Glamourween, the fantasy!


dé e decoraçãoHavia muitas dúvidas. Uma é se daria público, pois por dias seguidos choveu, as ruas foram alagadas, árvores cairam, casas foram perdidas e a festa foi adiada em um dia. Outra seria se alguma louca iria fantasia. Para surpresa de todos a casa lo-tou e muitas pessoas se fantasiaram. A idéia era fotografar as melhores e publicar, mas a Lucifer, que estava fotografando, num certo momento falou “meookoocaraleoeuqueroérola” e não quis mais nem saber. Seguem as poucas que ele me enviou:

fantasia1Minha fantasia de ‘Lord of the dark’ que no fim acobou sendo batizada de Willy Wonka, só que da “Maldita Fábrica de Chocolates”. Esse nosso amigo arrasou nas referencias e fez o ‘Alex’ do clássico ‘Laranja Mecânica’. A bee ali tá de militar… de polícia… enfim, de fetiche gay!

fantasia2A galera do bar: Renato de pirata, um morto-vivo e a Amy de… Porra, de Amy!

fantasia3Um casal fófis de zumbis, o misterioso charada e o sexy, muito sexy, Fantasma da Ópera: “Me sequestraaaaa!

fantasia5É… er… estão disso aí!

fantasia 4Um Leprexaum me fazendo, um operário tirando a ciesta, detalhe de uma fantasia estranha e a bruxa que, como vocês sabem, esteve solta!

Minha querida buatchy!


É sempre a mesma coisa: um post sobre boate, daí começa o babado e a confusão, longos diálogos de argumentos e contra-argumentos, muitos deles agressivos. Claro que nós do blog adoramos tudo isso, ontem mesmo com a história do Bojangles a audiência deu um duplo-twist-carpado e foi as picas. A passionalidade da participação é tanta que tô quase motivado a dizer que a relação bee-boate equivale a relação hetero-time de futebol.

Não vou mentir para vocês, já fui fascinado também por uma boate, a Move. Ia todo fim de semana e queria que todos meus amigos também fossem, principalmente os héteros. Participava ativamente da comunidade da boate no orkut, queria conhecer tudo e a todos e seria capaz de morrer por um vip (que pouquísismas vezes consegui). Por conseguinte falava mal e queria acabar com as boates concorrentes, na época, a Heaven e a Chica, pois inconcientemente achava que todos tinham que se obrigar a experiência Move Music. Tudo mudou quando comecei a namorar meu companheiro atual (com os anteriores ia na Move numa boa). Com meu coiso lindo, a Move não dava certo. Toda vez que eu iamos sempre tinha uma briga homérica, dessas de jogar aliança na cara, choro, agressão física… Na época, cheguei a falar com o promoter Thiago (lembram dele?) quando ele me perguntou via msn porque eu havia parado de ir a boate: “Não dá certo, Move com namorado não dá certo”. E ele concordou.

logos boatesDaí passei a frequentar a Chica, pois a boate da Chica sempre significou outra coisa para mim que foi a de ir, dançar e se divertir, o que na Move também existia, porém lá incluia dar close, fazer carão e flerte sexual (já fiz cada coisa que infartaria qualquer moralista). A Chica foi um lugar para rir e brincar com os amigos. Daí comecei a preferir a Chica, pois lá a coisa funcionava melhor, além de ser bem mais perto. Foi nesse contexto que surgiu o blog, para que se situem. Quando voltei na Move, quase um ano depois, achei a boate muito chata, as pessoas de quando eu frequentava já não eram as mesmas e a batida do dj era algo que especialmente me incomodava, a tal ponto que fiquei extremamente entediado. Nesse dia, oficialmente deixei de ser um movet. Entretanto, nunca deixo de dar todo o crédito àquele lugar que querendo ou não foi muito além de uma casa noturna, foi um espaço de convivência e de descoberta de mim e do outro.

Bem, essa história toda foi para discutir com vocês esta proximidade que as bees criam com a esse espaços que beiram em muitos casos ao fanatismo. Segundo o Wikipedia o fanatismo

é qualquer coisa extremista, muito exagerada. Uma pessoa fanática tem comportamentos excessivos, particularmente por uma causa religiosa ou idéia ou política ou até mesmo atos extremos, ou com um entusiasmo obsessivo para uma postura ou um passatempo.

Então, pode ser isso, ou pode ser também que quanto mais gente num lugar, mais opção pras pegações. Pode ser a idade também,  a imaturidade. Mas aí eu deixo que cada se expresse sobre o tema. Ou não.

Site The Pub


thepubA The Pub finalmente colocou no ar  o seu website. Já estava pensando em gongar a casa pelo descaso com as fervidas virtuais. Isso é claro sem desmerecer o trabalho de divulgação que criou no Orkut, que por vezes até me irritava.
No endereço, encontramos  informações da casa, fotos, localização e aquilo que adoramos, mas, por razões obvias preferimos manter no mais absoluto segredo –  lista amiga. Só faltou deixar claro quais serão os benefícios e descontos!lista
Mostrando que não dorme no ponto, e que acorda maquiada e pronta pra arrasar, o blog no site é um sinal claro  que a buatchy anda de olho na importância da interação com os clientes. É o Babado Certo ditando tendência!
Só não gostei da cor do site.Muito franco!

“O que achou da The Pub, Dé?!”


the pub fui

...e bate cabelo!

Eu tive a oportunidade de estar no bar dançante na sexta, noite da Tequila, e simplesmente A-DO-REI! Atualmente, não tenho problema algum em dizer que a casa é a melhor da grande Vitória, pois se eu fosse fazer uma boate seria bem parecida com aquela: vários ambientes, decoração temática, bons DJs… Aliás, o que foi a performance do DJ Felippe Molko? Ele é belíssimo (mesmo com seus “metro e meio” de altura) e soube como ninguém agitar a geral nas pick-ups misturando as músicas tops do momento com clássicas do passado (80, 90 e até dos 2000) todas COM LETRAS, acredita?! Gente, ele tocou Sweet Dreams, Queen e umas coisinhas maras dos 90 que me fizeram me jogar horrores. Odeio essa esquizofrenia dos DJs de querer sempre tocar a última das últimas novidades, cheio de efeitos de tunts tunts (devolvam minha letra!) e se esquecer dos clássicos, pois quero dançar e para isso tem uns babados ótimos nas antigas. “Arrasou, DJ!”, eu gritava. Faltou Girls just want to have fun da Cindy para ele ganhar meu coração e  fidelidade eternas. Se ele fosse de Vix, já ia puxar campanha para ele ser residente da The Pub. Ele só acabou comigo quando tocou Halo da Beyonce… me fez lembrar de alguém.

"Vai encarar?!"

Bem, como eu sei que o que importa para todo mundo não são só elogios, mas sim as críticas vamos a elas. Primeiro, o público. Não havia percebido como as bee haviam ficado tão mal educadas: elas esbarram e não se desculpam ficam gritando histéricas, ai, um horror! Lá dentro encontrei com duas amigas lésbicas e passei a noite com elas. Teve uma hora que tive que arrumar confusão com um cara que no balcão virou para elas louco e começou a falar gracinhas: “Sapatão é tudo mal educada mesmo!”. Voei para cima dele: “Como é que é, meirmão?!” Comecei a empurrá-lo. Daí apareceu o bophe da bee que por coincidência é meu amigo e colocou tudo em pano quentes. “Cuida dele aí, faz ele ficar quietinho”, falei botando banca claro que se ele tivesse resolvido me encarar eu correria, porque, pelo tamanho do cara, eu apanharia. Não mexa com meus amigos e, acima de tudo, não seja homofóbico, porque eu fico looooka </vanessão>. Tinha uma quantidade até grande de héteros também, mas isso eu até entendo, aquela região não tem esse tipo de lazer para héteros, por isso eles tendem a ocupar esses espaços.

No fim da noite, vi uma racha que estava mega produzida tomar uma queda na tal escada assassina. Ao ver coloquei a mão na boca fingindo espanto. Quando minha amiga fancha perguntou o que havia acontecido eu respondi: “Nada, só que a racha com chapeuzinho francês caiu e quebrou o cóccix…”. Comecei a rir muito, mais pelo jeito blasé com que disse do que pela situação em si. logothepubQuanto a temperatura, no começo tava mega frio, mas quando a boate lotou ficou mega quente e no final ficou frio de novo… normal.

Enfim, tinha mais coisas para falar, mas tô com preguiça de escrever. Conforme for lembrando eu vou colocando nos comentários. Ah, e faça o de vocês também.

Triiiiiiiimmm. Alô?!


no telQuase meia noite, o telefone toca. Atendo.

– Oi, é Dé?!

Era o dono da The Pub, dizendo que leu nosso blog e falando da repercussão do post polêmico. Convidou-nos – nós os autores do Babado! – para ir conhecer o bar dançante dele e prometemos que sem ser esse, no próximo fim de semana iremos para saber qual é.

Ele me disse, ainda, que o Dj Marcelo não é residente, aliás ninguém é ainda. Ele tem feito experiências e em breve escolherá alguém definitivo para ocupar esse espaço, mas será alguém novo. Falou também que esse fim de semana terá uma surpresa, alguém vindo de fora (conhecido na noite fora do estado) para atuar na casa. Não quis entrar em maiores detalhes. Suspeito que seja promoter… Veremos.

P.S. Adoro quem se despede com “Beijo!”. Às vezes, escapa um desses no meu trabalho, é constrangedor!

Fotos da “The Pub”


Para quem, como eu, ainda não conhece:

Catei todas no orkut da casa. Peguei aquelas que apareciam algo, se é que vocês me entendem.

Fiquei chocado, vendo as fotos no orkut: as carinhas são as mesmas de sempre, néam?! Acho que só moram 100 pessoas em Vitória, porque me acho tão impopular e mesmo assim uns 75% das pessoas que estão lá eu conheço (se alguém me chamar de rodada toma uma bipha!) pelo menos de vista. Uó! Vix é mesmo um ovo de plâncton eles botam ovos?!

Você no Babado


"Confira seu troco!"

"Confira seu troco!"

Primeiro relato do fim de semana. Confira no melhor estilo “crítico de gastronomia”, as impressões do colega Britânico. THE PUB:

Gente… O The Pub é bom! Precisa de melhoras… em alguns detalhes, mas o espaço é bom sim… a ideia da decoração é ótima! os tijolinhos, bem estilo inglês… os quadros de Londres no bar e o da Rainha no caixa, são ótimos!!!
Agora, os pontos a melhorar… lixeiras pela boite; divisão das bebidas entre os 2 bares e mais barmans; mais banheiros urgentemente… e com ventilação; ar condicionado mais forte; Alguma proteção naquela estufa dos salgados… vi umas 3 pessoas se queimarem lá!!!
Mas gente, eu realmente queria entender porque que vende empada na boite!!! Vender algum petisco pronto até vai… agora quem vai pra boite comer empada e hamburguer assado… me conta!?
As djs que tocaram no inicio são boas… e o Felipe Lyra tava incrível!!!
No geral, gostei da casa sim! É um lugar novo, mais uma opção, que tem um nível bom! As bebidas são um pouquinho mais caras que as da move até!Tem tudo pra dar certo… e com o tempo, os detalhes vão ser aperfeiçoados… assim espero!
beijos e abraços!

Vista a camisa do Babado Certo e escreva para nós! Contatos de e-mail na barra lateral.

Novos promoters, velhos conhecidos!


promoters the pubEsses são so novos promoters do bar dançante The Pub. Quem frequenta a noite já deve conhecê-los muito bem <vanessão>váááárias vezes</vanessão>. Uma é a fadinha do Vick e o outro é o gogo boy Weverton Carone, que de longe sempre foi meu preferido, acho-o very, very hot!!! E ele é um dos poucos que é realmente gay. Uhu!

Os donos estão usando essa engenhosa idéia para criar frisson nas bee, soltando pouco a pouco as informações. Acho uó, mas tá dando super certo. Eu estou me rasgando de curiosidade!