No Domingo Legal funcionava…


Ahhhhhhhh, o romance está no ar… Imagina você, leitora abigãm, que a senhora namore um boy por 5 anos e pensa: “Tá na hora de casááááá!”. Monta todo um esquema alá programa de auditório sensacionalista com direito a outdoor, carro de som e vai trélíssima vestida de noiva ao encontro dele no trabalho para pedir ele em casamento, só que…

“Volta, Bruno, volta!”

Feliz Dia dos Namorados!

Via Morri de Sunga Branca.

Você já foi abusada no ônibus?


Quarta-feira estava indo pro grupo das beeshas, ou Gepss (Que se vocês quiserem ir, sintam-se convidadas a apareçam no IC-IV às 18h30, sala 21, toda quarta).

Sentei no 507 ao lado de um homem plus size, sim, porque eu gosto de fazer minha boa ação do dia e sei que quem é gordo se sente como aquele rockeiro no clipe Beautiful, da Christina Aguilera

rock rock

Aí tá, apareceu um homem mais velho e parou no banco a minha frente, em pé. Olhei normalmente pra frente, como todo mundo faz pra descansar os olhos enquanto lê, e observei que a neca da cacura tava armada.

link-irado-02e59d7636226fd5fcc8c708acd8552aO primeiro choque foi em saber que um homem daquela idade ainda tinha ereção, mas o mais impressionante foi que ele estava esfregando a mala pronta dele no ombro da racha que estava sentada na minha frente.

Por sorte, ela estava pra chegar no ponto dela e conseguiu fugir do martírio. Mas a viagem mais terrível da minha vida tinha acabado de começar.

O ônibus subiu a terceira ponte e o imundo se posicionou do meu lado do mesmo jeito que se posicionou ao lado da racha.

Começou a fingir usar o balanço do ônibus como motivo pra encostar aquela tripa murcha em mim. No começo eu achei MESMO que fosse só o balanço do ônibus, mas mesmo se eu me afastasse, colocando o ombro pra frente, ele ia com a pélvis até o meu ombro de qualquer jeito.

000003033

Até que ele começou a esfregar freneticamente e minha vontade era a de fazer que nem aquela mulher chinesa que matou o cara apertando os testículos dele. Eu deveria ter reclamado, mas fiquei tão apavorado que a minha única reação foi a de descer do ônibus e pegar o próximo.

Lógico que ao sair soltei um “velho tarado!” bem perto dele.

214_2729-dicesarQuando cheguei no Gepss, o Dé me disse que também já havia passado por aquilo (mas no caso dele o tarado era um boy magia), e que era mais comum do que eu imaginava.

Fiquei curioso em saber como é a reação de vocês diante dessas situações, porque eu já fiz um post sobre isso, mas não teria nem um terço da coragem que a bicha teve para gritar:

“Você vai parar de roçar esse piru nojento em mim ou não? Tá achando que minha bunda é lixa pra você esfregar até gastar, porra?!”

Vocês se afastam, fazem cara feia ou dão bafão e jogam a bolsa no chão? Conta pra mim!

00000111

BOMBA: Jesus era gay!


ah

Vamos admitir por um segundo que existiu sim um homem revolucionário com esse nome, e que esse homem revolucionário é o mesmo narrado nos livros judaico-cristãos.

Agora vamos à notícia abaixo (está em italiano, mas pedi a um amigo que sabe ler essa língua pra me ajudar: o Google Tradutor)

Libri-di-piombo (1)

JORDÂNIA – O estudo de 70 livros encontrados em uma caverna na Jordânia pode trazer uma revolução para a fé católica.

JORDÂNIA – O estudo de  70 livros  encontrados em uma caverna na  Jordânia  pode trazer uma revolução para a fé católica. Os testemunhos, histórias e parábolas contidas nas páginas encadernadas por aneis são os primeiros escritos depois da morte de Jesus,  até mesmo mais antigos que os pergaminhos do Mar Morto,  que já havia causado um grande terremoto.

Desde as primeiras traduções de hebraico antigo  e códigos presentes, a figura de Jesus é totalmente diferente do que conhecemos, a ponto de afirmar que ele era abertamente gay . Os discípulos seriam um círculo de rapazes gays (diz o The Guardian), que não se escondiam, mas mantiveram a sua liberdade contra as regras estritas na religião judaica.

Há também uma parábola  sobre dois garotos cujas almas estavam estritamente ligadas, bem como seus corações e suas vidas. Para o resto confirma-se a mensagem do amor e da fé de Jesus, salém de sua morte na cruz.

Há detalhes que  se encaixam perfeitamente com as reconstruções históricas  e eles olham para os livros da Jordânia como a maior descoberta arqueológica do Cristianismo.

Selo Preguiça do Amor pra esses arqueológos:

amor

Wow, será que foi por isso que o Deus do Novo Testamento mudou a opinião sobre as gays? Não me impressionaria, aconteceu a mesma coisa com papai.

E agora, Glória? Too bee or not too bee?

Se for gay, a gente já sabe como vai ser a volta do messias:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=FGViL3CYRwg]

PRE-PA-RA, que agora é hora do show das poderosas (cena de G-zuis descendo com os discípulos).

Dica da Bicha Maconheira (hahahah pois é)

O fim de uma neca dourada


2013 não está sendo fácil. Perdemos a Chica e agora perdemos o maior, mais gostoso e mais lindo ator pornô do nosso século (sim, é minha opinião e a de qualquer pessoa de bom gosto). Chora:

O francês François Sagat, astro do pornô gay mundial, declarou que abandonou a pornografia. Sagat resolveu dar a notícia ao público de um jeito inusitado.

O ator pornô gravou um vídeo em frente ao castelo da Bela Adormecida na Disney World, no qual disse brevemente sobre a sua aposentadoria.

(Fonte: A Capa)

Assista a este triste momento e tente conter as lágrimas:

“Olá, eu sou François Sagat, e desse dia em diante eu me aposentei do pornô”

No seu site oficial, Sagat falou mais sobre a decisão: “Tenho muitos projetos a caminho. Eu estive muito ocupado e não pude postar aqui tanto. Eu quero contar tudo a vocês. Mas eu não pretendo fazer pornô novamente. Sem arrependimentos. Apenas novas metas. ‘Incubus 2’ foi o meu último filme pornô, mas não vai ser o meu último filme. É bom sempre sair em alta e deixar as pessoas querendo mais. E mais você vai conseguir, só não mais do mesmo“.

Neste momento, um minuto de silêncio por essa perda inestimável para nossas libidos, porque o seu blog gay preferido fará uma homenagem mais do que merecida a esse homem que deixará muitos de nós orfãos de seu enorme talento (solta o som dj):

Já estou com saudades…

 Meu mundo caiu…

Viverá para sempre em nossos corações e em nossos HDs…

“Sem você/Eu existiria sim/Mas seria eu/Sem mim”

“Dar/Me dei/Estou me dando/Não sei, porém/Não sei até quando”

Homem forte e valente. O genro que toda mãe sonha ter.

Lindo sorriso sincero

Te amamos do jeito que é, sem interesses.

Seu jeito descontraído nunca sairá de nossas cabeças.

Lindo por fora e por dentro.

“O amor ensina a aprender
O amor nos faz viver,gritar e chorar
O amor é um sonho e uma realidade
O amor é todo felicidade”

Todos os seus fãs te beijam, seu lindo. Vá com Deus.

Minhas punhetas nunca mais serão as mesmas… 😥

Kooriosidades – Na Cama com Max [Tema: Namorar Encubado]


01-banner-max1141

Hummm, polêmicaaaaa. Vou falar daquelas que fazem parte de um terço da quantidade de leitoras do Babado Certo: As encubadas.

Namorar uma encubada não é fácil, eu mesmo já tive um romance tórrido com um boy em Nárnia. Viajávamos, bebíamos em praias desertas, tivemos experiências sexuais fascinantes… tudo escondido.

e agora

E como vocês JÁ conhecem a Max, que tem A de Aparecer no nome, não aguentei muito tempo nessa lenga-lenga.

Esse é o caso do e-mail de hoje, uma beesha que (pasmem!) está envolvida com um policial: Não existe nada mais sensual que militar, talvez seja por causa da quantidade de militares na minha família, a gente meio que cria uma ideia de que aquilo é o ideal.

Vamos ler? (observem com atenção as passagens em negrito)

Olá querido Max! Boa tarde!
Estou com um enorme problema na minha vida amorosa. Vou contar desde o começo.

Meu pai e policial civil (investigador) e sempre teve muito orgulho de mim pelo fato de eu ser o filho exemplo dele: faço faculdade de odontologia e sempre sou muito responsável. Ele costumava me levava as festas do quartel, do final do ano… Enfim, numa dessas festas eu conheci o L.C  que também é policial. Ele e meu pai são super amigos, ele frequenta minha casa e tudo, tem uma namorada, mas estão terminando. Onde eu entro nessa história.

Nós fomos nos conhecendo melhor e ele sempre me dizia que tinha uma enorme ‘curiosidade’ de ficar com um gay (papo de hétero que quer pegação) e eu, como num sou fraca, matei a curiosidade dele (isso tem 1 ano quase). Desde então a gente vem ficando e se envolvendo cada vez mais. Já matei aula pra ficar com ele, ele já faltou serviço pra ficar comigo. Mas tudo sempre escondido

Ele fala que ta terminando com a namorada, mas nunca vai ser possível de a gente se assumir, porque ele é de uma familia muito tradicional de Vitorinha, e pelo fato da profissão dele, ele poderia se prejudicar. Mas eu sei que eu gosto dele.

Nos presenteamos, comemoramos datas festivas juntos, passamos o reveillon juntos no Rio, trocamos mensagens o tempo todo, ele me liga todos os dias… é  um príncipe.

Mas tudo escondido. Eu gosto muito dele e sei que ele também gosta muito de mim! Tenho medo que meu pai descubra e acabe com a amizade, mas sinto essa necessidade de ter alguém que possa sair comigo, que eu possa apresentar para os meus amigos…

Max conto com a sua ajuda para tentar resolver este dilema na minha vida!

enrolada

No cu da cobra

Oh, bee, sinto lhe informar, mas você é só o Personal Cu dele. Ele te tratar bem, te presentear, é mais uma amizade que um relacionamento amoroso, provavelmente o melhor amigo que ele já teve: quais dos colegas de trabalho dão o koo quando ele pede, né?

O interessante, minhas leitoras, é que em nenhum momento do texto ele diz se o cara disse que o ama, e a gente sabe que beesha quando ouve um “eu te amo”, faz questão de contar.

UM FUCKING ANO que vocês se pegam, UM FUCKING ANO dele dizendo que vai se separar namorada, UM FUCKING ANO te comendo e te usando como acompanhante de luxo, UM FUCKING ANO te enrolando.

Ele não vai se assumir, não nessa profissão, digo por experiência própria de quem nasceu em uma família composta por 90% de militares: Eles NÃO se assumem de jeito nenhum. Esse é um meio extremamente machista e com vários casos de abuso de poder, o militar para se assumir hoje tem que ter as bolas do tamanho da Jabulani da última Copa.

Antes e depois de se assumir

Antes e depois de se assumir

Ah, Max, mas teve o caso do casal de militares gays que se assumiram e casaram em Vitorinha

Tô sorrindo, mas minha vida amorosa é um cocozão

Tô sorrindo, mas minha vida amorosa é um cocozão

Um caso, um único caso, pautar sua vida em exceções é o mesmo que acreditar em filme com a Julia Roberts. Me mostre pelo menos 5 que eu acreditarei na hipótese dele também se assumir.

Portanto, bee, namoro de assumido com encubado dificilmente termina bem. São raras vezes que o encubado sai do armário, porque eles dizem que vão se assumir quando conseguirem sair da casa dos pais, depois só quando comprarem a própria casa, depois só quando tiverem um milhão na conta… e nisso você vai ficando velha e não viveu um relacionamento plenamente.

Quando no fundo pra muitos deles o que falta é apenas conquistar o amor-próprio e o orgulho que vão dar a coragem para falar.

Que prateleiras desconfortáveis, né?

Que prateleiras desconfortáveis, né?

E isso não se conquista com salário ou casa própria, pois sempre vai ter um empecilho (e essa dica vai pros encubados que leem o blog, não se enganem com a ideia de independência financeira, o que você precisa pra se assumir está dentro da sua cabeça, não da sua carteira).

Se você está sentindo sinais de necessidade de sair de mãos dadas com seu namorado na rua, é porque já está na hora de parar antes que você se machuque, aliás, não necessariamente parar, mas mudar a situação: ou ele se assume ou você vaza.

Depois que estiver envolvido demais ao ponto de virar aquelas amantes de novela do Manoel Carlos, que esperam mais de 20 anos pelo divórcio do cara com a esposa, não diga que eu não avisei.

A pergunta que você tem que se responder é: Quanto tempo você quer e tem para gastar?

O tempo tá passando, Rabesh:

clock

Rola na boca pequena: Tradicional boate gay vai fechar!


Untitled 1Estou em choque até agora com o bafo que está rolando nas conversas de mictório.

Nada está oficialmente confirmado, mas ao que tudo indica, uma tradicional boate da Grande Vitória está com problemas financeiros e fechará as portas em breve.

Qual a casa noturna? Não faço ideia.

Só tenho um gif para explicar esse problema financeiro repentino:

pomba

Já que falamos de um…


…vamos falar também dos outros. A imagem é auto-explicativa:

Clique para ampliar

Queria saber de que maneira o fato de ter ou não um relacionamento homossexual influencia na sua competência num cargo político.

É,  não ter o relacionamento não diz nada sobre você, mas o fato de usar isso como argumento, ah… isso sim diz muito sobre suas ideologias.

Gatas, estamos fodidas de ambos os lados, não tem pra onde correr.

Rola na boca pequena (Clique aqui e aqui) que esse mesmo rapaz também tinha um blog e nele falava absurdos contra gays e o kit gay, usando termos como ‘prática anti-ética’ e citando “pensamentos” inspirados no Bolsonaro para justificar suas opiniões.

Cata o print, pois ele tirou o blog do ar (deixei a janela completa para vocês observarem que o site é o mesmo):

Clique para ampliar

Latrice, responda pra mim, por favor:

Melhor, né?

Quanto a isso, parafraseio um comentário anônimo: “Se você come camarão e porco, tira a barba, trabalha aos sábados, chega perto de alguma mulher enquanto esta está menstruada, usa roupas com mais de um tipo de fio ao mesmo tempo, não vende sua filha como escrava. Você também deve ser condenado ao inferno“.

Aliás, as senhoras sabem quem apoia oficialmente Luciano Rezende? A gracinha do Magno Malta. E a gente tá careca de saber que Magno tem todo um amor pela causa gay, não é mesmo?

Dica da Cristal

Bafo em Vitória: Homofobia ou desavença pessoal?!


Está rolando na internet uma foto que está dividindo opiniões. Deixa eu mostrar primeiro aí DEPOIS a gente conversa melhor:

Clique para ampliar

Vou dar minha opinião e vou abrir o canal para vocês opinarem também, tá bom? Não quero ser injusto abafando uma situação dessas, mas também não vou ser hipócrita lutando por uma causa que eu não acredito.

A minha opinião é simples: Não vi homofobia no comentário. E parece que a UJS (União Jovem Socialista) também não. Estranho que só ele, o dono e único ofendido com a postagem, acha que é homofobia.

Doutora? Hum…

O que eu vi na postagem foi um rapaz que conhece o menino há um tempo, já que usou o advérbio “sempre”, e que sabe gírias gays. Nós nos chamamos de vocativos muito piores que “Dr. Bixa” e sabemos muito bem diferenciar quando é ofensa.

Não devemos considerar homofobia toda vez que alguém usar a palavra “gay/ viado/ bicha/ boiola”, porque tudo é uma questão de contexto (E você vai acabar uma louca paranóica). Aliás, o uso do “dr.” me soou muito mais debochado que homofóbico. Ele debocha da bee, não da sexualidade dela.

É claro o sensacionalismo, a “vítima” nem tenta esclarecer o comentário, se mostrando descontente com a palavra usada e tentando tirar mais manifestações homofóbicas do rapaz, porque é assim que se faz num crime virtual, a fim de poder diferenciar homofobia de um problema pessoal.

Mas não, não se preocupou com isso e já foi com 4 pedras na mão escrevendo em caixa alta e chamando o cara de homofóbico, a atitude não foi nada sensata.

Se ele é homofóbico fora dali eu não posso afirmar, entretanto, só pelo comentário da foto não consigo ver homofobia. E o que está em discussão é a homofobia do comentário, apenas dele.

Mas essa é a opinião da tia Max, e não significa que vai ser a mesma de todo mundo. Por isso resolvi perguntar a vocês, leitores, se acham que é homofobia ou apenas uma desavença pessoal.

A homofobia causa um sentimento geral, se realmente for verdade e eu estiver errado, todos vocês vão se sentir ofendidos pela postagem e EU serei a louca. Caso contrário, a louca é a “vítima”. Então, vamos votar?

E é claro, dê sua opinião nos comentários, é muito importante. 😉

Gosto de homem, pica é consequência… será?


Desde o post da Léo Áquila falando sobre homens que ficam com travestis e a problemática em determinar a sexualidade deles, conversei com um amigo meu, gay e ativo, sobre essa questão.

A opinião dele me pareceu bastante preconceituosa quando ele disse que “gay gosta de pênis, se meu namorado não tivesse pênis eu não sentiria atração por ele.”

E completou: “Se esses homens que procuram travestis só quisessem sair com alguém mais liberal não precisariam sair com travesti, o que não falta no mercado são mulheres que fazem penetração com cinta nos clientes. São no mínimo bissexuais que não têm coragem de ficar com outro homem”.

Já eu achava que pênis era apenas uma “consequência do homem”, que nós nos atraíamos pela imagem masculina ou por resquícios dela (no caso de bee’s mais afeminadas) e esperamos que ali exista um pênis, claro, mas ele não seria o ponto-chave da atração, uma vez que travestis têm pênis e nem por isso nós gays nos atraímos por elas (ser mulher não se resume a ter rachada), certo?

Entretanto, voltando num post sobre transexuais Female to Male (de mulher para homem), observei que a maior parte dos leitores, tanto aqui quanto no Facebook, sentiram-se atraídos pela imagem, mas seriam incapazes de fazer sexo com eles devido à falta do pênis. Dando total razão ao que o meu amigo falou comigo lá em cima… e agora, Glória?

Será que o mesmo acontece com homens heterossexuais “de verdade” diante das travestis, quer dizer, que os homens heterossexuais sentem-se atraídos por elas fisicamente, mas quando descobrem que existe ali o pênis em vez da vagina, acontece a repulsa sexual assim como acontece conosco diante de um transexual female to male?

Ou será que tudo isso é apenas um reflexo da nossa cultura que segrega as sexualidades e nos obriga a deixar sempre claro por qual “padrão” nós nos atraímos? Sem nos dar a liberdade de experimentar e sentir novas formas de prazer, já que nós não fazemos sexo somente para a reprodução?

Aliás, eu mesmo já fiz sexo com homem, mulher, gnomo, seres de luz e entidades satânicas, e nem por isso deixei de ser gay… eu acho. Ser gay não é nada além de um rótulo, jamais vai conseguir representar a individualidade dos que fazem parte do grupo.

O que as senhoras acham? Vamos votar?

Síndrome de Betty, a feia – Como o meio gay criou monstros


Aviso: Post polêmico e desaconselhável para bee’s que não saibam a diferença entre “maioria” e “todo mundo”.

Bem bonita

Esses dias estava conversando com uma beesha leitora do blog sobre o nosso futuro e como nos víamos daqui uns 20 anos. Além de cacura, disse a ela que me via trabalhando num hospital renomado e tal, isso se eu não morresse antes, assassinada por alguma inimiga mortal do Babado Certo.

Fiz a pergunta de volta e, para a minha surpresa, ela não disse absolutamente nada sobre a sua vida profissional, só que queria ser “bonito”, ao ponto de ninguém ser capaz de criticá-lo quando fosse numa balada.

Envelheci 😦

Apesar dessa revelação ser chocante, é mais comum do que se imagina. Obviamente a gay é novinha e pouquíssimo experiente, mas é um medo coletivo dos gays o de envelhecer e deixar de ser atraente para as outras pessoas.

Atribuo isso à maioria dos gays que tiveram uma infância/adolescência na qual sofreram bullying por serem gays ou qualquer outro motivo, e quando cresceram perceberam que no meio gay, onde deveriam encontrar aceitação e se sentirem iguais, são discriminados do mesmo jeito.

Exótica

Eu nunca vivi isso, porque mesmo que tenha sofrido bullying na minha adolescência, depois que virei adulto desenvolvi um rosto belíssi… é… desenvolvi um rosto exótico e uma personalidade marcante o suficiente para me atrair vários seguidores.

Entretanto, não é muito raro, ao conversar com outros gays, observar a frustração que sentem quando vêem que o amigo bombado posta no Facebook que acabou de fazer a chuca e recebe 34 “curtir”, enquanto ela tem um brain storm e posta uma frase filosófica, mas só duas cacuras e uma pão-com-ovo de cabelo alisado com Guanidina acham legal.

Essa mesma gay frustrada, quando vê a quantidade de elogios que o amigo bombado recebe ao publicar uma foto sem camisa, acaba determinando que só será aceita quando ela adquirir aquele corpo.

Tudo isso porque por mais que o amigo bombado ache que “Cortina de Ferro” eram persianas para proteger as casas dos bombardeios, e ela passou com louvor em cinco vestibulares no ano passado, as pessoas ainda insistem em dar mais valor ao amigo bombado.

Aí a bombada letrada vai dizer: “Ah, Max, mas nem todo bombado é ignorante”. E não é mesmo! Posso citar dezenas de exemplos (inclua meus leitores bombados aqui <3). Pra tudo existem exceções, mas pautar teorias em exceções não é a melhor maneira de formar opinião.

Tenho mestrado em Havard, brow

Não sejamos hipócritas. O dia tem somente 24 horas, eu não consigo conceber a possibilidade de uma pessoa exercitar o corpo para chegar no nível que a sociedade deseja (Padrão gogo boy halterofilista, diferente de apenas atlético) e o cérebro na mesma proporção. Questão de lógica.

Quem nunca ouviu o ditado: “Não importa quantos livros de Franz Kafka você leu, você vai sempre perder o seu namorado para alguém que fica admirando o próprio corpo no espelho da academia”?

Daí o título do post, esses gays acabam se deixando levar pela tendência atual de valorizar o superficial e pautam o seu sucesso, a sua felicidade, na mudança do seu visual…

…Se fazendo valer da história da Betty, que mesmo que tivesse sucesso profissional sendo feia, só conseguiu o homem que queria e foi realmente feliz quando se encaixou no padrão de beleza da sociedade.

E aí? Como essa pressão social afeta vocês? Como lidam com a sensação de mesmo se exercitando e fazendo dietas malucas, tentando conciliar tudo isso com um pouco de cultura geral, sempre encontrar alguém considerado melhor que você somente por ter um par de gomos a mais na barriga?

A minha opinião é bastante simples: “Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas”.

Se é dos medíocres que você quer a admiração, vá em frente, mas depois não venha reclamar que o seu namoradinho cobiçado não consegue escrever uma oração de período composto.

Vamos pensar um pouco…


Quem foi na festa do Platinum sexta-feira, percebeu o quão perfeito foi o evento. quase 800 bee’s loucas pra fazer um boy no banheirón, mas infelizmente 98% das gays eram passivas, tanto que Ariadna teve que pegar um famoso DJ que estava tocando lá pra poder se sentir com um homem.

Mas diz uma gay (não vou citar nomes porque o Facebook dela não está em domínio público) que aconteceu um bafo, segue o depoimento dela:

Fiquem atentos às partes grifadas, okay?

Venho postar aqui minha indignação quanto ao tratamento ontem dia 09/03/2012 dentro do evento no Cerimonial Platinum, onde eu saí da minha casa para ver a apresentação do DJ Paulo Pringles e fui severamente agredido por um dos clientes presente com um soco na cara, na hora que buscava o que beber, paguei caro pelos serviços, mas mais caro ainda foi a agressão que levei e o tratamento indiferente dos seguranças que me colocaram para fora, como se eu fosse o causador do ocorrido.

Falo por mim, jamais irei a um evento nesse lugar e postarei em todos os meios de comunicação o quanto há de despreparo e derespeito ao público gay ou não na forma de tratar seus clientes. Estou com hematomas no corpo e fiz um boletim de ocorrência contra essa boate. Nunca mais piso meus pés num lugar desse.

Tenho dito.
AMIGOS NÃO VÃO A ESTE LOCAL , ELES NÃO ESTÃO PREPARADOS PARA ATENDER SERES HUMANOS.

Mas não termina aí, queridchêenhas, a boate ficou poota na paulista e se manifestou sobre o ocorrido (Sim, dessa vez eu procurei os dois lados da moeda antes de postar)

Prezado Max,

Buscamos proporcionar aos participantes da Festa Fuel For Night, tudo o que a de melhor e diferente na noite da Grande Vitória.

A respeito do Sr. Fulano, gostaria de ressaltar que entrei em contato com o Chefe da Equipe de seguranças contratado para o evento, Sr. Leonardo Vinci, e o mesmo AFIRMOU, que não houve nenhum participante colocado para fora, até porque se isso acontecesse, sem comunicação prévia aos organizadores, eles seriam penalizados. Contactei as recepcionistas que prestaram serviços até o final da festa na portaria. Elas além de confirmarem que não houve ninguém colocado para fora pelos seguranças, ainda se prontificaram a testemunhar e atestar, com o intuito de corroborar a versão descrita acima.

Gostaria que o Sr. Fulano, que disse ter sido agredido, e estar
com hematomas, fornecesse um laudo da perícia médica de corpo e delito, a qual seria encaminhada ao fazer o Boletim de Ocorrência e a partir daí nos vamos dar prosseguimento ao fato solicitando também a filmagem interna e externa da recepção, a fim de solucionarmos o fato em questão.

Agradecemos pelo comunicado e transparência nas informações.

Upper Eventos.

E agora, Glória? A senhora vai ter que provar que foi agredida dentro da boate, e colocada pra fora.

E digo mais, bebês, sabe o que é mais interessante? A gay disse que levou UM soco, foi tratada com INDIFERENÇA pelos seguranças, mas está com o corpo cheio de hematomas.

Agora eu pergunto, como uma pessoa que levou UM SOCO, e foi tratado com indiferença pelos seguranças, está com o corpo cheio de hematomas? Só se o deus Shiva bateu nele, néam?