Bizarro onde, gente?!


Cata a notícia que saiu no Planeta Bizarro:

Bizarro? O que há de prejudicial em fazer um agrado de tão boas intenções como esse?

Eu, por exemplo, AMO fazer sexo oral nos meus peguetes enquanto eles dormem, o que tem de anormal nisso?!

E continua:

Rá! O primeiro caso é bizarro mesmo, tipo uma fada-do-dente dos boquetes, te chupa e deixa fintchy reais no seu travesseiro.

Agora, o segundo, “fez boquete após uma noite de festa”… aham, sei… buraqueiro bêbado, moralista sóbrio.

Enfim, eu acho que reclamar que alguém fez boquete enquanto você dormia é o mesmo que reclamar que passaram sua roupa enquanto você tomava banho. É um favor! ♥

Bizarro é isso:

Antes que as defensoras dos Direitos Humanos venham me apedrejar: Esse texto é de cunho humorístico, eu nem o Babado Certo apoiamos a ideia de abuso sexual, seja ele de qualquer tipo.

Dica da Looh, via Planeta Bizarro

[18+] Vaza suposto vídeo de Carly Rae Jepsen, do hit “Call Me Maybe”


Rá, eu ainda falei sobre isso sexta com as bee’s na boate. Já perceberam que ultimamente o máximo que as rachas famosas tão mostrando são os peitinhos no Twitter? E enquanto isso, dezenas de boys famosos mostram a neca pela internet, em vários vídeos.

Mas isso é injusto com nossa população de sapas, exceto dessa vez, que vazou um suposto vídeo erótico da Carly, a racha daquela música Call me Maybe. E apesar da neca no vídeo constranger algumas de vocês, basta imaginar uma cinta-caralha, pra ficar mais habitual.

Será que é ela? Clique na imagem abaixo para assistir:

Eu não sei se é, não estou muito familiarizado com a cara dessa racha ainda.

Enfim, vou ficar quieto, sabe, vai que eu digo que é e caem com um processo pra cima de mim… como caíram naquele vídeo do ator que eu não posso falar o nome.

(Mas se você jogar ‘Paquito e Ajudante’ no Google, são grandes as chances de descobrir)

Estou CONDENADA!


Pesquisa realizada pela Universidade do Estado de Ohio, nos Estados Unidos, descobriu que o vírus HPV atualmente é a principal causa da doença em pessoas com menos de 50 anos. O papiloma vírus humano pode provocar lesões de pele ou em mucosas. Existem mais de 200 variações com menores e maiores graus de perigo. Um deles é o causador de verrugas no colo do útero, consideradas lesões pré-cancerosas.

Segundo a professora Maura Gillison, alguém infectado com o tipo de vírus associado ao câncer de garganta tem 14 vezes mais chances de desenvolver a doença. “O fator de risco aumenta de acordo com o número de parceiros sexuais e especialmente com aqueles com quem se praticou sexo oral”, afirmou a pesquisadora.

Além disso, eu falei AQUI sobre o HPV e a ineficácia da camisinha na sua proteção, lembram?

Pull the trigger

Os resultados do levantamento vão ao encontro de outros já feitos sobre o mesmo tema, como o realizado pela Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Realizado no ano passado, o estudo apontou que pessoas que tiveram mais do que seis parceiros com quem praticaram sexo oral tinham nove vezes mais chances de desenvolver câncer de garganta. Nos que já haviam tido algum tipo de infecção provocada pelo HPV, o risco subia para 32 vezes.

Parar de chupar?

Eu tô fodida… a camisinha não protege contra o HPV, eu fumo igual uma caipora, bebo que nem uma esponja e… deixar de fazer sexo oral eu não vou. Quê dizê, se for por essa pesquisa, eu tenho que correr pro médico porque minha garganta deve estar toda cagada há anos.

“Mas Max, se camisinha não protege, como faço pra tentar evitar o câncer?”, disse a feminina que faz pegação no Terminal de Itacibá.

Os médicos que realizaram o levantamento sugeriram que homens também sejam vacinados contra o vírus, como é recomendado para as mulheres. Em países como Inglaterra, meninas de 12 e 13 anos recebem a vacina contra HPV e, segundo dados, previne até 90% dos casos de infecções.

Mas mesmo assim, a eficácia não é totalmente comprovada, okay? Vou repetir mil vezes que a melhor maneira de prevenir é a redução da quantidade de parceiros sexuais.

Então mamaaaaaaaa

OFF TOPIC: Enquanto estava escrevendo esse post, liguei pro Dé para dar um alô e uma boa noite (porque somos BFF), e ele me perguntou como é que essas pesquisas são feitas, se eles colocavam os pacientes pra chupar pau 32 vezes até pegar o HPV, e assim determinar a ‘chance’.

Claro que eu caí na gargalhada. Falei que não, que eram feitas com pessoas que já tinham o câncer quando procuravam o médico, aí ele vira e fala:

“Ah sim, Max, agora entendi, a gay chega lá com câncer e eles começam o relatório: ‘Você fuma? Não. Você bebe? Sim. Você chupa pau? DI-A-RI-A-MEN-TCHY!’.

Eu não AGOENTO esse viado, cuspi toda a água que estava bebendo.

Via Gay 1

A solução de todos os problemas do sexo oral


Não tem bocão? Não consegue schupar a neca do boy sem raspar o dente? Não sabe mais o que fazer pra melhorar essa porcaria que você chama de boquete?

O Japão tem a solução!

Esse idioma é do Japão mesmo, né? Eu sempre confundo com o Chinês quando eles usam esses caracteres quadradinhos que lembram Jackie Chan.

Olha, são os piores de cama, segundo a Revista Época, mas sem dúvida nenhuma têm as melhores invenções para burlar esse defeito.

Kooriosidades – Na Cama com Max


Tinha parado de escrever nessa coluna devido às perguntas cabeludíssimas que me mandavam via e-mail, imprópria pra qualquer idade. Mas ontem um leitor veio me perguntar uma coisa interessante, que eu acho super legal discutir com vocês aqui no blog. Ele perguntou mais ou menos assim:

“Tenho amigos que se dizem ativos, mas que também dizem que se pudessem ficariam só chupando a neca da passiva e nem fariam sexo com elas… eles são passivas em negação?”

Eu quero é rola!

Mas essas gays são complicadas, né?

Por mais que eu insistisse no começo que ainda existam 100% ativos em Vitorinha, depois dos vários argumentos dos leitores, acabei acatando a premissa: Se você não deu, está dando ou dará um dia. Seja pra agradar alguém ou para experimentar, você vai dar.

Até aí tudo bem, já entendemos isso. E essa história desses boys que se dizem ativos, mas que ficariam só no sexo oral? Me soa estranho… eu sei que se o ativo não gostasse de pinto ele procuraria uma mulher e que não tem nada mais normal nos dois fazerem sexo oral um no outro, são só as preliminares. Mas, quê isso novinho, trocar o koo pela neca?

Da mulher pomba-rola que voou (8)

Eu achava que esse babado de ficar só na neca era um artifício de nós passivos para evitar o sexo quando esquecemos a chuca a situação intestinal não está das melhores. A gente capricha no oral pro rapaz ter logo seu orgasmo e não corrermos o risco de passar o cheque. Certo?

Então, não faz sentido o ativo, que diga-se de passagem, só tem o trabalho de tirar a ricota da neca pra dar o cruzo, preferir ficar mamando quem teve uma jornada de trabalho maior que dos proletariados da Revolução Industrial pra chegar ali limpa como uma sala de cirurgia.

Eu não quero apontar dedos, apesar deles estarem aqui loucos para gritar “MAS ISSO É UMA PASSIVONA, MINHA GENTE!”. Portanto…

…Alguma bee, adepta do Behaviorismo, tem alguma ideia do que isso pode significar?

Tem alguma dúvida sobre sexo ou relacionamentos? Envie para max_babadocerto@hotmail.com

Enquetchy [18+]


Não contei muitos bafos no BCG dessa semana porque queria guardar essa discussão pra um outro post.

Eshtávamos eu, uma sapa amiga minha e um agá-tê conversando sobre sexo, como sempre. Eis que em meio às premissas de que mulher não sabe fazer um quetchy e homem não sabe fazer sexo oral em mulher, ou pelo menos não tão bem quanto nós gays; uma enquete surgiu:

Numa relação homem versus homem ou homem versus mulher, sempre há aquele momento Vanessão: “Go-go-go-goza na minha boca?”, e não chegamos a um consenso sobre cuspir ou engolir.

Eu sei que existe aquele babado todo das DST’s, do contato com fluidos corporais que podem estar contaminados, mas para não dar uma má impressão, vamos considerar que vocês só fazem isso em relações longas e monogâmicas, tipo, depois de umas duas semanas com o boy. Então, force um pouquinho aí na sua cabeça, pra lembrar quando foi a última vez que você fez isso.

Mas não é simplesmente cuspir ou engolir, essa pergunta é mais batida que pinto de adolescente, o que eu quero saber de vocês é se DEPOIS que você já ejaculou na boca da pessoa, a sua impressão sobre ela muda caso ela cuspa ou engula aquilo tudo. Sim, porque o que eu mais vejo são tirinhas de homens fazendo piada sobre quem cospe ou engole, por exemplo:

Observe a carinha do boneco

Qué dizê, conta pra mim nos comentários, vocês realmente se importam com o que a pessoa vai fazer com o conteúdo depois que ele já saiu de dentro de você?

Aproveitem e respondam a enquete abaixo, pra gentchy ter uma noção estatística.

SENAS da noite capixaba #4


No dia daquele dilúvio, vejam bem, no dia do dilúvio, estava eu no terminal e fui ao banheirón fazer um pipis, sacumé, né? Cervejinha e pepis são inevitáveis.

Chegando lá, tô descarregando todo aquele líquido pela minha necona linda (muah!) quando reparo no mictório ao lado um homem lindo, e quando eu falo lindo é lindo meshmo. Sabe aqueles caras grisalhos, mas com face máscula e jovem, tipo William Bonner? Então, era assim. Dei só aquela olhada assim meio de lado, meio d’isgay. Fiquei bege quando vi que o cafuçú já estava de MALA PRONTA! E era uma suuuuuper mala (e não é papo de fim de semana de beesha, não). Fiquei ali, fazendo a discreta olhando só de soslaio.  A beesha começou a se exibir pra mim, pode? Virou a neca em minha direção e começou a se masturbar. Apesar de estar passado por dentro e com a boca seca, mantive meu ar de eterno blasé. Estava um pouco assustado, pois eu ouvia barulhos vindos dos reservados e das torneiras indicando que havia mais alguém no banheiro. Fiquei ali naquele clima de excitação e pânico… TOLO! De repende, não mais que de repente, surge do nada uma passiva feia e gorda e voa de boca na neca do cafuçu!!! E eu? Fiquei assim ó:

Sim, beesha, ali mesmo na área do mictório, qualquer um poderia chegar e ver a “sena”. E as duas safadas ainda ficaram sensualizando, como que me chamando pra participar. Constrangida, fiz um bom carão e fui saindo. Antes de atravessar a porta, ainda pude ver a expressão do cafuçú de “Pô, bee, vai cagar no maiô agora?!”

Falando nisso…


A Dé acabou de postar seu TCC sobre bola-gato, num foi? Pois então, isso me fez lembrar de um texto meu MUITO antigo que eu tenho no meu arquivo  e preciso dividir com vocês. Transformei em tópicos pras menos enturmadas com a interpretação de texto também entenderem, sem contar que esse babado de “20 dicas” sobre qualquer coisa sempre atrai nossos olhares, néam? Confiram:

Eu tenho uma premissa: Sexo oral sem garganta-profunda não é sexo oral. Se não consegue, chupe um pirulito e deixe essa função pra quem sabe.

1. O Orgão Genital Masculino não se limita ao pênis. Mas se for se aventurar pelos segredos dos testículos, lembrem-se, são testículos, não bolas de fisioterapia, apertar dói!

2. Ritmo também é muito importante, ficar o maior tempo possível num movimento ritmado é mais prazeroso. Se você quiser se jogar numa velocidade alta, arque com as consequências, porque ele vai empurrar sua cabeça, e isso pode ser pouco agradável caso te pegue de surpresa.

3. Três ânsias de vômito seguidas de barulho característico são um sinal de que você NÃO nasceu pra isso. Ótimo teste pra saber se você tem espírito de frog.

4. Depois da ejaculação, ainda durante os espasmos penianos subsequentes, faça um “garganta-profunda rápido” e de surpresa, você vai ver o grito que ele vai dar! Hahahahaha.

5. Para retardar ejaculação e aumentar o prazer: Experimente, durante o sexo oral, pressionar moderadamente a região entre o ânus e o escroto (períneo). Essa é a segunda via, não tão forte quanto à estimulação retal, para se chegar a próstata. Fazendo isso você massageia a próstata, dando mais prazer, e promove o fechamento do canal entre o Canal Deferente e o início da Uretra, que passa por dentro da próstata, impedindo a ejaculação.

6. Sucções moderadas na glande são prazerosas, mas o pênis não é um canudo de refrigerante, seja sensata.

7. Não deixe o parceiro gozar na sua boca se você vai cuspir, isso é DEVERAS desanimador. Se você tem nojo, opte por gozar noutras partes do rosto, ou do corpo.

8. Homens sempre vão tentar empurrar sua cabeça, ou pensar nisso, se você não gosta de ser forçada ENGULA logo! Com isso ele só vai apoiar a mão sobre sua cabeça, sem a necessidade de forçar.

9. Maaaas, o fato de ele forçar sua cabeça pode ajudar o pênis na passagem pelo seu esôfago, de maneira que diminui a força aplicada pelo seu pescoço e, consequentemente, a contração da sua via alimentar. Não é de todo ruim esse hábito masculino.

10. Não é necessária a tradicional “boca de boquete”, cobrindo TODA a arcada dentária. Para evitar que os dentes raspem no pênis, basta uma contração leve da boca na direção interna, como se fosse passar um batom. O efeito estético é bem melhor e você não vai sentir aquela dor nas bochechas depois do ato.
11. Nessas horas as pessoas com mais lábios tem uma vantagem física. Ou vocês acham que bocão é fetiche masculino por quê? Porque a cor do batom fica mais viva e aparente? NÃÃÃÃO!

12. Fique sempre de frente para onde o pênis do seu parceiro é torto, caso seja.
13. Tentar engolir um pênis torto para a esquerda estando do lado contrário não vai ser uma boa experiência. Além de muito provavelmente machucar a glande com sua epiglote você vai ter uma dor-de-garganta demoníaca no outro dia.

14. Esteja com a garganta bem úmida e antes de engolir todo o pênis lubrifique-o com saliva. Não é nada gostoso sentir seu pinto sendo forçado a passar por um buraco seco.

15. Se o pênis do parceiro for muito rígido e não dobrar na sua garganta, experimente ficar com a cabeça mais elevada, alinhando a sua cabeça à cabeça do pênis, e aumente a angulação entre o queixo e o pescoço. Isso vai ajudar na passagem e vai diminuir o ângulo que o pênis vai dobrar entre a boca e a garganta.

16. Puxe o máximo de ar que puder antes de engolir, e vá soltando aos poucos pelo nariz, você vai ficar mais tempo no “vaivém”.
17. Se você se tornar mais experiente, dependendo do calibre do pênis do parceiro, você será de capaz de puxar um pouco de ar pelo nariz, ou seja, não precisará mais “parar para respirar”.

18. Ao afastar a pele do prepúcio de seu parceiro fique atenta para a presença de fimose em excesso. Caso exista, NÃO FORCE a saída da glande, isso doerá MUITO, muito mesmo!

19. Alternar vagarosas lambidas em toda a extensão do pênis com gargantas-profundas surpresa! É ótimo e super engraçada a reação do rapaz, mas exige um profissionalismo mais avançado.

20. E por fim, tem uma que é mais psicológica que física: MOSTRE interesse no que está fazendo, não faça com cara de obrigação, por mais que você não goste, pelo menos finja que você está sentindo prazer naquilo, que dar prazer a ele te agrada. É muito mais excitante pro rapaz perceber interesse do que parecer que ele está te obrigando a chupá-lo. Nem sei porque tô falando isso, vinhádo A-DO-RA uma rôla!

CERTEZA que todas vocês leram até aqui, essas bee’s adoram uma boa baixaria!

Tchynna Responde: As beeshosas usam camisinha no boquete?


Pergunta, vai!!!

Olá Beeshosas,
Faz séculos que não respondo a nenhuma dúvida na minha coluna Tchynna Responde. Vocês ainda se lembravam que ela existia? hahaha Eu até tenho váaarias perguntas esperando resposta, mas foi a tanto tempo que provavelmente quem tinha curiosidade mesmo fez um Google e não me esperou. A pergunta de hoje veio de um comentário que eu respondi no post babadeiro sobre o Final Feliz . Como o assunto pode ser dúvida de outras bees, resolvi postar aqui também. Além de ser um pretexto para reativar a coluna.

A dúvida

A dúvida

Então, não sou médica e nem enfermeira – só tem as roupinhas para momentos de “emergência”. é possivel pegar várias dst via sexo oral. isso é verdade. porém, não há um consenso a respeito – principalmente sobre o risco de quem recebe o boquete. não, não há a mesma probabilidade do sexo anal não, assim como não há do vaginal. alguns vetores podem aumentar o risco de contaminação ( caries, aftas, sagramentos na boca). a maioria das pessoas NÃO usa camisinha no oral. isso é fato. e não é só no FF, cinemão, é assim de maneira geral. na move, no lui, na são firmino, na casa clube etc. A minha recomendação é usar sempre camisinha. Como o gosto do lubrificante não é dos melhores, eu sempre tenho uma de sabor para essa hora. Confesso que gosto mais fazer e receber com camisinha – fico louuuca de prazer! Agora, quem não quiser usar sabe muito bem os riscos que corre e é dono do próprio nariz e ninguém tem nada com isso! É isso! Respondida?

Quem quiser tiver dúvidas cruéis e existenciais, já sabe: manda um e-mail goxxxtosinho para tchynna@gmail.com (é meu msn também, pode asdd) essa delícia aqui, eu Tchynna Penedo, goxxxtosa p’ra caramba e TTToda natural!!! Assim que der, eu respondo, afinal “travesti não é bagunça” e minha vida é corrida!!!