Um diálogo possível com a Igreja Católica?


papa-parada-gay-2013-600x443Leiam a matéria “Papa Francisco responde carta de homossexuais“, do Uol Notícias:

A imprensa italiana informou nesta terça-feira (8) que o papa Francisco respondeu a uma carta enviada por um grupo de homossexuais que pedia abertura e diálogo por parta da Igreja Católica. Segundo o jornal La Repubblica, o Pontífice definiu a carta como um gesto de “espontânea confiança”, mas o Vaticano não divulgou a troca de correspondências, que chegou até os jornais por meio do italiano Innocenzo Pontillo, um dos responsáveis pela iniciativa.

A carta foi enviada ao papa no último mês de junho. O documento lamentava a maneira como a Igreja “alimenta sempre a homofobia” e pedia que o Vaticano começasse a tratar os gays como pessoas, e não como uma “categoria”. Pontillo destacou que, em sua resposta, o papa enviou sua “benção” e demonstrou “apreciar muito o que foi escrito”.

“Nenhum de nós poderia imaginar que ele faria uma coisa do tipo”, contou o italiano, surpreendido. Desde quando foi eleito, em março, Francisco fez declarações polêmicas sobre os homossexuais, reprimindo, às vezes, as concepções da própria Igreja Católica.

Em julho, o papa declarou que não se deve “julgar” ninguém por ser gay. “Se uma pessoa é gay e procura Jesus, e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la? O catecismo diz que não se deve marginalizar essas pessoas, devem ser integradas à sociedade. Devemos ser irmãos. O problema é fazer lobby, de pessoas gananciosas, lobby de políticos, de maçons, tantos lobbies. Esse é o pior problema”, afirmou.

No mês passado, em uma entrevista exclusiva a um jornal italiano, Francisco também disse que a Igreja era “obcecada por aborto e gays”.

Será que finalmente a Igreja Católica passará a integrar os irmãos gays a seus cultos? Será que uma mudança de paradigma se anuncia? Sabemos a importância política que significa para nós, LGBTs, essa aceitação, uma vez que por trás de muitas decisões sobre sexualidade um forte viés religioso está por trás dos mandatários. E todo mundo sabe que, querendo ou não, a Igreja Católica possui um imenso poder religioso e político no mundo ainda hoje.

26 comentários sobre “Um diálogo possível com a Igreja Católica?

  1. eu acho bem equivocado, pra dizer o minimo, que os gays mais politizados exijam a aceitacao por parte de uma doutrina que em sua genese ja discrimina os homossexuais. se a biblia em si nao discrimina, por seculos vem sendo usada contra os homossexuais. A Igreja catolica, com seus seculos de atividade por mais que “aceite” os homossexuais, tal como as igrejas evangelicas o fazem, atraves da aceitacao, mas nao do entedimento; nunca os incluira de forma definitiva, a nao ser que mude a filosofia da religiao, se use outro livro sagrado, coisa que nao vai acontecer. esperar no maximo uma inclusao, mas jamais a aceitacao a normalidade das relacoes homossexuais por parte da igreja, Eu entenbdo quando a igreeja busca esse dialogo com os gays, afinal ela esta em crise e precisa aumentar seu rebanho, e a historia ja mostrou que faz de tudo, ate ir contra sua npropria doutrina ( morte, guerras etc), para se manter. O que me assusta e a necessidade de alguns gays em serem acveitos por essas instituicoes que a seculos os rejeitam. fico muito triste. militancia nao e isso. militancia e informacao e educacao, busca por direitos fundamentais, etc. apenas acho isso.

  2. Achei interessantíssimo. Entendo que tem muita importância para a causa gay, para a militância, sim. É bom lembrar que a biblía foi escrita com parábolas, que permitem ampla interpretação, e é nisso que a Igreja Católica se apega quando precisa/decide modificar algum entendimento da Igreja. A bíblia condena uma série de condutas que são, hoje, perfeitamente normais e aceitas (comer carne de porco, camarão, etc…, voto/voz/participação social feminina, dentre vários outros exemplos). Como disse a lésbica da Max, é uma instituição ainda muito influente e poderosa em todos o mundo, possui uma capacidade de penetração (sem duplo sentido) e de modificação social muito grande. Não se trata do direito dos gays de ir à igreja, participar das missas, etc… trata-se de estarmos diante de um potencial salto de aceitação social dos gays decorrente da aceitação por parte da Igreja.
    Agora uma historinha rika: estive recentemente exibindo meu corpinho pela Europa (porque eu posso) e passei uma semaninha em Roma, cidade que eu amo por ser uma aula de história percorrer suas ruas e por ser a cidade um museu a céu aberto. Obviamente procurei por atividades noturnas para homossexuais. Não encontrei muita coisa. Conversando com as bichas de lá, todas foram unânimes no sentido de que, apesar de Roma ser uma cidade extremamente cosmopolita desde a antiguidade, a influência da Igreja Católia sempre limitou alguns tipos de abertura e atividades, dentre elas as atividades voltadas à comunidade gay!! Chocante, não?
    Eu confesso que quando o Papa abandonou o uso dos já tradiconais sapatos Prada, eu fiquei meio desconfiado, porque, né? Mas ultimamente ele tem me conquistado! Clap clap clap Francisco!

  3. Não que eu ache que a aceitação da igreja católica vá fazer qualquer bem… Mas….
    As coisas que o papa disse n contrariam a conduta já estabelecida da Igreja que n odeia os homossexuais, mas sim o homossexualismo (sic). De acordo com eles, eles nunca nos reprimiram. Acorda, as veada se deixam levar pq qqr carinha simpática, até esse papa velhinho tá ludibriando geral!

  4. Eu lá quero saber de uma religião que profetija/direciona o ódio às minoria. A bíblia ao longo do tempo é utilizada pela Igreja Paulina, para defender os seus pontos de vista, apesar que isso gere contradições.

  5. Que o tal dialogo realmente aconteça, porque a ¤Ditadura Gay e Femenista Chegou.
    ¤Os machistas e homofóbicos afirma veemente a existência de tal ditadura.

    • hahahahah eu ia VOAR NO SEU PESCOÇO quando comecei a ler seu comentário, você não tem noção, meu sangue ferveu aqui hahaha

  6. Entendi, foi nada, enfim, será que podias fazer um post sobre o preconceito dos Gays contra as mulheres, principalmente Lésbicas.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s