#TheBestOfTwitter #2


Vocês pediram, e agora virou uma coluna fixa no blog! A gente fica deixando vocês mal acostumadas e depois fica reclamando quando as senhoras abusam… tsc, tsc, tsc. Chega de enrolação e vamos nos deliciar com o que a sabedoria popular 2.0 tem de melhor pra a nos oferecer.  Cata:

…e peido depois de uma noite de prazer e volúpia? Quem consegue, não é mesmo?

Queria ser travesti só pra fazer esses trocadilhos. Perco o boy, mas não perco a piada.

Uma saudade=depoimentos do orkut.

Lembram? Havia toda uma rede de intriga para saber o que acontecia naquele circulo fechado. E quando alguém publicava aqueles que começavam com “não aceite este depoimento”? rs

De deixar qualquer mãe orgulhosa, né?

Sei bem o que é isso, sei bem o que é.

Me avisa quando puder começar, querido.

Sinais dos Novos Tempos? Se bobear foi o(a) próprio(a) dono(a) do carro.

Nossa, na Move Music não ia dar pra ouvir a música nem ver as luzes dá boate de tanto que ir piscar – com trocadilho, por favor.

E agora, calem-se, pois vai falar a diva mor do Twitter. Reparem como Luaninha é didática e lida bem com criança:

“AAAah, sua puta!” Hauhuahuahuahuahua. Mãe é mãe, né?

E a Serginho que foi excluída por Preta Gil do Twitter?

Fiquei com vergonha alheia!

E Angela Bizzzmarchi a musa das mil plásticas que espera ser chama pra Fazenda:

Q?

Bons tweets, bons tweets…


Tem coisa no twitter que deveria estar em livros didáticos…, sei lá, na Bíblia, de tão geniais. Qüenda, Mariangela:

Alá, hétero no recalque!

Dá?

Por favor, me deixa longe da cela da galera do sertanejo universitário, pleaaaase!

Verdade universal.

Penso isso todo fim de mês…

Hipocrisia, a gente vê por aqui.

Quem nunca falou isso pra amiga quando ela chegou na muatchy com o “look verão”?!

Super saudável, néam?!

Vai comendo mesmo que daqui a pouco será a própria Adele.

 Sou eu.
De nada, não precisa agradecer.
Via Chora Timenlime.

Puta, opa, quero dizer, pura unção!


Apesar de estarmos todos ca-ga-dos, ontem a festa Cabaret com a Cleycianne, Babado Certo, @titialoira, Sweet Bird e cia, no Ilha Acústico. Como disse a própria Cley:

Eu, pessoalmente, me sinto bastante realizado com as festas que o Antimofo tem promovido com nosso apoio que tem rompido com um padrão que a comunidade LGBT capixaba está acostumada. Festas com muitas atrações e que presam justamente pela diversidade (e público também). Era o que eu há muito tempo queria pra nossa Vitorinha. Fugindo daquele sistema feijão-com-arroz de todos os finais de semana, do djzão padrão, das músicas das paradinhas de sucesso e dos mesmos lugares. Prova disso, foram todas as pessoas se jogando ao som de músicas de várias épocas e SEM remix. E também todas as opiniões fofíssimas dadas via twitter até agora:

http://twitter.com/gusdonadia/status/29238907266662401

http://twitter.com/ceduardolc/status/29193962002587648

http://twitter.com/getuliojardim/status/29220963589554176

Novamente agradecemos a tod@s pela presença e ao Antimofo pela parceria de sucesso. Muah!

#homofobianao nos TT’s


São 21h05, do dia 17 de novembro de 2010 e o termo #homofobianao (Homofobia Não!) está no topo dos trending topics (TT’s) Brasil:


Caso alguém ainda não saiba, o trending topics é um recurso oferecido pelo Twitter e que ajuda a descobrir os assuntos que apresentam volume de alta ocorrência na plataforma do microblog, ou seja, o assunto mais quente, mais comentado. Por muitas vezes os TT’s tem pautado discussões, inclusive na grande mídia. Daí a importância de, em vez da senhora ficar tuitando fatos de sua vida NÃO interessante, digitar a tag #homofobianao, manter essa corrente e chamar a atenção de todos para este tema.

Todos gritando “HOMOPFOBIA NÃO!”, Brasiiiiil!

Alguns tweets em apoio: