Como ter sua própria vagina


Gente! Como eu amo meus leitores e as suas dicas de novos posts!

Quem nunca passou pelo drama de querer vestir aquela calça embalada a vácuo e viu o pinto se dividir em mais pedaços que a Eliza Samúdio? E por mais que você mexa e mexa, ele nunca fica na posição correta!

Pois seus problemas chegaram ao fim, corre na geladeira, pegue o tubinho de super bonder e vem comeego!

(Parece ser pornográfico, mas não tem NADA de pornografia ali, é tudo ilusão de ótica)

Lembrando que vocês não devem fazer isso em casa, por mais que a técnica não impeça a senhora de fazer xixi, eu fico pensando em como isso vai descolar ou no que vai acontecer quando você ficar excitada.

Mas aí você vem e fala: “Soltar pra quê, Max? É uma vagina eterna!”. Uhum, vai nessa, deixa dois dias esse monte de dobra colada sem conseguir lavar direito pra você ver se não nasce até bicho aí dentro.

Dica do @pabps

Passiva com passiva dá risada… será?


Aproveitando que vocês receberam muito bem meu post sobre as passivas mafiosas, vamos continuar a falar sobre essa misteriosa relação entre as cascavéis (com acento mesmo porque eu adoro ditongo aberto).

Reza a lenda que amiga de passiva é sapa, sim, porque do jeito que as sexualidades estão volúveis atualmente, nem os boys das rachas héteros estão imunes à Gangue da Surra de Bunda.

Eu tenho apenas duas amigas passivas… tsá, tenho várias, e como a Dé está morta (vulgo, namorando), das que saem pra pegação comeego são só essas duas: Ariadna e Anwar.

Anwar é a passiva mais peculiar que eu já conheci, não dá pinta (NUNCA, e olha que é difícil eu dizer isso), fala grosso, anda, se veste e se comporta como um típico agá-tê. Mas é tão passiva, tão passiva, que se o boy pegar no pau dela periga dela arrancar um pedaço da mão do bofe com o dente.

Ariadna já é a famosa bee nervosa. Daquelas que roda o rock atrás de neca, visita banheirón, sensualiza com canudo de refrigerante e tem como hobby furar o olho das amigas. O fato de você pegar alguém, mesmo que ele seja a representação física do diabo, já é motivo pra ela catar também. Competitiva.

Entre mim e a Anwar nunca aconteceu de pegarmos os mesmos caras, afinal, nossos gostos são muito diferentes. E quando eu digo diferentes é MUITO diferente, os homens que ele pega eu tenho nojo, e vice-versa. Já a Ariadna tenho que ameaçar de morte pra ela não pegar.

Isso tudo me fez pensar numa lista de tipos de amizade (Best Friend, não foda-amigo, okay?), usando a preferência das gays na cama, afinal, todas as nossas relações sociais são baseadas na possibilidade ou não de se fazer sexo com o outro, néam?

Então vamosh lá:

Upa!

Passiva X Ativo: É a típica amizade de homem com mulher feia, só consegue ser amigo porque não pegaria nem amarrado. Pra todo mundo eles vão falar que é porque um não faz o tipo do outro, mas na verdade são despachos de macumba uma pra outra.

Ativo X Ativo: Total camaradagem, os dois têm o koo quadrado, cheio de espinhos e com o sistema de alarme da Área 51. Sem sexo, consequentemente, amizade 100% verdadeira.

Versátil X Ativo: Conseguem ser amigas de boa, mas certeza que se o versátil ainda não pegou, tá doido pra fazer isso só pra tentar converter o bofe pra versatilidatchy, afinal, versáteis só trabalham na base do troca-troca de favores.

Passiva X Passiva: Pff, a amizade reina, fazem tranças no cabelo uma da outra, falam mal de homem, se montam juntas e sentam na mesa do Cochicho da Penha pra gongar as pintosas. Quebram louça de vez em quando só porque são apaixonadas pela cultura matrimonial da Grécia. Mas fiquem ligadas! Se uma das passivas tem o jeito Ariadna de ser, é cilada, Bino!

Versátil X Versátil: Uma bagunça, são brothers ao mesmo tempo que são amigas de colégio que trocam figurinha da Hello Kitty. Já tentaram se pegar, mas não deu muito certo porque as duas ficaram horas no “zerinho ou um” pra ver quem seria ativa primeiro.

Todas as gays X Héteros: A amizade desenvolve, mas se o hétero for bonito a gay vai ficar mais esperta que um Lince da Montanha, só esperando qualquer mínima pinta que demonstre que o HT queira “experimentar pra saber como é”. Afinal, nós gays pegamos mulher direto e sabemos muito bem que experimentar não muda nossa sexualidade.

Passivas + Ativos + Versáteis X TRAVAS: Rainha, diva, poderosa… e nem ouse dizer o contrário!

Antes que me apedrejem dizendo: “Ai, Max, eu não sou assim”, eu digo que escrevi isso levando em consideração os estereótipos que vocês criaram nos comentários do blog. Então, se você é uma bee clubberübervintagepophipsterchicleteiradeportoseguro, desconsidere a comparação.

Luisa Marilac no ‘Provocações’


Provocações sempre foi meu programa de entrevistas preferido, porque além de ter uma estética diferente (soturna), o Antônio Abujamra sempre se permite fazer umas perguntas existencialistas aos entrevistados. Vejam como foi o encontro destes dois ícones tão dispares:

Continuação: bloco 2 e bloco 3.

O texto sobre sexo no final do programa é muito bonito! “Tudo está contido no sexo, como parte dele ou como sua razão de ser!”

Via Grupo Cores.

Por falar em Luisa, já viram ela no Playcenter quase fazendo a Aretuza?

Espírito Santo passa a aceitar nome social nas escolas


O Estado do Espírito Santo passou desde o último dia 16 a aceitar o uso do nome social de alunos e alunas travestis e transexuais em seus documentos escolares – como chamada, boletins e matrícula. A decisão é do Conselho Estadual de Educação (CEE) e foi publicada no Diário Oficial capixaba no último dia 16.

Na Resolução CEE nº 2.735/2011, o presidente do Conselho, Artelírio Bolsanello, define que “todas as instituições do Sistema Estadual de Ensino do ES deverão incluir nos registros dos diários de frequência, entre parênteses, o nome social, pelo qual o(a) aluno(a) – travesti , transexual ou não – se reconhece, se identifica e é denominado(a) em sua inserção social”

Via Mix Brasil

Travesti é assassinada a facadas no meio da rua no interior da Paraíba


O crime aconteceu na cidade de Campina Grande, interior da Paraíba. As imagens das câmeras de trânsito, são da madrugada de sexta-feira, dia 15, mas só foram divulgadas agora. Num crime bárbaro e covarde, a vítima, uma travesti de 24 anos, foi assassinada no meio da rua a facadas por um grupo de jovens.

Um grupo de pessoas conversava na calçada, quando um carro escuro se aproximou e parou,  três homens desceram e começaram a perseguição a Daniel de Oliveira. As imagens de outra câmera mostram o momento em que a vítima é derrubada. No chão, ele é agredido pelos três homens, leva chutes e socos. Um deles começa a esfaquear Daniel, que já está morto, mas continua recebendo facadas. São mais de 30 golpes, inclusive é possível ver o rastro de sangue na calçada.

Na hora do crime, algumas pessoas passam pela rua em carros e motos. Um quarto homem dá ré no carro, e os três rapazes entram no veículo e fogem. A Polícia Civil da Paraíba disse que já identificou os assassinos. Um deles já foi preso e um menor, apreendido.

Em coletiva na manhã de hoje, a Polícia Civil revelou que o menor apreendido afirmou que foi o mentor do crime, ele assumiu a autoria do assassinato, porém a polícia acredita que o comerciante Antônio Pereira da Silva (conhecido como Naldo) pode ter ajudado a esfaquear a travesti. O assassinato teria acontecido por que o menor queria se vingar de Daniel, já que a travesti teria roubado R$ 800 do menor cinco dias antes num agenciamento de um programa com uma prostituta, que estava acompanhada por Daniel.

“Não há nenhum vestígio de que o crime tenha sido planejado pelo fato da vítima ser homossexual”, informou a delegada que questionou o menor porque ele não procurou a Polícia e prestou queixa. “Ele disse que queria se vingar”, disse Cassandra. Ainda segundo a Polícia Civil, o menor e a vítima se conheciam e já teriam morado na mesma rua. O adolescente sabia onde o travesti trabalhava. De acordo com a família de Daniel, ele revelou que estava sendo perseguido nos últimos dias por um carro preto. O jovem se prostituía três vezes por semana, desde os 16 anos de idade na rua João Pessoa, no Centro.

O acusado foi encaminhado para um abrigo provisório em Campina Grande, já o comerciante, que negou ter participado do crime, teve mandado de prisão preventiva expedido, foi indiciado por homicídio e será transferido ainda hoje para o Presídio do Serrotão, onde aguardará a finalização das investigações. Outras duas pessoas que aparecem nas imagens do crime veiculadas pela TV Globo nesta segunda-feira em rede nacional, ainda são procuradas pela Polícia Civil. Eles foram identificados apenas pelos pré-nomes, que não foram revelados

Passada! Tem travesti no BBB11?


Beeshosas, não se fala em outra coisa no Brasil! Foi divulgada a lista dos participantes do Big Brother Brasil 11 (BBB). Eu, Tchynna Penedo, corri para ver quem eu ia querer ver peladinhoooo, mas aí já descobri que um, o Rodrigo, já tinha mostrado tudinho – eu já visto. Confesso que aquele Diogo dançarino baiano é meu preferido e que se ele vier acompanhado do Rodrigão eu não ia precisar de mais naaaaaaaaaaaaada!!! Esse BBB11, tá bafo!  Mais nada vai causar mais que se for confirmada que Ariadna é TRAVESTI!!!

Será que ela é??? TRAVESTI!!! Linda! Tô na torcida!

Essa carinha, esse cabelo, esse gogo… Meninas, vou ficar louca!!! Será para primeira T-BBB! Gatas, a gente arrasa sempre no dia a dia, no BBB é nóis que tá! hhahhahhaha Só fiquei poota porque nunca mais vou poder concorrer ao BBB. Será que eu fico subfamosa para ir para a Fazenda??? E a Dé já catou quem é gay dessa edição! E já sou que tem uma sapinha também!!! Coloridos 2011?

UPDATE: A Globo em comunicado afirmou que Ariadna é na verdade transexual e que já se inscreveu com documentação com o seu nome feminino. A gata não é travesti é uma mulher trans! Arrasouuuuuuuu!

Tchynna vai táxi para o Rio!


É travesti, é bagunça?!

Para tudo agora! Gritei para o taxista. Tirei uma nota de 20 e disse não precisa de troco. A corrida tinha dado 27 reais. Era muito truque, mmuuuuito truque. Assim, eu, Tchynnosa Penedo, chegava para mais um fim de semana no Rio de Janeiro. A amiga já me ligava de minuto em minuto preocupada com meu atraso. Eu falava o nome das ruas e ela não sabia onde eu estava. Eu conheço relativamente bem o Rio, mas nada ali me era familiar. O taxista do aeroporto achou que eu era idiota, quis me passar a perna. Tadinho, Tchynna Penedo é bagunça! Pedi informação para uma louca que passou na hora e ela disse: Você está na Praça Seca! Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii??? Como assim???? Liguei para minha amiga e ela ficou chocada ao triângulo de Linus Pauling. “Tchy, você está muito longe”. Prendi meu cabelo, respirei fundo e anotei as instruções para chegar ao endereço certo na Gávea. Fiz sinal para o táxi, entrei sem dar boa noite e já fui pedindo para diminuir o ar condicionado. Quando olhei para cara do taxista… Demorei dois dias para chegar na casa da amiga e foi só para dar um oi! Amo aquela cidade!!! Depois conto o resto!

Arrebenta a cara dele: dois momentos da TV aberta desta semana


Um você viu. A travesti no Profissão Repórter da Tv Globo, batendo num possível cliente que estava “pensando que travesti é bagunça”:

“Ela sabia que estava sendo gravada. Ela fala ‘Esse aí nunca mais vai tirar onda com a cara de travesti’. E ela quer dizer para todo mundo isso”.

E outro que você só viu parte. No domingo, no Pânico na Tv, da Rede Tv, uma matéria no 1º Grito Nacional pela Cidadania LGBT e Contra a Homofobia que aconteceu no dia 19 de maio, dentro das atividades da 1ª Marcha Nacional contra a Homofobia, realizada em Brasília. Veja o que foi ao ar. Entretando, no evento a equipe foi bastante vaiada e de certo modo até impedida de fazer um humor com os gays que os manifestantes julgaram  inapropriado para o momento. E eu, pessoalmente, concordo:

Esse outro vídeo aqui também está muito bom.

Tá linda, Su!


Acontece que foi lançada nesta quarta-feira (28), uma campanha elaborada por travestis para o Ministério da Saúde e a Secretaria de Direitos Humanos. A ação inédita entitulada Sou Travesti. Tenho Direito de Ser Quem Eu Sou tem por objetivo sensibilizar contra o preconceito e prevenção à AIDS destinada aos travestis e à sociedade em geral.

Daí que estava olhando um dos cartazes da campanha e falei comigo mesmo internamente: “Tô reconhecendo esses olhinhos… SUZY!!!”.

Suzy é uma trava amiga minha de Campinas (lembra que falei aqui, aqui e aqui?). Fiquei mor orgulhoso, daqueles de ficar falando: ó, é minha amiga. Mas não me surpreende ela estar ilustrando a campanha, pois Suzy é super engajada no movimento LGBT e tal.

Se quiserem ter mais informações sobre a campanha podem entrar o site oficial ou onde eu li a respeito no site Dolado.

Travesti evangélica


Ainda estou de ressaca do Ano Novo. Nunca pensei que o Caribe fosse tão bom!!! Desculpa, meus amores, mas meu reveillon foi babadeiro. Enquanto isso vou postar esse vídeo que me mandaram no orkut. Oh My God, a Prima até tenta fazer a linha recatada, mas tá díficil. Mesmo assim, temos aqui a nova estrela do YouTube: A trava de Cristo!

Agora, o que o povo vai falar nos testumunhos? Afinal, sempre tem uma ex-travesti, uma ex-beeshosa dizendo que mudou de vida! Arrasou essa linda! Amei o cromaqui!