qual sempre quis falar, Ativos Afeminados.

A maioria absoluta dos gays se interessam mais por parceiros sexuais masculinizados, que pareçam o máximo possível como um hétero típico. Eu já cansei de falar aqui que isso é uma grande ilusão, que TODO GAY dá algum tipo de pinta, e esperar que seu parceiro seja um estivador do Porto de Vitória é utopia.

Enfim, essa semana um rapaz mandou o seguinte depoimento para mim, cata:

Max, please. Help-me!
Sou gay e me considero um pouco afeminado, entretanto, eu gosto de ser ativo. Ocorre que eu não sinto atração por caras afeminados. Só questão de gosto mesmo, pois todos os meus amigos são afeminados. O problema que os caras machões geralmente também são ativos e quanto mais machos eles são, mais tesão em comê-los eu tenho. Será que sou obrigado a fazer a passiva só pq dou um pouco de pinta? Isso se tornou um paradoxo na minha cabeça! Pode escrever algo no blog a respeito pra eu saber a opinião das outras pessoas? Prometo revelar quem sou pra vc. Meajudaí amigã! Bjs. 

Mulher da relação 🙂

Ele foi genial, porque tocou na grande hipocrisia do meio GLS:

Reclamar que os héteros separam “quem é o homem e a mulher da relação”, mas não aceitar que o ativo seja mais afeminado que o passivo.

É… essa analogia te incomodou, néam? Eu sei disso, também me incomoda, faço parte do grupo de pessoas que ainda acha estranho um gay afeminado dizer que é ativo, confesso que já gargalhei inúmeras vezes na cara de Ariadna, amiga minha, que é uma flor-de-lótus, mas jura de pé junto que prefere ser ativa…

Meu número!

… o problema é alguém acreditar…  e eu entendo, afinal, 90% do primeiro contato entre dois parceiros sexuais em potencial é baseado na análise externa do comportamento, óbvio, por que cargas d’água eu daria em cima de alguém que logo de cara não me transpassa as características que eu considero importantes para o meu parceiro?

Entretanto, a culpa não é toda nossa, a sociedade nos ensinou a criar subgrupos e padrões para o que é ideal e acaba que tudo que foge àquilo torna-se errado, inútil ou vergonhoso.

Mas por que os passivos masculinizados não passam pelo mesmo problema?

Nem desconfiei!

Simples, nesse caso nós caímos no paradigma do “não precisa ser feminino pra ser gay, sou gay e gosto de homem”, e se esse homem ainda dá o edi mantendo toda a sua virilidade Viking, melhor ainda! Mais dentro dos padrões dos gays e da sociedade ele vai estar, afinal, quanto MENOS o gay demonstrar que é gay, menos “ofensivo” aos olhos dos moralistas ele será e, consequentemente, mais aceito.

Tudo isso é confortante e cabe no padrão de beleza do homem que nos foi imposto, ou vocês acham que os corpos mostrados na tv só influenciam as adolescentes bulímicas? Fale isso pros donos de academia que ganham rios de dinheiro com gays afeminadíssimas, que acham que malhando vão magicamente ficar mais machos que o Maguila… é… só enquanto permanecerem paradas e sem abrir a boca, hahahaha.

O.O

UPDATE: Havia me esquecido de falar também do sexo, que é o ponto-chave da questão. Considerando o sexo homossexual claramente uma relação de dominação, um ativo que não possui a virilidade necessária para ser um “macho dominante” acaba perdendo pontos nesse jogo de interesses. Ainda mais diante de um passivo mais masculino, que se sentiria desconfortável sendo dominado por alguém com características femininas.

Porém, no caso do passivo masculinizado a situação é oposta, uma vez que um passivo masculino é muito mais difícil de se dominar, atrai boa parte dos gays ativos, que sentem prazer principalmente nessa dominação.

E vocês? O que pensam sobre isso? Ainda não conseguiram se desprender dos preconceitos de como o ativo e o passivo devem ser ou já estão num nível superior a essa porra toda?

Eu só sei que quando falarem que você deveria ser diferente, faça como a Lhama do Deboche:

Tá com um dilema de natureza sexual, social, econômica ou médica? Mande sua dúvida para max_babadocerto@hotmail.com, a tia Max consultará os universitários para tentar resolver o seu problema. 😉