Esclarecendo boatos sobre o Miss ES Gay 2012


É, meninas, na última semana os ânimos se esquentaram quanto ao Miss Gay ES, que acontecerá nesse domingo (29), no Cerimonial Platinum.

O concurso, que já tem mais de uma década de história, é famoso pela sua idoneidade e por garantir desde 2003 as posições entre as 5 melhores do Brasil. Mas parece que esse ano a entrada de uma forte candidata acabou deixando algumas pessoas meio desconfiadas quanto a honestidade do Miss Gay.

Essa candidata é a lindíssima e conhecida Sheila Xiss, que já ganhou inúmeros concursos de beleza e mais recentemente ficou com a medalha de bronze entre os melhores trajes de gala do Miss Brasil Gay. Vamos descobrir o motivo?

Um rosto é um rosto… uma pele é uma pele…

Diante disso, começaram a especular que o concurso seria marmelada, que Sheila pagou 17 mil reais no vestido que usará no Miss Gay ES e que não estariam valorizando o que é naturalmente cabixaba.

Coméquié?

Fiquei de olho, observei de longe, e hoje dei o direito de resposta a um dos organizadores do evento, Sérgio Herzog, que foi um fofo e fez questão de me ligar pra explicar tudo tim-tim por tim-tim.

Segundo ele, qualquer concurso de beleza no território nacional possui regras que devem ser seguidas, uma delas é a exigência de que uma candidata, para participar de concursos de Miss no Brasil, deve ser brasileira (ou naturalizada brasileira), e nada impede que uma candidata de fora do Espírito Santo participe de concursos aqui. Aliás, muito sabiamente citou a Míriam Vervloet, que já foi Miss Espírito Santo e participou como Miss Maranhão no Miss Brasil Gay ano passado.

Chic c'est la vie!

Disse também que o Traje de Gala é uma categoria tradicional dos concursos de Miss e, independente do vestido, não se pode proibir ninguém de usar uma roupa por causa do seu preço. Além disso, deixou bem claro que isso não garante que uma candidata vença o concurso, citando exemplos de candidatas do passado que vestiram roupas que ficaram em primeiro lugar na categoria “Traje de Gala”, enquanto a vencedora do próprio concurso não possuía uma pedraria sequer em seu vestido.

Então, antes de sair por aí tentando manchar a imagem de um evento que só trouxe benefícios para o estado e todo ano faz o país inteiro voltar os olhos para a cena gay capixaba, vamos admitir que a bee é bonita pra garáleo e até vestindo um pano-de-chão ela seria uma forte candidata: