As Creusas e o Sexo


Todo mundo aqui se lembra da Creusa da novela América, não é meihsmo? Pra quem não se lembra, é aquela personagem da Juliana Paes, super beata e que à noite saía pra seduzir os boys da cidade, com sua cinta-liga caricata.

Até então eu pensava que isso era um reflexo do machismo que sempre castrou a sexualidade da mulher e acabou por criar comportamentos desse tipo, mas eu achava que isso só afetasse os heterossexuais, com seus tabus e koo’s intocáveis. Uma vez que nós gays nos permitimos um pouco mais de liberdade quando o assunto é sexo… é… mas nem todo mundo é assim.

E esse piercing?

Esses dias estava conversando com uma amiga, e ela me contou sobre uma gay colega nossa, que sempre pagou de evangelicazona, puritana, que mesmo sendo gay e cristão (o que já é um grande absurdo), sonhava com o príncipe encantado e sempre fazia críticas ferrenhas ao meu comportamento libertino.

O que eu não sabia era que essa mesma gay teve a audácia de convidar essa minha amiga para fazer um ménage à troi com um boy que ela conheceu no Chat Uol (Essas sem vida social sempre apelam pro Chat Uol). Quando ela, chocada, falou que não ia, ele respondeu que já tinha feito sexo com mais de um homem diversas vezes e que era super divertido.

Não que eu discorde, realmente é super divertido ser a única passiva de um grupo de ativos sedentos por carne, mas qual o propósito de botar banca de moralista, ofender as outras pessoas e depois fazer EXATAMENTE aquilo que diz abominar?

Outro dia estava num bar com várias beeshas desconhecidas, e comecei a falar de sexo, assunto que eu amo discutir, afinal, é trocando experiências com os amigos que a gente conhece melhor o seu corpo, o corpo dos outros e tudo aquilo que é saudável ou não na cama, tô mentindo?

Entretanto, as gays ficaram possessas com o papo, diziam que não gostavam de falar sobre aquele assunto porque tudo que elas faziam deveria ficar entre 4 paredes. Claro que tem que ficar entre 4 paredes, ninguém tá pedindo para que elas façam sexo no meio da Rua da Lama (no banheirón podtchy)!

Todo mundo come e todo mundo trepa, todo mundo conversa sobre comida por ser algo generalizado e se sexo também o é, porque não falar sobre ele?

Todo mundo come

Farinha do mesmo saco

Por isso chamo essas bee’s de Creusa, tenho pra mim que todo assunto que uma pessoa abomina é pelo fato dela ter rabo preso com ele. Pior ainda são os moralistas, aliás, essa palavra não existe sem o prefixo “falso-“, é impossível que uma pessoa ande 100% de acordo com todos os dogmas de valores e bons costumes judaico-cristãos, e se anda, pode ter certeza que é um poço de recalque. Enfim, andando ou não, ser gay já é um motivo e tanto pra deixar sá porra toda de lado e apreciar a ida inevitável pro inferno.

Portanto, se você é uma dessas enjoativas que acham que copiando o comportamento dos héteros moralistas você vai se sentir mais inserido na sociedade, let it go, bebê. Para esses mesmos héteros moralistas você é tão vinhádo e degenerado quanto a passivona que vai pro Cine Erótico atrás de rola, porque para a homofobia não importa a sua índole, seu caráter, se você só faz sexo depois do casamento… você faz tudo isso COM HOMEM, e isso já basta para que você seja igualada a todo o resto.

Então, cá entre nós, não é melhor estar com a consciência limpa, trepando seja com desconhecidos ou com seu namorado de 5 anos, sem tentar se por numa posição privilegiada só pelo que você faz ou deixa de fazer com seu edi? É fato que você vai se sentir muito melhor e poupar muitos anos de uso de Renew Clinical para desamarrar essa cara mal-humorada sua, assim:

55 comentários sobre “As Creusas e o Sexo

      • Pessoal, complementos muito bons Formanski, mais sobre itsreca INCA do Wikipedia: Se bem que o impe9rio fosse muito centralizado e extremamente estruturado – e ate9, pode dizer-se, burocre1tico –, ne3o havia um sistema de itsreca. Para gerir o impe9rio eram utilizados os quipus (quipus), cordf5es de le3 ou outro material onde se3o codificadas mensagens.Destinavam-se os quipos a manterem estatedsticas permanentemente actualizadas. Regularmente procedia-se a recenseamentos da populae7e3o extremamente completos (por exemplo, nfamero de habitantes por idade e sexo). Registava-se ainda o nfamero de cabee7as de gado, os tributos pagos ou devidos aos diversos povos, o conjunto de entradas e saeddas dos armaze9ns estatais, etc. Mediante os registos procurava-se equilibrar a oferta e a procura, numa tentativa de planificae7e3o da economia .O que nos leva a necessidade de algum controle externo e0 memf3ria.Sobre este trecho: Estou ficando com o conceito de que um dos grandes problemas da humanidade e9 a falta de COMUNICAc7c3O Sf3 se comunica quem quer trocar e ne3o dominar.E a histf3ria humana, ate9 aqui, e9 mais marcada pela dominae7e3o do que pela troca.Vamos em frente,grato a todos pelos comente1rios!

  1. Não gostei do comentário de ser passivona quem vai ao cine erótico …..última vez q fui lá , nao dei pra ninguém, pelo contrário foram 5 atendimentos e todos pra comer…eu heim ..só quem vai lá não é só passiva nao .. kd a voz dos versáteis excluídos ..me senti tao discriminado !!!

    • Foi só um exemplo bee, o fato da passivona ir no Cine Erótico deixa implícito que lá tem ativo e versátil também, né, se tivesse só passiva não teria sentido ir lá.

      Falei da passivona que vai, mas poderia ter falado do ativão, da versatilzona… só escolhi um dos grupos pra exemplificar…

        • Motivo pra brigar por causa desse post é o que mais tem né dona Max, olha bem, ser discriminado por não andar dando como se o mundo fosse acabar amanhã é uó’
          Eu nunca paguei de santo, porém não sou do tipo que faz sexo casual, sempre achei que transar só por transar é o fim, a gente é muito mais que matéria, que corpo. E eu nunca ofendi ninguém que saia “putiando”, e muito pelo contrário várias bee’s que gostam de distribuir (inclusive amigas minhas) já me gongaram/gongam. Cadê o respeito mútuo? Achei muito uó, geralmente adoro o que vc escreve mas esse foi muito, muito infeliz mesmo ao meu ponto de vista.

          • Não vou discutir argumentos que se baseiam da interpretação equivocada do meu texto, é dar murro em ponta de faca. Leia o texto de novo, me mostre onde eu digo que se deve fazer sexo com qualquer um, e depois a gente discute, okay?

          • Homem hétero fode com qualquer desgraça, são promiscuos até dizer chega. Quantidade é bem mais importante para eles do que qq qualidade física; gozar é mais importante, tanto é q pegam viado a rodo.
            Fico impressionado com as bichas que aceitam o mesmo papel imposto à mulher na sociedade: pura e casta. Tanto é q qdo um gay pega geral ele nao é chamado de galinha ou pegador, e sim de puta, mesmo adjetivo dado a mulé. Como a sociedade associa o gay a mulher, acabaram incubindo a nós os mesmos comportamento sexual e preconceito imposto a elas. E o viadada sem perceber reproduz essa ideia.
            Por isso nao condeno meus amigos que pegam geral. Ta certinho, pega todo mundo mesmo

    • Dylan,o que o Gleiser coloca e9, no fundo, a iiapaccndade humana de compreender a realidade. c9 uma limitae7e3o humana. Sempre teremos uma vise3o sobre tudo histf3rica.Hoje, e9 assim, amanhe3 vai depender de quem este1, as ferramentas que temos para medir.Desta forma, para o ser humano sf3 existiria uma aproximae7e3o, sempre sere1 uma aproximae7e3o..e, portanto, ne3o existe, para nf3s, uma realidade, pois sempre sere1 incompleta.Ou seja, ne3o de1 para algue9m dizer, agora sim, cheguei le1.Seria impossedvel para nossa espe9cie.Se existe algo de fato que existe independente do humano, ne3o sere1 a nf3s dado o direito de descobrir, portanto, para a humanidade, nessa nossa limitae7e3o, isso ne3o se coloca.Pois se3o tantas as possibilidades fora essa vise3o histf3rica..e de que a realidade e9 o que conseguimos ver dela.Assim, vocea poderia ter.Sim, existe uma verdade mas nf3s nunca chegaremos nela. Ne3o, como ne3o podemos medir, ne3o vale a pena procurar essa verdade final, mas aceitarmos nossos limites.A vise3o do Gleiser vai contra fedsicos que querem descobrir a verdade final , deixando de melhorar a vida possedvel, as questf5es, que de3o para resolvermos nesse momento histf3rico.Ou seja, vamos baixar a bola e cuidar das coisas aqui do lado?O que nos remete e0 orae7e3o da serenidade, do AA: Dai-me a serenidade para aceitar as coisas que eu ne3o posso mudar,coragem para mudar as coisas que eu possa,e sabedoria para que eu saiba a diferene7a c9 mais do que uma queste3o cientedfica uma filosofia da cieancia e diria mais, uma filosofia diante da vida.Algo que nos relaxa diante da natureza e nos coloca em sinal de respeito.Mas e9 possedvel pensar dessa maneira de achar que he1 le1 fora uma realidade.Mas como nunca chegarermos le1, o que no fundo daria no mesmo.Vamos procurar o que de1 e ne3o viajar em um sonho impossedvel.Pois geraria uma ansiedade desnecesse1ria um eterno jogo de tentar o sonho impossedvel. Que dizes?

  2. Olha Max vou falar uma paradãn ain… Sou uma besha praticamente virgem, não sei o q é neca/edyy a pelo menos 5 anos, e mesmo assim adorooo falar do assunto e acho valido compartilhar informações como vc disse acima,mas tem gente que prefere fazer a linha Sandy néah???

    • Claro! Você está corretíssimo! Principalmente quando se tem pouca experiência, é aí que você tem que conversar mesmo sobre o assunto com quem sabe mais.

  3. Crescemos ouvindo mil e uma contraindicações ao sexo, mas no fim quando se trata de julgar o certo ou o errado é sempre aquele caso: “faça o que eu digo, não faça o que eu faço”.

    E usamos desse artifício em infinitas situações. É um pai fumante que não quer que os filhos tenham esse hábito. Ou um amigo que usa um entorpecente mas não o recomenda para ninguém.

    Não tem jeito, é sabedoria popular, em geral se cuida mais da vida dos outros do que da própria vida. Eu consigo ver os prós e os contras, mas quando se é criticado não se pensa nisso. É do ser humano.

    Psicólogos e especialistas de plantão que expliquem.

    #freudexplica

  4. Pelo menos essa Creuza da sua história não “esconde” que é do babado, e contou os seus desejos mais “ocultos” para alguém, eu conheço uma beesha muito pior, que é simplesmente o cúmulo da cara de pauzice.
    Bom, acho que já comentei aqui que eu moro bem na roça, pensa num fim de mundo, então, é depois.
    Imagina a vida das beesha na roça, primeiro que “””quase não tem””” amigays.
    Enfim, tenho dois amigos aqui que são gays, e irmãos ainda por cima, adoro eles, é risada na certa.
    Uma dessas irmãs é frequentadora assídua da Space ( agora não mais, a space fechou néh ?), tá sempre em VV essa mafiosa.
    Certo dia essa bee estava na Space e avistou uma bee aqui do bairro (não é assumida, mas dá mais pinta que a Dé), que ainda por cima é evangélica.
    Pra não me comprometer vou usar nomes fictícios, minha amigay aqui vai se chamar Rose Herman, e a evangélica vai ser Creuza mesmo.
    A Creuza tbm viu Rose Herman, porém achou que a Rose não tinha a visto.
    Depois de uns dias, Creuza viu Rose Herman e falou:
    “Nossa Rose, tava vendo umas fotos no face de uma amiga minha, e tinha umas fotos suas, era numa boate, se chama Space néh?”
    Rose Herman respondeu: ” É, eu te vi lá…” minha amiga fez a descrição completa do figurino da Creuza e ainda falou pra Crente nunca mais falar com ela!
    Essa Creuza sempre fala comigo, e eu falo só por educação, o básico somente. Esses dias vi ela de mãos dadas com uma rasha (crente também), e ouvi ela falando que ia casar!

    Poderia ficar falando por horas sobre a cara de pauzice dessa Bee, mas pessoas assim me dão asco!

  5. Namorado de 5 anos foi óóóótchymo!! kakakakakakakakláu!
    Tive um pesadelo com essa Creuza quando eu assistia a novela, que ela me capturou e me levou pra um quarto, onde a gente ia transar, só que ela tava com uma cinta caralha maior que ela!

  6. Maxinia ..falei só pra te trolar logo cedo pela manha .kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk pq eu sei oq to fica nervosa com quem nao entende seus textos auhshuashausuahsuahsuahsua

  7. Adoro conversar sobre sexo, mas minhas amigues acham que eu sou promíscuo e nojento só por causa disso.
    Promíscuo eu sou mesmo, só não saio realizando tudo que vem na minha cabeça. Nojento são elas, que quando estão no particular comigo, jogam TODAS as verdades sexuais, ou seJE: na frente das outras, querem fazer a santa, just like Creusa.

    (Essas sem vida social sempre apelam pro Chat Uol)
    ^
    Muitas mágoas surgirão. kkkkkkkkkkkkkk

    • 25) Por causa disso, a tentativa de fazer poojetrs pilotos nas organizae7f5es e na sociedade, sem a devida preparae7e3o de mudane7a da cultura de controle, a0ne3o tem funcionado a contento. Ao se tentar implantar tecnologias digitais em rede, indutoras naturais dessa mudane7a para a nova cultura, tais poojetrs acabam por esbarrar na cultura passada e criam crises de culturas distintas no mesmo ambiente, mal gerenciadas pela falta de conscieancia do que de fato este1 mudando (ver mais sobre me9todos de implantae7e3o de redes sociais corporativas aqui);

  8. Concordo em partes. Quanto ao ser gay e cristão ser um absurdo, discordo.
    Em nenhum momento o cristianismo é incompatível com a homossexualidade, caso isso fosse verídico, o cristianismo seria contra todos. É fácil, apenas pegue a bíblia e extraia apenas as partes que vos convém.

    Mentir é pecado, assim como ser gay também é pecado (teoricamente né?). Tudo depende do ponto de vista de cada indivíduo.

    O maior problema é demonizar o cristianismo à troco de nada. A religião tem muitas coisas ruins? Sim, mas vale lembrar que existem diversos cristãos que hoje já possuem uma visão completamente diferente sobre a homossexualidade. [Referência POST da Izaa: http://babadocerto.com/2012/01/27/desculpem-pelo-modo-como-a-igreja-trata-voces/%5D Entre outras pessoas como a igreja Metropolitana.

    Ficar com raivinha de religião não dá. Isso é coisa de adolescente na puberdade quando fica com raiva de deus.

    E quanto a promiscuidade, sou cauteloso na minha opinião. Eu sou daquela pessoa que fala muita bobeira, muita mesmo, mas não aponto erro de ninguém e nem tento moralizar a atitude daquela pessoa, apenas discordo.

    É aquela coisa, dificilmente uma pessoa, seja homem ou mulher, irá escolher uma pessoa com um histórico promíscuo para se envolver afetivamente. Isso, claro, com raríssimas exceções. E neste quesito, não vale argumento do tipo: ‘mas isso não tem nada a ver’, ‘é ideia errada da sociedade’. As vezes precisamos parar com nosso espírito revolucionário e simplesmente nos conformar com o que já esta formado.

    • “Em nenhum momento o cristianismo é incompatível com a homossexualidade, caso isso fosse verídico, o cristianismo seria contra TODOS.”

      Quem está errado então?? hein?? ¬¬

      “Mentir é pecado, assim como ser gay também é pecado (teoricamente né?). Tudo depende do ponto de vista de cada indivíduo.”

      A palavra mentira neste post é usada para justificar a hipocrisia de algumas pessoas, o problema é que vocês associam alguns temas como ética; verdade e coerência com religião. A mentira foi usada no post para justificar a incoerência de certas pessoas.Até parece que alguns valores como moral, verdade, compaixão… são propriedades cristãs. ¬¬

    • Levíticos é muito claro, não permite duplas-interpretações, o dia que você puder me mostrar que é possível ter uma segunda interpretação do que está escrito, concordarei contigo… lembrando, do que está ESCRITO, não pode vir com aquela desculpa do “mas naquela época era assim, tem também a parada do camarão e dos tecidos que também é abominação, mas ninguém respeita”, que não cola, o fato de não seguirem tudo não quer dizer que não está escrito.

      • Max, talvez você esteja certo, talvez.
        Um amigo meu que frequenta a igreja Metropolitana, que por sinal fica na UFES (não sei se ainda fica), me mandou um artigo interessantíssimo, se tiver interesse me fala que te passo. Aqui vai um trecho:

        “Não te deitarás com homem como se deita com mulher; é uma abominação.” (18:22)!!
        “Se alguém se deitar com homem como os que se deitam com mulher, os dois cometeram abominação; certamente hão de morrer. Sua culpa de sangue caia sobre eles.” (20:13)

        Estes versículos, parte do Código de Santidade, no livro do Levítico da Escritura Hebraica (capítulos 17-26), tentam refletir as formas em que o povo de Israel atuaria para diferenciar-se de seus vizinhos Mediterrâneos. A luz das já mencionadas práticas sexuais dos vizinhos de Israel, se torna claro que esta proibição no Levítico foi uma tentativa de conservar a harmonia interna da sociedade masculina judaica, ao não lhes permitir participar em cópulas anais como um meio para expressar ou obter superioridade social ou política. Estes versículos não proibiam, de forma alguma, ou
        nem sequer falam, do amor, das relações amorosas dedicadas entre pessoas do mesmo sexo.

        Max, hoje eu não acredito em muitas coisas do cristianismo, mas tenho uma opinião parcial. Olha, se eu lesse isso que você escreveu há um tempinho atrás ficaria arrasado, me sentiria a pior pessoa do mundo. Teria inúmeros motivos para isso.

        Antes tinha um ódio enorme das igrejas, em especial do cristianismo, meio nietzschiano né? KKKKK… Hoje, não ligo mais. Cada um segue como quiser.

        Veja o exemplo da pastor Lana Holder: http://www.youtube.com/watch?v=hirWhT1dOzs

        Filme Orações para Bobby: http://www.youtube.com/watch?v=kqJ9Ern9UjU

        Veja a resposta de um EX-Evangélico, agora ativista GAY SECULAR (ATEU).

        Atualmente, algumas denominações consideradas “inclusivas” estão fazendo esse trabalho. Elas procuram vivenciar um cristianismo sem homofobia ou outros preconceitos. Existe, sim, a meu ver, espaço para esse tipo de comunidade de fé. Considero benéfica a existência desses espaços para aqueles que realmente não conseguem viver sem religião. É melhor que sejam religiosos moderados e mais equilibrados do que acabar vivendo entre fundamentalistas cegos. Eu, porém, abandonei totalmente o cristianismo, não por considerá-lo incompatível com minha orientação sexual, mas por perceber que ele não leva vantagem em termos epistemológicos, digamos assim, sobre qualquer outra religião, mitologia ou sistema de fé. [Fonte: http://bulevoador.com.br/2011/01/19677/%5D

      • Levítico é antigo testamento, velha aliança, Judaísmo…

        Estude o assunto completo antes de falar o que não sabe.

    • Max, talvez você esteja certo, talvez.
      Um amigo meu que frequenta a igreja Metropolitana, que por sinal fica na UFES (não sei se ainda fica), me mandou um artigo interessantíssimo, se tiver interesse me fala que te passo. Aqui vai um trecho:

      “Não te deitarás com homem como se deita com mulher; é uma abominação.” (18:22)
      “Se alguém se deitar com homem como os que se deitam com mulher, os dois cometeram abominação; certamente hão de morrer. Sua culpa de sangue caia sobre eles.” (20:13)

      Estes versículos, parte do Código de Santidade, no livro do Levítico da Escritura Hebraica (capítulos 17-26), tentam refletir as formas em que o povo de Israel atuaria para diferenciar-se de seus vizinhos Mediterrâneos. A luz das já mencionadas práticas sexuais dos vizinhos de Israel, se torna claro que esta proibição no Levítico foi uma tentativa de conservar a harmonia interna da sociedade masculina judaica, ao não lhes permitir participar em cópulas anais como um meio para expressar ou obter superioridade social ou política. Estes versículos não proibiam, de forma alguma, ou
      nem sequer falam, do amor, das relações amorosas dedicadas entre pessoas do mesmo sexo.

      Max, hoje eu não acredito em muitas coisas do cristianismo, mas tenho uma opinião parcial. Olha, se eu lesse isso que você escreveu há um tempinho atrás ficaria arrasado, me sentiria a pior pessoa do mundo. Teria inúmeros motivos para isso.

      Antes tinha um ódio enorme das igrejas, em especial do cristianismo, meio nietzschiano né? KKKKK… Hoje, não ligo mais. Cada um segue como quiser.

      Veja o exemplo da pastor Lana Holder: http://www.youtube.com/watch?v=hirWhT1dOzs

      Filme Orações para Bobby: http://www.youtube.com/watch?v=kqJ9Ern9UjU

      Veja a resposta de um EX-Evangélico, agora ativista GAY SECULAR (ATEU).

      Atualmente, algumas denominações consideradas “inclusivas” estão fazendo esse trabalho. Elas procuram vivenciar um cristianismo sem homofobia ou outros preconceitos. Existe, sim, a meu ver, espaço para esse tipo de comunidade de fé. Considero benéfica a existência desses espaços para aqueles que realmente não conseguem viver sem religião. É melhor que sejam religiosos moderados e mais equilibrados do que acabar vivendo entre fundamentalistas cegos. Eu, porém, abandonei totalmente o cristianismo, não por considerá-lo incompatível com minha orientação sexual, mas por perceber que ele não leva vantagem em termos epistemológicos, digamos assim, sobre qualquer outra religião, mitologia ou sistema de fé. [Fonte: http://bulevoador.com.br/2011/01/19677/%5D

  9. oi max, adoro o blog de vcs, acho divertido, antenado e principalmente inteligente. mas pela primeira vez discordo 99% do que vc escreveu. o 1% é falar uma coisa e fazer outra, aí sim. mas quanto ao resto, frequentar igrejas que não aceitam gays é coisa bem relativa, pq se na teoria eles abominam, na prática( helllo vaticano) a gente sabe que é beem diferente. e quanto a comentar em rodinhas tem sim que ter cuidado, nem sempre quem tá ali é seu amigo, às vezes tá só esperando motivo pra jogar seu nome na lama, além de que eu acho nojento ficar ouvindo detalhes sórdidos de transas com gente que vc acha feia ou vulgar. pra ler/ouvir/ver putaria existe o mundo pornô. trocar experiências só cazamiga leais que costumam ser bem poucas.

  10. oi max, adoro o blog de vcs, acho divertido, antenado e principalmente inteligente. mas pela primeira vez discordo 99% do que vc escreveu. o 1% é falar uma coisa e fazer outra, aí sim. mas quanto ao resto, frequentar igrejas que não aceitam gays é coisa bem relativa, pq se na teoria eles abominam, na prática( helllo vaticano) a gente sabe que é beem diferente.
    e quanto a comentar em rodinhas tem sim que ter cuidado, nem sempre quem tá ali é seu amigo, às vezes tá só esperando motivo pra jogar seu nome na lama, além de que eu acho nojento ficar ouvindo detalhes sórdidos de transas com gente que vc acha feia ou vulgar. pra ler/ouvir/ver putaria existe o mundo pornô. trocar experiências só cazamiga leais que costumam ser bem poucas.

    • “pq se na teoria eles abominam, na prática( helllo vaticano) a gente sabe que é beem diferente.”

      O que só corrobora a tese de que eles não prestam…
      Falou, falou e não disse nada!

      • não queria me alongar no assunto mas já que vc insiste…eu parei de frequentar a igreja católica tem tempo, acho hipocrisia demais para MIM. pq vejo a quantidade de gays ali(os constantes escândalos tão ai pra todo mundo ver). mas ter uma religião faz parte do ser humano( assim como faz parte as exceções-ser ateu) cada um se sente bem em um lugar, tenho vários amigos gays que adoram determinadas igrejas e eu não sou EU que vou julgar se tá certo ou errado. o que é ‘prestar’? se vc vive num mundo maniqueísta parabéns. o que eu vivo é ligeiramente diferente.

        • Eu penso igual minha mãe: prefiro uma igreja aberta do que um buteco, com menos ódio e mais tolerância no S2, é claro.
          Amo um buteco !

        • Eu entendo que o ser humano vive em constantes crises com relação a sua existência e vários questionamentos, é algo compreensível, e quem nunca passou por crises existenciais??
          Respeito as pessoas que frequentam qualquer tipo de religião, inclusive quando este é o assunto em pauta no blog eu prefiro me abster, porém em situações como a do Marcos Barbosa eu não consigo ficar quieto, porque neste caso ele foi dualista implicitamente.
          Guess Who, te respeito, também fui católico quando criança, agora me chamar de maniqueísta não faz sentido, se eu te chamasse assim tenho certeza que faria até mais sentido, mas creio que vc assim como eu não é maniqueísta, é uma coisa que eu justamente combato… é ainda mais contraditório se vc levar em consideração que o maniqueismo parte do princípio do Bem (Deus) vs Mal (Diabo)…

          • “O que só corrobora a tese de que eles não prestam…” esse é um pensamento extremamente maniqueísta. a religião pode não ser boa para mim ou para vc mas algum bem( desde que não pregue apenas o mal) dali há de vir…quantas pessoas já sairam da sarjeta depois que se tornaram ‘crentes’? eu conheço várias. a homossexualidade é uma diferença que grande parte das pessoas ainda não absorveu.e algumas religiões tem um discurso de persuasão baseado numa moral que preza pela igualdade e não pela diferença. mas o mundo é feito de diferenças inclusive essa.

          • Amo vocês, já disse isso? Sabia que uma pequena citação religiosa causaria uma discussão super elucidante nos comentários. ❤

      • Fiquei tentado a ler o livro para omhler entender algumas ide9ias. Talvez, vocea possa me ajudar, mais uma vez.A respeito do aque1rio, por exemplo. Se tudo o que, de fato, existe e9 criae7e3o nossa, inclusive a Cieancia, nada pode existir do lado de fora dele, ou seja, nada pode existir que ne3o conhee7amos, que ne3o fae7a parte da realidade.Vejo duas consequeancias para esse raciocednio: Se nada existe fora da realidade do nosso aque1rio, ne3o he1 possibilidade de conhecermos nada de novo, porque estaredamos falando em DESCOBRIR o que ne3o existe. Nesse caso, os novos conhecimentos desmentem a teoria, na medida que surgem e, inclusive, aumentam o nosso aque1rio.A segunda consequeancia seria crer que todo o conhecimento, invariavelmente e9 construeddo e ne3o descoberto. Nesse caso sim, a Cieancia e9 uma criae7e3o. Essa hipf3tese tambe9m me parece absurda, je1 que a despeito de nosso conhecimento as leis naturais sempre funcionaram. A e1gua ne3o passou a hidratar sf3 porque criamos que ela hidrata . Ela sempre hidratou. Se amanhe3 aprofundarmo-nos na composie7e3o da e1gua, as novas criae7f5es ne3o invalidare3o toda ae7e3o que a e1gua provoca. No me1ximo, entenderemos omhler a ae7e3o que pouco conhecedamos. Assim se fazem as leis universais que, mesmo desconhecidas por nf3s, existem e regulam a vida em variadas manifestae7f5es. A vida ne3o existe porquea a Cieancia a criou.Adotar uma possibilidade dualista tambe9m me parece impreciso. Se dissermos que as Cieancias Naturais descobrem e as demais constroem, je1 invalidamos a ide9ia de que tudo que existe e9 criae7e3o nossa .Nas minhas atuais limitae7f5es, o que consigo projetar e9:a) Existem leis universais que je1 existiam antes dos nossos esfore7os mentais. A Cieancia, timidamente, interpreta de maneira correta ou equivocada os efeitos dessa lei.b) Nf3s co-criamos novas causas e efeitos, seja de maneira intencional, seja de maneira inconsciente e inconsequente.c) O nosso pensamento constrf3i representae7f5es do mundo sim, mas a partir de impressf5es de coisas que existem, mesmo que a gente ne3o as conhee7a e de outras coisas que acreditamos exisitr.Conto com a compreense3o dos que consigam enxergar esse cene1rio de maneira mais ampla do que eu.Forte abrae7o!

  11. Nossa, eu pensava q todos os gays só falavam de sexo. Essaé a visão q meus amigos e eu temos.
    Quando saimos pra barzin, boate, padaria, shopping, até no açougue, 70% do nosso papo é sobre sexo e homens. Amo! E isso é algo LÓ-GI-CO.
    De vez em qdo questionam do porquê de só falarmos em sexo o tempo todo, pois qriam falar de assuntos mais diversos como faculdade, trabalho etc. Eu expliquei que falamos sim sobre outros assuntos, mas a predominância no nosso grupo continuará sendo naturalmente sexo, homens, pegação. Por quê? O motivo é o que nos une. Somos um grupo q tem um vínculo mais com festas, azaração. Da mesma forma, se vc sair pra um bar com seus colegas de trabalho o que predominará será os papos envolvendo o trabalho; se sair com o grupo da academia o papo tb será mais voltado para assuntos de academia. Ou será q tem lógica vc sair com o grupo da academia e predominar o assunto trabalho, festas? A conversa que dominará no grupo é diretamente propocional ao que vcs fazem juntos.

    Concordo plenamente com seu texto, max, exceto numa coisa:
    “mesmo sendo gay e cristão (o que já é um grande absurdo)”
    Por que nao pode existir ?
    Eu nao tenho que concordar com qualquer dogma q a igreja tenta me enfiar goela abaixo e isso não me deixa menos cristão. Dogmas como esses são princípios definidos pela igreja e não por Deus.

    • Existir existe, só não deixa de ser absurdo e incoerente :D, esses dogmas estão na Bíblia, e não é esse o livro sagrado que eles chamam de “palavra de deus”? Se a “palavra de deus” não está 100% correta, o que está?

      • Pelo que eu sei dogmas são “regras” impostas pelas igrejas e vc nao os encontra na biblia. São as chamadas doutrinas! Por exemplo, na igreja católica há o dogma, doutrina da castidade dos padres. Isso nao está na bíblia, mas foi definido pela igreja católica visando proteger seus bens, caso contrário se algum padre se casasse, na hora do divórcio a racha levaria os bens da igreja. Entao a igreja se preveniu criando este dogma.
        Muita igrejas e, principalmente os fiéis acham que quanto mais regras(dogmas) uma igreja tem mais correta é. Por isso há igrejas proibindo mulé de raspar as pernas, o suvado, homem de usar bermuda, dormir de calça, andar apenas de saia e tal.
        Falo isso pq já perguntei a vários católicos e evangélicos – se nao tá na bíblia pq faz ? – e é esse o entendimento unânime deles.

  12. poix e max estas creuzax sao babado mexmo, ficam so no truke da galinha morta, tenho um amigo gay k vivia implorando para me converter de vida e com um tempo descobrir que ele namorava a 5 meses com o obreiro da igreja tem noxao???? ai quando eu fui falar com ele, ele so carao…aff resumindo saia dos cultos por volta dax 22 e depois tava la na move dando close…aff extas creuxax … huuu bjim….

  13. Mas se o Padre Juarez quiser me aceitar em sua paróquia, eu me converto rapidinho… rsrsrsrsrsrs

    Só não me chamem de Estela, por favor kkkkkkkkkkkkkkk

  14. Max, eu já fiquei com alguns caras muito “cult” e que não se achavam as bichas pintosas…..e, realmente, a maioria não dava pinta….entretanto, nas conversas de bar (com os amigos dele) ou numa casinha de sapê, eu SEMPRE falava que não há diferenças entre as homossexuais (nesse quesito), pelo simples fato de gostarmos de homem….pertencemos a um mesmo grupo social e ponto final.

    Após falar isso, alguns sentem-se horrorizados, outros desconversam….mas eu adoro falar isso e eu tenho que falar isso…

    Chega uma hora que eu falo: Então tá, qual a diferença entre nós aqui, ouvindo mpb na Lama, e os viados que vão para as boates com brilho e cabelo rosa-choque?

    ———————————————-X———————————–

    Quanto a ser gay e ter uma religião que não aprova a sodomia…..eu falo o seguinte:

    É muito relativo o pensamento das pessoas…eu acho que as pessoas são doidas…..como vc disse, uma pessoa que se considera gay (ou homossexual) e possui uma religião cujos dogmas condenam o homossexualismo (vulgo sodomia pra eles), tem que ser muito equalizada para aguentar os conflitos internos que ela deve ter….(Porque tem que ter…) Mas as nossas raízes lusitanas são meio assim mesmo….fala que é cristão mas adora frequentar uma festa pagã e tal….origem lusitana…

    Enganar-se é preciso….mas enfim…

    Quanto ao moralismo, acho muito subjetivo isso porque moral é algo maior, algo social…e ética é a moral internalizada…mas isso é BEM subjetivo…então fica complicado porque depende do que a pessoa absorveu e tal… mas julgamento todo mundo faz…todo mundo…eu sou contra, por exemplo, muita coisa por aí, eu acho que liberdade tem que ter suas regras, mas falar de outra pessoa a condenando por um erro que vc comete…..é se condenar junto. Agora é aquilo, o que é erro pra vc pode não ser erro pra mim.

    e assim o mundo anda…

  15. ter vergonhazinha de falar de sexo e sexualidade nos dias de hoje me soa tão falso, e também tão coisa de quem largou o cérebro lá na idade média… todo mundo faz! se vc chegar pro cara e falar “ah, tá boa, então você é virgem, não pega ninguém, namora a mão direita”, o bocó também vai ficar ofendido. então se já tá subentendido q o cara faz sexo, ou pretende começar a fazer o quanto antes, então pq FALAR disso é tão errado assim?

    mente pequena é lamentável.

  16. Toda religião se transforma com o tempo, porque o pensamento social muda com o tempo. A Igreja Católica, por exemplo, hoje em dia não é nem sombra do que era em seus primórdios. As pessoas mudam de idéia, mudam de ideais, consequentemente mudam de religião, e mudam a religião. Como diz Madonna: “Now I find I’ve changed my mind. This is my religion.” Por isso nao se deve discutir isso. Não importa que igreja você frequenta, que religião você segue, cada um vai acreditar à sua maneira. Toda crença, cultura, ensinamento, dogma, lei, texto, é passível (ui) de interpretação. Assim como e texto da Max que foi ótimo. Respeitem as opiniões para que respeitem a sua! bjo

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s