“UQ – Ursos de Quinta” cancelada


UQ Não está fácil pras gays capixabas.

Depois de anunciado o fim da boate Chica Chiclete, agora foi a vez da festa “UQ – Ursos de Quinta”, que aconteceria hoje (28). Mas calma, bee, foi só essa edição, a edição de Páscoa da festa. Pode ficar tranquila, pois ao longo do ano haverá outras edição da festa ursina.

“Infelizmente acontecem tristes imprevistos que não pudemos evitar”, disse Diego Garcia, um dos organizadores do evento.

De qualquer forma o Quórum, o bar do Lucas, vulgo Malucas (ainda faremos esse nome pegar), abrirá nessa quinta com normalmente com música boa e bebida gelada.

FESTA UQ – URSOS DE QUINTA – 2ª edição – A festa do Urso capixaba


SIIIIIM! Já tem data e é esta semana a festa da comunidade ursina capixaba e de seus simpatizantes. Com o plus de ser na véspera do feriado!!! Cata:

E bocas malditas dizem que vai ter ainda um dj urso capixaba fodão tocando… Mas não conto por nada.

“Ah, Dé, conta quem é…”. Tá, conto. Será a volta triunfal, direto do lixão de Agaynida Brazil, de, de…

EU! Hauhauhauhauhauhaua!

  Sim, Dé Jay estará lá atacando de dj e constrangendo vocês. Não é lindo?

“Sim, muito legal, Dé…”

Além disso, quem vai botar fogo no Bataclan é o dj Erly Vieira Jr., figurinha conhecida da cena alternAtcheeva capixaba, e também Reginaldo Jr. (é muito junior, néam?).

A primeira edição da festa foi babado, muitos pelos e corpos viris e volumosos, gente. As quase 100 pessoas lotaram o bar do Lucas, em Itaparica. As pessoas estavam muuuuito animadas, radiantes, sedentas pelo evento, já que aqui é difícil ter coisas do gênero. Porém, talvez por ter sido a primeira, estavam um pouco tímidas ainda. Mas sabe como é beesha, né? Deixa elas catar intimidade para vocês verem… Ou então está faltando só a senhora, cat!

“EU?!”

Vá lá:

Dia: 1º de novembro (quinta-feira)

Horário: A partir das 19h30.

Local: Bar do (ma)Lucas – Quórum

Aqué: É free, garáleon!

Confirme também participação lá no Evento do Face :).

Está sozinho? A culpa pode não ser sua


Hold on, bitch! Se você é uma escrota, passional e ciumenta, esse artigo não justifica a sua solidão.

Vamos repensar o nosso comportamento antes de esbravejar com os outros.

Na década de 90 só dava ela!

Mas se você é uma fofa, educada e tranquilíssima beesha, a culpa da sua solidão pode residir no novo estereótipo dos gays.

Novo estereótipo, Max? Sim, novo! Observaram que aos poucos a bicha pintosa deixou de ser o exemplo de gay e agora os valores são outros? Vamos pensar um pouco…

Aqui no Brasil, no final do século passado, as beeshas se resumiam nas caricatas, leathers e Homens-que-comem-homens-mas-só-quando-falta-buceta. Observem que os exemplos de gays sexualmente atraentes eram Cazuza, Ney Matogrosso e os boyzinhos dessas bandinhas pop que estouraram na mesma época.

Onde estavam as Barbies? Não estavam, ainda! As Barbies e a geração saúde surgem nessa transição dos anos 90 pros 2000, e é disso que quero falar.

Os gays hoje, numa tentativa de fugir do estereótipo da beesha que só sabia ser cabeleireira e estilista, criaram um padrão no qual você deve atender a vários requisitos para ser considerado o gay ideal, o gay que mais foge do paradigma daquele gay que morreu de Aids quando esta estourou no país (o gay de porta de discoteca: degenerado, afetado e promíscuo).

Esse gay é rico, bonito, inteligente, bom de cama, bilíngue, másculo e musculoso. Sendo esse másculo e musculoso as principais características visuais que destoam do gay magro e feminino que era visto logo de cara como “aidético” nas décadas de 80 e 90.

Aliás, já observaram que basta uma bee ser muito magra que as pessoas logo fazem piada sobre ela estar beijada pela tia?

Pois é, esse novo padrão é inalcançável para a maioria absoluta das pessoas e, por mais que você tente fugir desse estereótipo, as possibilidades de encontrar um parceiro para esse gay que atende à maioria das características é bem maior em relação ao resto.

Não vamos ser hipócritas e julgar todos que atendam a esse padrão, estética privilegiada e riqueza também podem vir de berço.

E quando não vêm? Dentre os héteros também existem padrões de parceiro ideal, mas eles tendem a abdicar de uns em detrimento de outros: É a mulher Raimunda, é o pobretão gostoso ou o careca rico. Quem consegue o pacote completo é considerado sortudo, mas quem não é o pacote completo também não fica sozinho.

E por que você, beesha bonita e pobre só consegue foda de uma noite e você beesha rica e feia só arruma boy toy que te liga quando seu salário bate na conta?

Simples, como nossa cultura é ainda muito jovem e estamos nos adaptando aos novos padrões, todo mundo quer o ‘melhor’, e se não consegue prefere ficar sozinho SE transformando nesse melhor para atrair outros melhores como você: É a teoria do Clone Gay.

Observem uma boate no século passado:

E uma boate atualmente:

A homogeneidade chega a assustar, não é verdade? E cada boy musculoso ali sem camisa só está musculoso e sem camisa porque batalhou para se tornar aquele ‘melhor’ que citei lá em cima. Por isso ele anda sem a camisa, pra vender o produto assim como a racha malhadora usa vestido curto pra mostrar os pernões.

Isso gera um círculo vicioso, porque os gays que se tornaram esse melhor não querem perder o seu tempo com gays que não atendam a esse padrão, forçando os outros gays a também buscarem se encaixar no padrão para conseguir os clones que desejam.

Afinal, não é porque você não faz parte do padrão que você não vai ser seduzido por ele. Principalmente com a mídia reforçando sempre, com flyers de boate e propagandas de turismo GLS, que o gay que todo mundo quer é esse:

Defeito

Padrões de beleza são assim chamados exatamente pelo fato de serem um ideal de beleza de um grupo, mas isso não significa que todo esse grupo esteja encaixado nele, principalmente num utópico como esse.

Nosso grupo sempre foi conhecido pela diversidade, por aceitar a todos… mas é só conhecido mesmo, porque a realidade não é muito diferente da feminina quanto à manutenção do seu corpo para servir o desejo estabelecido pela maioria (vá pra porta da São Firmino e veja se não estou certa).

Pintosa quebrando louça com pintosa, urso com urso, discreta com discreta, drag com drag, bombada com bombada? Já passou da hora de misturar.

E aí? Qual a opinião de vocês sobre esse novo esterótipo de gays que domina o meio LGBT? Em que ponto ele deixa de ser saudável e se torna uma obsessão?

“Ursos de Quinta”, encontro ursino no ES


Pois é, gaylhera! Os ursinhos de Vitorinha estão organizadíssimos. Lembram que eu falei neste post aqui sobre isso?

Quinta-feira agora (13), acontecerá o primeiro evento “Ursos de Quinta”, organizado pelo grupo Ursos do Espírito Santo, no bar Quórum, em Itaparica, Vila Velha, a partir das 19 horas.

Esse evento é mais para socializar com a ursarada: pode rolar uns flertes, uns papos, tomar umas biritcheenhas, fazer uns amigos e, quem sabe, até encontrar seu ursinho carinhoso para arrastar para sua toca/abatedouro.  O legal é que esse é o primeiro do que se espera ser uma série de vários outros encontros do gênero. WOOF!

Ai, como Vitorinha está moderna!

“UHULL, vou me acabar!”

Festa erótica para ursos gays em sauna capixaba


Não conte com um desses por lá. Imagem meramente ilustrativa (ou ilustrapassiva?).

Ursinhos capixabas carentes e que estão afim de um tchu, de um tcha, de um tchutsha tchutchutcha… desculpe, foi horrível essa. Então, vai ter uma festa para vocês se amarem entre o calor e a fumaça úmida de uma sauna. Que tal?
Cata o release que recebemos:

Clube dos Ursos – machos peludos gordos e maduros
sem roupa e sem vergonha

Dia 03 de Setembro – 18h00 às 22h00
Thermas LOFT
Parque Moscoso Centro de Vitória

(…) O Bears Loft Day é um dia exclusivo para encontro de machos peludos (Ursos), Gordinhos (Chubbies), maduros grisalhos (Daddies) e seus admiradores (Chasers), ou seja, uma festa para quem é ou curte deste biotipo!
Local discreto, seguro, sem nenhuma identificação e com fácil acesso e segurança.
Festa fechada, privativa e exclusiva. Desconto especial com nome na lista.
Sauna seca e a vapor. Armários individuais com chave, chinelos e toalhas. Banheiros com duchas e toiletes. Sala de vídeo e canines Individuais.
Tudo muito limpo, higiênico e agradável. Bar com bebidas, petiscos, música e filmes eróticos.
Peludos e gordinhos de todos os tipos e idades são bem-vindos.
Venha fazer novas amizades, pegar uma ótima sauna, tomar cerveja e se divertir à vontade na sauna mais simpática da cidade.
A Thermas Loft vai abrir única e exclusivamente para os ursos neste dia. Conheça o local no http://www.thermasloft.com.br

Esperamos vocês!

UHUL! Vou me esbaldar.

Olha, não sei como eles farão pra julgar quem é e quem não é urso. Mas enfim, #ficaadica. Informações adicionais procurem no site da empresa.

Fica imaginando a quantidade de pelo que vão tirar do lugar quando forem limpar, vai dar pra construir um outro ursinho só com o material. ALOKA!

WOOF! Ursos capixabas uni-vos!


Uma vez, um amigo me perguntou onde se encontravam os ursos capixabas. Pesquisei com outros amigos ursinhos e  ninguém sabia. Na hora, eu concluí que há tão pouco gay no Espírito Santo, que nem fazia muito sentido subdividi-los.

Se você não sabe,  em outros estados do país, os ursos se organizam em  grupos para promoverem festas, eventos, encontros, pegações etc. Tem lugares que são exclusivos para eles e para seus amantes, como bares e boates.

Acontece que as coisas estão mudando por aqui e parece que as guei ursas estão se organizando. Há alguns anos elas se pegavam por uma rede social (sexual?) de pegação, a ursos.com.br. Atualmente, quem tem feito as vezes de aglutinador da ursarada é o facebook.  São dois grupos (aqui e aqui) e dois perfis (este e este) com essa finalidade.

Mas aí você fala: “Mas, Dé, eu não sou urso!”. Posso falar? É muito difícil um homem adulto não ser urso. Se você é gordinho, você é urso; se você tem pelos no peito, você é urso; se você usa barba, você é urso. Ursos vão ao encontro àquele esteriótipo do dito “homem de verdade”. Me acusaram de não ser urso, já que não tenho pelo algum no corpo e ter uma barriguinha modesta – cê jura! -, só ter mesmo uma barba – e rala ainda por cima. Mas eu amo urso e os ursos são carinhos (cantemos!) e se você curtir seu jeitinho, você é abraçado pela comuneedadjee!

A comunidade ursina quer te abraçar

Recentemente os ursos capixabas tem organizado alguns encontros, como no piquenique de todas as cores e também, saída para bares. A última foi no início deste mês, no bar do Gringo, em Itapuã, Vila Velha. Contam que foi divertido e “movimentado” e que em breve farão outros encontros.

Ah, e se você for maior de idade – olha lá, hein? – e curtir o gênero, ou seja, um homem que enche uma cama, sua boca de cabelo e seu coração de amor,   tem um tumblr ótimo com ursos, cubs e chubs, este aqui. Tem fotos, gifs, vídeos e outras safadezas cheias de pelos, gordura e músculos. Ah, e tem este aqui, cheio de deliciosos homens barbados.

Eu diante do monitor:

Tô confusa…


Estava dando uma passada no Mix Brasil, procurando alguma notícia relevante pra postar pra vocês, e cata o que acabei de ler por lá:

Eu poderia jurar que o Grupo CORES era o organizador do evento. Mudou a organização ou serão dois piqueniques no mesmo dia?

Update: Por isso que eu amo o Babado Certo, acabei de postar e os lindos do grupo dos Ursos já me deram uma resposta oficial:

Nada como lidar com gente educada e sensível, néam?