Guia Vix de Pegação – Recomeço


tumblr_mlyvw31efl1rq1588o1_400

tumblr_mi6gsdININ1rlyh0co1_500Há muito tempo tenho recebido e-mails de leitores pedindo dicas de locais de pegação aqui no estado. Mas como sou a beesha mais fresca desse mundo quando o quesito é sexo casual, não costumo frequentar pontos de pegação.

Sou tão medrosa, mas tão medrosa, que sábado fui ao banheiro da Botecaria (aqui em Vila Velha) retocar minha maquiagem, e enquanto eu estava olhando no espelho um cara me chamou lá do mictório… acreditam que quando virei pra olhar ele estava com o pinto pra fora sacudindo pro meu lado?

Logicamente saí correndo, em choque com tamanha falta de sensibilidade: Não se mostra o pinto para uma bee num local que ela não poderá chupar com tranquilidade.

Por esse motivo, a missão vai ficar pra vocês!

Qual é o seu ponto de pegação favorito? Já fez pegação num lugar inusitado? Tem informações sobre a pegação no interior do estado?

sente

Então manda pra cá a sua história, e vamos montar juntinhas o novo Guia Vix de Pegação, afinal, nossos visitantes precisam de informação turística para não caírem na bobeira de ficarem só na Rua da Lama.

Envie sua história para max_babadocerto@hotmail.com, com seu nome ou apelido, não vamos identificá-lo caso não queira.

Participe da pesquisa sobre consumo LGBT em Vila Velha e Vitória!


Está sendo realizado um estudo para um trabalho de conclusão de curso a respeito do consumidor de entretenimento LGBT dos municípios de Vila Velha e Vitória.

O que se quer descobrir é o perfil deste consumidor, sua avaliação dos serviços nesses municípios, frequência e gasto mensal com entretenimento voltado para ele.

Para contribuir com a pesquisa é só clicar AQUI e responder o questionário. A pesquisa será realizada até dia 25 deste mês. E fica tranquilo que os resultados serão divulgados COM EXCLUSIVIDADE aqui no Babado. MUAH, Gazeta! rs

ATENÇÃO: Reunião Extraordinária


Senhores e senhoras militantes e Entidades de Direitos Humanos e Cidadania LGBT;

O Fórum Estadual em Defesa dos Direitos e Cidadania de LGBT do Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições faz a todos e todas  saberem  da convocação extraordinária dos membros do fórum e Entidades ligadas a defesa dos Direitos Humanos para uma reunião de urgência.

Dia: 24 de fevereiro – hoje, sexta-feira;
Local: Sala de reuniões da SEMCID
Horário: 16h
Pauta: Assassinato homofóbico em VV, suicídio infantil por bullying em Vix e demais assuntos

Contamos com sua luta intransigente a favor dos direitos humanos e contra a violação de direitos.

Cobertura da Parada Gay da Serra


Meldels! Vocês sabem que eu não tenho preconceito com pão-com-ovo e muito menos com gente feia, afinal, certeza que a maioria das bee’s leitoras do Babado Certo dizem que eu sou as duas coisas… mas puta merda, abriram a Caixa de Pandora na Parada Gay da Serra!

Saí de casa às 14 horas pra chegar no Reino Tão Tão Distante que é Jacaraípe a tempo de pegar a parada gay ainda acontecendo. Aproveitei pra tomar dois Dramins porque eu sempre enjôo em viagens longas.

Chegando lá, começamos a andar em direção ao trio, que, diga-se de passagem, era do tamanho de uma van. Mas isso é aceitável, uma vez que a rua era estreita demais para caber um trio normal. A única coisa imperdoável naquele trio eram as músicas, poxa vida, galerãm, duas divas pingadas no meio de um monte de batida irreconhecível é foda, néam?

Comecei a beber e beber, porque nada apagaria os sucessivos traumas aos quais eu era exposto quando passavam umas gays tão exóticas quanto um clipe da Grace Jones… é… mas aí você tira a parte boa do exótico e deixa só o resto.

Engraçado foi uma bee de moicano que passou no meio de um grupo de outras gays tão étnicas quanto ela, e foi submetida a uma sessão de bullying, elas diziam assim: “Ah, Glória Maria, vai alisar esse cabelo de pico, tá tão duro que nem precisa de gel pra manter o moicano em pé!”

Desse jeito, gente! Eu acho que existe tipo uma hierarquia entre elas, baseada na força da Guanidina que aplicam no cabelo e na quantidade de foliculite que elas conseguem tapar com maquiagem, porque as mais feinhas eram escurraçadas pelas um pouco menos feias que elas… e eu disse UM POUCO, porque eram BEM pouco menos feias. hahaha

Inclusive, eu não sei porque tinha tanta camisinha aberta jogada no chão, eu prefiro acreditar que era para encher e fazer de bexiga, porque eu não quero nem pensar que teve gente que conseguiu garimpar alguém pegável naquele rock.

Por fim, a organização foi um luxo, as drags quebraram o caralho todo, a polícia estava 100% e… definitivamente, eu acho que só quando eu morrer é que finalmente vão citar o Babado Certo em cima do trio de alguma Parada Gay aqui no Espírito Santo.

p.s.: Dizem as más línguas que um blogayro cabixaba foi visto fazendo sexo oral embaixo da ponte. Não sei de qual blog é, mas aconselho de coração que ele corra o mais rápido possível para o Centro de Infecções e Micologia da Ufes de Maruípe.

Agradecimentos especiais à fofa da Malena que tirou as fotos pra gente. Para ver todas as fotos, clique AQUI