DEPILAÇÃO ÍNTIMA MASCULINA: Pentelhos, a moldura do pau!


"you believe..."

Há muitos anos atrás, era coisa de viadinho depilar, raspar ou cortar qualquer pelo do corpo para o homem. Hoje é difícil achar um cafuçú, mesmo dos mais rústicos, que pelo menos não diminua o tamanho das suas madeixas íntimas.

O site A Capa trouxe um texto dizendo que nos EUA a febre da depilação tomou conta de todos os boys de lá:

Depois de tirarem a sobrancelha, irem a manicure e se jogaram nos tratamentos faciais, os moços aderiram à cera na região íntima.

A técnica foi batizada por nossos colegas de continente como depilação “brasileira”, vejam vocês.

“A comunidade gay, a comunidade hétero, os caras mais conservadores, os mais liberais. Todos os grupos estão vindo. A moda é muito maior do que imaginamos”, conta Mike Indursky, presidente da Bliss, rede de spas que oferece a depilação íntima para homens por 125 dólares.

Depilar as partes íntimas, de maneira geral, é associada a higiene, a evtar odores desagradáveis ou ainda ao desconforto que os pelos longos causam – eles entram na pelinha da neca, coça, machuca, é um inferno. Mas antes de tudo, ao meu ver, está ligada a uma questão sexual, ou seja, ficar mais atraente para o parceiro(a).

Babado Certo trouxe um tutorial dos mais conhecidos “cortes” dos pentelhos for men. Acompanhem comigo.

(Não-) Depilação tipo Mata Selvagem:

Vamos começar com aquele tipo que não depila. É caracterizado por pelos crescendo nas mais absurdas partes, direções e tamanhos. Há quem tenha muito e em grade volume e há quem tenha pouco e esparsos. Tem um certo fetiche – bem específico – associada a ela, lembra um homem rústico, viril, másculo, que é desleixado e sujo. As desvantagens é que tem grande chances de feder e causar incômodos.

Depilação tipo Ken:

É o extremo oposto da primeira, quando se tira TODOS os pelos pubianos. A região fica limpa e cheirosinha. As desvantagens é que quando os pelos começarem a crescer vai parecer que há um ouriço marinho morando em suas calças. E além do mais, ela dá um aspecto beeem feminino. Pessoalmente,  não curto.

Depilação tipo Grama Aparada:

É quando com auxílio de uma maquina de cortar cabelo (ou pelos) e/ou uma tesoura se diminui o comprimento dos pelos. É a mais usada e recomendada. É higiênica, prática, dá pra fazer em casa e fica bonito.

Depilação tipo “Grama Aparada Truqueira” ou “Se diminuir a grama, o tronco parece ser maior”:

É  como a anterior, porém, com ajuda de uma gilete você tira todos os pelos em volta do pênis numa faixa de uns 2 ou 3 centímetros. Ela cria  a ilusão de ótica que a rola é maior do que realmente é! 😉 #ficaadica

Depilação tipo Piramide Invertida: 

Nesta, após aparar os pelos, com ajuda de uma gilete ou máquina com pente zero se retira todos os pelos das laterais fazendo o desenho acima. Indicada para pessoas ousadas e que querem um pequeno diferencial.

Depilação tipo Pista de Pouso:

O processo é como o descrito cima, porém o desenho é como uma coluna saindo do piru. Mostra que a pessoa é segura de si, confiante e forte.

Depilação tipo “Bigodinho de Hitler” ou “Bigodinho de Chaplin”

Nesta, só fica uma bolinha na parte superior do dito cujo. O nome varia pelo membro: se for um piru que dá medo é Hitler, se for um que faz rir, é Chaplin. Interpretem como melhor lhes convier.

Depilação tipo Criativa

Você pode até tentar, mas acho difícil conseguir fazer essas em casa. É melhor procurar um profissional especializado no ramo, ok? É indicada para noites especiais em que você quer surpreender a pessoa amada. Já pensou aparecer fazendo uma homenagem pro namorado(a) usando o nome dele(a)? Ou então, depois da balada, no motel, fazer o descontraído com um desenho divertidão no seu amiguinho, hein?

Enfim, sejam criativos, inovem e escolham o que melhor lhes convém. O negócio é ser feliz! #aiquefinallindo #not

Sobre lésbicas e sexo anal.


Este feriadão na República NPT, tivemos descobertas e descobertas… Hétero enrustido com brinquedinhos no armário,  sapa fazendo sexo anal, mas vamos por partes.

A pergunta que não quer calar é: Porque as lésbicas tem tanto preconceito com o sexo anal? No meio da conversa, uma das sapas solta: “Mas meu edý é muito apertadinho pra esse tipo de coisa, deve doer!” Ok, mas por qual motivo as bees curtem horrores o bapho?

Eu, muito curiosa, fui pesquisar na prática. Não, sexo anal não dói e sim, é possível ter prazer. Pois se até a Sandy afirma, ain gatãn! Vamo combinar, né!?

Acredito que o mito que ronda o sexo anal ainda existe no meio lgbt, seja nas afirmações do tipo “quem dá é mais gay do que quem come”, ou ” o edý só serve pra botar pra fora, aqui nada entra!”.

A dor é comum, tanto na primeira transa, como no sexo anal, se você não estiver relaxado e excitado o suficiente pra isso. É tudo questão de jeito, paciência, excitação e confiança na parceira. Mas e você? Você goshta?

O que é um beijinho, gente?!


Recebi um e-mail bem legal do Rodriggo que vou compartilhar com vocês:

Na noite da próxima quarta (30), o programa “Qual é o seu Talento?”, do SBT, será polêmico. Tudo porque dois homens se apresentaram no palco da atração formando uma dupla de dança de tango. No entanto, o que pegou a todos de surpresa foi um beijo gay que deram ao final da performance, de língua.

Jurados e plateia ficaram em choque por alguns segundos, mas depois vibraram com a ousadia dos rapazes. A atração recebeu autorização do SBT e exibirá a cena na íntegra, a partir das 21h.

Cenas de beijo gay na TV sempre geram polêmicas. Na Globo, cogitou-se um beijo na novela “América”, em 2005, mas foi vetada. Já na minissérie “Boca do Lixo”, em 1990, os personagens de Alexandre Frota e Reginaldo Faria apareceram nus em uma cama, mas não trocaram carícias.

Na minissérie “Queridos Amigos”, Guilherme Weber e Pedro Novais ficaram juntos, porém foi no programa “Beija Sapo”, de Daniela Cicarelli na MTV, que aconteceu o primeiro beijo gay da televisão brasileira, em 2006. Posteriormente, a cena foi reprisada pelo “Programa do Jô”, na Globo, quando Cicarelli era a entrevistada. O “Big Brother Brasil 10″ também exibiu selinhos de Dicesar e Sérgio durante as festas que rolaram no confinamento.

Em outro canais, como RedeTV! e no próprio SBT, beijos gays foram exibidos nos programas de João Kleber e Ratinho.

Fonte.

Isso deixa você feliz? Pois a mim me deixa bem triste. Em pleno 2010, uma imagem banal de um beijo entre pessoas do mesmo sexo ainda é visto com tanto tabu neste país. Que tipo de moralidade vive a TV brasileira na qual uma mulhr ficar batendo com a  racha na cara de homens, imagem de pessoas mortas e todo tipo de violência e insinuação sexual desde que hétero são vistas com total naturalidade e um, repito, mero beijo gay ainda causa TANTO estardalhaço. Mor vergonha.

UPDATE – Eis o vídeo da apresentação (o beijo acontece em 2:45):