Não está fácil para ninguém!


Em algum muro de Vitorinha… [solta a trilha]

cartazEstá vendo, vinhádo, não está fácil para ninguém… Não sei o que amar mais, a atitude do boy em plena era das tecnologias digitais apelar pro cartazinho no muro colocando duas opções de operadora para facilitar para as pretendentes ou a beesha gaiata que se ofereceu escrevendo em cima.  A concorrência está pesada!

“Sou mulher!”

 

Vilão gay: como não amar?


Ontem (20), estreou a nova novela global Amor à Vida. Todo mundo dando graças a deus por ter acabado a novela da queda livre e na expectativa do boom da aparição de Tatá Werneck no horário nobre da Gluóbo. Mas vamos falar de coisa boa?! Eu já tenho minha personagem preferida, claro:

Tá vilão, tá pintoso, tá divo, tá caricato! ❤

Ele será apenas o simbolo do “Moça, seu namorado é gay!” Hauhauhauhauhuahuahuahuahua. LOOSHO.

Kooriosidades – Na Cama com Max [Tema: Curvatura peniana e prazer sexual]


01-banner-max1141
mala

Faz tanto tempo que não dou dicas de sexo aqui no blog, néam? Talvez seja porque eu estou numa fase de abstinência. Pois é, difícil de acreditar.

Mas sabe aquela fase da vida que a gente olha pra trás e pensa: “Porrãm, eu já tive mais parceiros sexuais que o Wando, e o que eu ganhei com isso?”

Além de uma elasticidade digna de Daianne dos Santos, ganhei também uma vastíssima experiência sexual, suficiente para ensinar mil coisas para as senhoras aqui no site. Por esse motivo, resolvi responder a pergunta antiga de um leitor que me perguntou de que maneira o desvio da curvatura do pênis pode ser usado para potencializar o prazer do passivo.

Tenho certeza que vocês têm curiosidade em saber sobre esse tema PICAnte, porque mesmo que não saibam exatamente como acontece, sentem uma diferença na hora do cruzo, não é verdade?

Então vamos analisar comeego (as imagens usadas são heteronormativas porque eu não achei nenhum Kama Sutra gay):

Vale lembrar, antes de qualquer coisa, que estamos falando de curvatura normal. Se o seu pênis é muito curvado, você sente dor durante a ereção e consegue perceber (ou não) um nódulo palpável na direção oposta da curvatura, você pode ter o chamado Desvio de Peyronie (clique AQUI para saber mais) e eu aconselho que procure um Urologista.

Pênis torto para o lado:

Esse tipo é o mais comum, devido à posição que os homens posicionam o pênis dentro da calça. Mas eu tenho minhas dúvidas quanto a essa influência ser tão expressiva assim. Eu mesmo faço um malabarismo tão absurdo dentro da minha calça skinny, pro meu pinto gigantesco caber dentro dela, que se fosse assim ele deveria ter forma de serpentina.

Ele é o mais comum e também o mais difícil de encontrar uma posição que vá direto na próstata, uma vez que ele nunca consegue apontar na direção dela, exceto se os parceiros estiverem em ângulos diferentes. Sugiro as posições abaixo:

de lado

posição 1

Sendo que a perna levantada deve ser a perna equivalente ao desvio do pênis. Nessa posição o passivo consegue mudar o ângulo do quadril e aí o pênis apontará diretamente para a próstata, potencializando o prazer.

Pênis torto para cima:

A rainha de todas as picas, para mim é o mais belo e imponente. Qualquer imagem fálica que você encontrar em obras de arte antiga esse pênis será o mais representado.

Mas o que ele tem de belo, tem de filho da puta. Esse é, definitivamente, o mais complicado de se fazer oral. Uma garganta profunda num pênis para cima é certeza de garganta inflamada no outro dia, exceto se você fizer na posição de 69: o desvio acompanha o ângulo do esôfago e desce com mais facilidade.

Para o sexo, esse pênis é ideal para o frango assado e a cavalgada de frente, por motivos óbvios:

posição 2 posição 3

Pênis torto para baixo:

Raríssimo, mas muito interessante. Esse tipo é mais comum em drag queens, travestis e crossdressers, devido ao trauma que o “trucar” da mala causa no pênis, deixando-o mais torto para baixo.

Você pode ficar meio confuso no início, sem saber se está duro ou está mole, por isso, não se acanhe, bote a mão para saber, certeza que o boy não vai reclamar.

Nem preciso dizer que é o tipo ideal para sexo oral, né? Nem quiabo escorrega mais que isso, você vai até levar um susto quando entrar, tipo quando a gente engole gelo sem querer.

As posições ideais para esse tipo de curvatura são a cavalgada de costas, o cachorrinho, de bruços e o sexo em pé (vejam vocês, ele é o menos atraente esteticamente, mas é o que te dá mais opções de power foda).

baixo 2 baixo 1 baixo 3

Na moral, nunca vou entender porque eles abaixam nossa cabeça nessa posição, alguém pode me explicar?

Pênis reto:

É o pau Gianecchini, né? Aquele piru que a gente tem vontade de tirar foto, emoldurar e pendurar na sala, de tão bonito.

É, são lindos, mas não difíceis de lidar, porque geralmente são muito mais rígidos que pênis curvados e muito complicados de dobrar, seja durante o sexo oral ou durante a trepada.

Como não existe angulação, todas as posição são igualmente prazerosas. Então, dê a louca, doer não vai:

3ipuo07krq90x4mfcb3gj1jqr louca

Qual você prefere? Vamos votar! (A situação tá tão tensa pras passivas ultimamente que eu nem vou colocar a opção “tanto faz”, porque é certo que 100% das desesperadas vão votar nela e ainda postar foto do edi nos comentários)

Tá com um dilema de natureza sexual, social ou médica? Mande sua dúvida para max_babadocerto@hotmail.com, e a Max consultará os universitários para tentar resolver o seu problema.

Guest Post: Estilo, modismo ou personalidade?


link-building-guest-post

104_homem-de-estilo-ricardo-pereira-deixou-para-tras-o-sotaque-portugues-pereiraO guest post de hoje é sobre estilo. Já havia falado algumas vezes sobre esse assunto aqui no BC, mas nunca fui específico. No post “Ninguém se veste só para se tapar” faço um ensaio sobre a relação entre liberdade individual e vestimenta. Quem não leu, leia.

O post é do Rafael, ele tem ESSE blog e me mandou o texto abaixo, vamos ler a opinião do rapaz?

Estilo, modismo ou personalidade?

“Não devemos acreditar apenas em palavras, em posição ou ideologia. É a personalidade da pessoa e suas ações o que importam.” (Daisaku Ikeda)

metalJá ouviu aquela conversa: Que tipo de música você gosta? Pagode? Coisa de malandro. Funk? Ah, funkeiro, sem cultura, mundano. Reggae? Coisa de maconheiro. Hã, Forró? Muito brega. Eletrônica? Coisa de frutinha. E o lendário Rock, mesmo hostilizado por ter seguidores góticos e arruaceiros, esse estilo musical é bem mais respeitado em questão de escolha para se ouvir.

6283073_460s_v1Já convivi muito com essas situações nas quais tinha amigos que eram influenciados e centralizados por uma cultura de “maria vai com as outras”. Ouviam o que era de modismo atual, ou que o outro mais popular ouvia.

Hoje presencio as caracterizações físicas de um estilo, muitos dizem que se vestir de preto, usar um dread ou pintar as unhas significam uma forma de se expressar, demonstrar a partir do contrário do convencional, ou até mesmo fugir da realidade e trazer ao mundo um outro personagem.

pagodeOu seja, o famoso “duas caras” musical que eu uso pra identificá-los. É simples,  tem aquele que mostra uma personalidade totalmente convicta dos seus gostos, solitário, pacato e que critica os pagodeiros, funkeiros e tem aquele que se esforça pra não ouvir outros estilos e a frequentar “tais” lugares.

Por outro lado, existe também aquele que no colegial somente coloca as músicas em seu Ipod (Metallica, Iron Maiden, Black Sabbath) com medo de seus colegas descobrirem o “cara” por trás da cabeleira e do coturno surrado. Mas ao chegar em casa coloca o CD do Belo e se sente o cara mais feliz do mundo.

tumblr_mfz1pjnung1qdlh1io1_250
Untitled 3Ter personalidade não significa utilizar de meios materiais e nem ser um seguidor influenciado por terceiros. Pergunte a si mesmo, o que mais agrada aos meus ouvidos?

Curtir aquele pagodão não é preciso, mas aceitar a escolha dos outros é incontestável, não só por respeito, mas um dia aquele pagodeiro vai te convidar pra festa do bairro e se você continuar isolado em casa ouvindo Scorpion por “modismo” vai ter que se contentar com uma vida anti-social e infeliz, baseada somente num estilo.

Opinião da Max: R-E-S-P-E-C-T!

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=z0XAI-PFQcA]

P.s.: Gostou do texto do rapaz? Quer enviar um post também? Corra e mande seu texto para max_babadocerto@hotmail.com

The Voice Chica?!


Cês tão BRINCANDO comigo que aquela delícia de bar vai voltar a funcionar na Chica Chiclete, com direito a karaokê e tudo! Vomitei três Carol e Priscila de emoção!

Cata:


Eu, no palquinho do karaokê:

Pois se preparem para me aturar cantando todo fim de semana naquele lugar, AMO karaokê, AMO bar ao lado de boate e AMO música ao vivo!

Sim, sou uma sapa presa no corpo de uma beesha com cara de sapa.

E com o patrocínio da Mattel…


…o Ken foi eleito o prefeito mais jovem do país (27 anos), em Pelotas – Rio Grande do Sul.

Se fodam aí:

O nome dele é Eduardo Leitte, e ficou famoso durante as eleições devido a essa foto sem camisa que ele tirou em 2011 e postou no seu Facebook.

Infelizmente, ele não é gay, o que eu achei uma AFRONTA. Sendo Pelotas uma cidade conhecida pelo alto contingente de bee’s, o prefeito ser agá-tê é uó.

Se bem que… grande quantidade de bee’s, e um boy magia vence as eleições… acho que tá tudo explicado, néam? hahahaha.

Odeio piada xenofóbica, Max

Veja mais fotos, e monte um papel de parede para seu computador, clicando AQUI.

Dica do Leonardo

Butt Chugging – Mais uma utilidade para a Cantina da Serra


Além de todas as mil maravilhas que a minha amada Cantina da Serra oferece pela pechincha de 5 reais, agora ela também pode servir para facilitar o trabalho da Seleção Natural e eliminar idiotas da natureza, cata:

Uma chuca com vinho, eu imagino que delícia deve ficar o cunete após essa limpeza. O Ministério da Saúde adverte: um cálice do cheque da bee ao dia faz muito bem ao coração.

Vamos acompanhar:

Clique para ampliar

…de necas

Se eu te contar que essa parte do ataque sexual é super verdade, vocês não acreditam. Aliás, um dos meus pornôs favoritos são essas reuniões de buraqueiros comendo o edi do calouro.

Mas não vejo com tesão não, vejo com ódio de fazer esse curso de vinhádo, por que fui entrar na Biologia?

Fico pensando, tem tanta passiva naquele satanás que é mais fácil as beeshas veteranas injetarem Viagra no único calouro gostoso da sala, amarrá-lo de barriga pra cima e irem todas, uma a uma, sentando na neca dele.

Clique para ampliar

Suspenderam a fraternidade por TRINTA FUCKING DIAS? Mas é agora que eles vão enfiar um galão de Catuaba Selvagem no koo do boy, minha gente! Será que ninguém vê o perigo de se deixar esse monte de encubada no ócio?

GlassAss tá aí e não me deixa mentir!

Vão até convidar o boy abaixo para comparecer ao evento:

p.s.: Existe um gif dessa arma em ação, mas só veja SOZINHO, clicando AQUI. Não me responsabilizo se sua mãe abrir a porta na hora, hein?!

Dica do Marcos

Kooriosidades – Na Cama com Max [Tema:Timidez]


Mais uma edição da amada coluna de diquinhas da Max. A quantidade de e-mails continua enorme e eu tô fazendo o possível para responder a todos. Mesmo que eu não poste aqui, tento dar uma atenção especial a todos respondendo pelo menos o e-mail.

Então, mais uma vez, se você ainda não foi respondido não pense que a Max te ignorou, não é isso, tenha um pouquinho de paciência que assim que chegar a sua hora, responderei. Tá?

Vamos ao e-mail de hoje:

Bem tímida

Todos temos medo da rejeição, entretanto, os héteros sempre tiveram uma relação muito mais tranquila com ela. Afinal, desde pequenininhos os pais ensinam que os meninos nunca vão conseguir uma menina com facilidade, pois elas são criadas para esconderem a vagina até que um rapaz dê um prêmio bom o suficiente para merecê-la.

Claro que com a modernidade e a igualdade cada vez maior entre a sexualidade do homem e da mulher, essas mulheres finalmente começaram a quebrar as amarras do machismo e hoje têm mais tranquilidade ao fazer sexo pela simples vontade de sentir prazer, como os homens sempre fizeram.

Mas e os gays? Nós gays temos um medo muito maior da rejeição, somos rejeitados na escola, no trabalho, na família, na vida social no geral, e isso gera pessoas depressivas, com baixa auto-estima ou com fixação pela perfeição. Basta observar o post da Síndrome de Betty, a feia.

Diante disso, é de se esperar que quando o gay não encontra aceitação no único lugar no qual ele deveria encontrá-la (meio GLS), passe a ter medo de chegar em outros rapazes, porque nesse caso um “não” tem muito mais poder de magoar que o não com o qual os héteros estão acostumados a lidar.

Como é hábito eu falar do meu exemplo nos posts do Kooriosidades, não vou deixar de falar nesse: Não sei por qual motivo o rapaz do e-mail disse que eu não tenho que me esforçar quando quero ficar com alguém, mas ele realmente está certo. E isso não é devido a minha beleza divinal ou aos meus olhos de Lince-da-montanha, capazes de seduzir qualquer homem, tal qual as sereias da Mitologia Grega (hahahaha).

Vocês acharam que fosse? Não é! Diversas vezes que algum rapaz chegou em mim já ouvi a expressão “Você tem cara de não”, e essa “cara de não” (ou “de toco”) muitos gays têm, talvez por uma questão de proteção, de medo de dar margem para que outras pessoas pensem que você está dando em cima (mesmo de longe), ser rejeitado e ainda ser o assunto do grupinho de bee’s sentadas em volta do rapaz que pensou isso de você.

Sabendo disso, a minha saída, e a saída que eu vou dar para todos os tímidos que lêem o blog, é o bom-humor. Sim! A última coisa que você tem que fazer durante uma paquera e se sentir a Elvira e esfregar seus peitões na cara do boy. Deixando claro que o quer, as possibilidades de trauma depois da rejeição são muito maiores.

Um conhecido meu, por exemplo, quando queria alguém na Ufes, lambia a colher do R.U. olhando pro boy que nem essa racha aqui embaixo:

Obviamente ela não pegava ninguém além dos guardinhas à noite.

Tô te querendo, como eu te quero.

O ideal é que você converse com a pessoa como quem não quer nada, sente perto dela, faça um comentário engraçado sobre as pessoas da festa e espere o feedback. Quando alguém quiser ficar com você ele vai demonstrar com o olhar, mesmo que não diga, a gente SABE diferenciar um olhar de “Sai daqui, satanás!” e um olhar de “Me rasga em cima dessa mesa!”.

No final das contas, se a pessoa não retribuir é porque ela não te quer e você não vai precisar ouvir um não para descobrir.

Mas isso só vale pras passivas, néam? Porque ativo hoje em dia basta fazer pirocóptero com a neca na pista que sai de lá com um viado pregado em cada perna, tipo um Bóson de Higgs.

Tá com um dilema de natureza sexual, social ou médica? Mande sua dúvida para max_babadocerto@hotmail.com, e a Max consultará os universitários para tentar resolver o seu problema.

#Rapidinhas: E que comece o show!


Rá! Saiu a propaganda eleitoral da BIXA MUDA! Cata:

Adorei o jogo de palavras, será que foi ela quem inventou? A gente não pode julgar a inteligência dela pelo modo que fala (grunhe?), vai que por dentro é um grande gênio da Publicidade?

Não lembra da Bixa Muda? Não acredito! Vamos refrescar sua memória:

Esse “i’m burning” dela nunca, eu disse NUNCA, deixará de ser engraçado!

Só fico pensando em como será a propaganda na televisão. Se ela não fala e não sabe Língua de Sinais, como vão legendar esse monte de “i’m burning”?

Dica do Robson

Kooriosidades – Na Cama com Max


Nessa edição do Kooriosidades eu vou mais além, afinal, recebi uma pergunta meio descabida. Só vou perdoar porque foi um homem heterotrófico quem fez:

“Gays passivos têm ereção durante o sexo?”

Broxa?

A resposta é óbvia: SIM! A estimulação da próstata pelo pênis é muito prazerosa e gera quase que uma ereção instantânea… na maioria dos homens.

É, bee, você ativo (daqueles que tem o koo quadrado, cheio de espinhos e com um sistema hi-tech de segurança contra invasores) pode achar estranho o rapaz preferir ser passivo, não ter ereção,  e mesmo assim sentir prazer e ter orgasmo. Eu sei que você se sente triste, como se não estivesse agradando o suficiente, mas não! Isso é mais comum do que se imagina!

As causas desse prazer sem ereção podem ser duas:

  • O ativo mete como se estivesse comendo uma boneca inflável, e o passivo, apesar de sentir prazer, sente também dor, que acaba desconcentrando o rapaz e atrapalhando a ereção. Afinal, quem não dá (quem não dá?!) não tem noção do quão difícil é para o passivo esquecer a dor, se equilibrar numa posição e ainda ter que se masturbar.

“Se masturbar, Max? Mas minha amiga, apelidada carinhosamente de Poço Artesiano, disse que goza sem encostar no pau!”

Bullshit! Na maioria absoluta das vezes o passivo tem que se masturbar para conseguir ter o orgasmo peniano. O que acontece nesses casos de “gozar sem encostar”, é que a estimulação constante da próstata acaba desencadeando uma resposta nervosa que faz com que esta se contraia e libere sua secreção.

Além disso, o passivo acaba gozando logo depois porque a “via” está aberta. Mas o dia que acontecer com você, observe que não será seguido da sensação de ejaculação comum.  É uma sensação de ‘porrãm, acho que me mijei!’

  • Ou não, o ativo pode ser realmente muito bom, mas o passivo simplesmente não consegue ter ereção. Os motivos podem ser falta de concentração, concentração demais (que acaba fazendo com que o passivo esqueça do próprio prazer, super comum quando a bee quer dar um chá de koo), quando o prazer apenas da próstata é suficiente e ela nem se masturba, ou o tamanho do pênis…

“O tamanho do pênis? Como assim?”

Até ele consegue

Sim, queridas, já ouviram falar da famosa “Neca Chama-cheque”? Claro que já! É aquela que é tão comprida que acaba cutucando lá no fundo do Canal Retal, e dando uma sensação horrível de vontade de evacuar, por mais que você tenha feito uma chuca profundérrima.

Alguns dizem que é exatamente o contrário: aquela que, de tão pequena, funciona como um supositório cutucando na entradinha. Nos dois casos, a sensação é a mesma e este é o foco da discussão.

Então, essa neca é a principal causa do impedimento da ereção, mesmo quando o ativo é muito bom de cama. A gay fica tão preocupada em não passar o cheque que acaba se concentrando só no edi, e nem tem ereção.

Mas e as senhoras? Já passaram por esse tipo de situação? Já se sentiram frustradas por terem uma noite maravilhosa com aquele boy que te deu 20 orgasmos, mas que não acredita em você só porque sua bandeira não foi hasteada?!

Gostou? Mande sua pergunta para max_babadocerto@hotmail.com

Esclarecendo boatos sobre o Miss ES Gay 2012


É, meninas, na última semana os ânimos se esquentaram quanto ao Miss Gay ES, que acontecerá nesse domingo (29), no Cerimonial Platinum.

O concurso, que já tem mais de uma década de história, é famoso pela sua idoneidade e por garantir desde 2003 as posições entre as 5 melhores do Brasil. Mas parece que esse ano a entrada de uma forte candidata acabou deixando algumas pessoas meio desconfiadas quanto a honestidade do Miss Gay.

Essa candidata é a lindíssima e conhecida Sheila Xiss, que já ganhou inúmeros concursos de beleza e mais recentemente ficou com a medalha de bronze entre os melhores trajes de gala do Miss Brasil Gay. Vamos descobrir o motivo?

Um rosto é um rosto… uma pele é uma pele…

Diante disso, começaram a especular que o concurso seria marmelada, que Sheila pagou 17 mil reais no vestido que usará no Miss Gay ES e que não estariam valorizando o que é naturalmente cabixaba.

Coméquié?

Fiquei de olho, observei de longe, e hoje dei o direito de resposta a um dos organizadores do evento, Sérgio Herzog, que foi um fofo e fez questão de me ligar pra explicar tudo tim-tim por tim-tim.

Segundo ele, qualquer concurso de beleza no território nacional possui regras que devem ser seguidas, uma delas é a exigência de que uma candidata, para participar de concursos de Miss no Brasil, deve ser brasileira (ou naturalizada brasileira), e nada impede que uma candidata de fora do Espírito Santo participe de concursos aqui. Aliás, muito sabiamente citou a Míriam Vervloet, que já foi Miss Espírito Santo e participou como Miss Maranhão no Miss Brasil Gay ano passado.

Chic c'est la vie!

Disse também que o Traje de Gala é uma categoria tradicional dos concursos de Miss e, independente do vestido, não se pode proibir ninguém de usar uma roupa por causa do seu preço. Além disso, deixou bem claro que isso não garante que uma candidata vença o concurso, citando exemplos de candidatas do passado que vestiram roupas que ficaram em primeiro lugar na categoria “Traje de Gala”, enquanto a vencedora do próprio concurso não possuía uma pedraria sequer em seu vestido.

Então, antes de sair por aí tentando manchar a imagem de um evento que só trouxe benefícios para o estado e todo ano faz o país inteiro voltar os olhos para a cena gay capixaba, vamos admitir que a bee é bonita pra garáleo e até vestindo um pano-de-chão ela seria uma forte candidata:

Que flagra!


Quem já foi flagrado pela mãe enquanto se masturbava vai se identificar com esse vídeo:

E esse ativo, minha gente?! Me fala AGORA de onde ele é que eu vou lá, porque eu não acredito que essa gracêenha tá tão na seca que se sujeitou a pegar essa passeeva SEM DENTE!

Assim, Fernanda Souza pergunta por todas nós:

Via Libertad

Fashion Bless wears Trava-power!


Que os meninos do Fashion Bless têm trabalhos ótimos e estão trazendo toda uma vibe glam pra fotografia de Vitorinha, todo mundo já sabe. (Enfo, falei igual colunishta de bluóg de moda urbana, viado!)

Eu não entendo garáleo nenhum de moda (quem me vê na rua PERCEBE isso hahaha), mas o trabalho deles é tão bom que por mais que você não entenda do assunto, consegue sentir exatamente o que o fotógrafo tentou passar quando tirou a foto.

E eu pensava com meus botões: Mas gente, Fashion Bless sempre tão fierce e tão inovador, e até agora não chamaram uma travesti pra chocar a sociedade cabixaba?

Pois foi o que aconteceu! Cata o trabalho deles com a Alex Londres, denominado Old Hollywood:

Peitos, PEItos, PEITOS!

Achei que ficou uma graça, sensual na medida certa, rico, simples e limpo. Aliás, eu acho mágico quando retratam travestis sem aquela vulgaridade que acaba deixando de lado a feminilidade e enfocando “naquilo”…

Aí as mais uós podem pensar: “Grande coisa, são apenas 3 viadinhos ricos que arrumaram um hobby”, e eu digo que não, já observei o trabalho dos meninos de perto e eles ralam pra caramba atrás de equipamentos, vestuário, acessórios e apoio. Vale a pena dar um crédito 🙂

E vocês, curtiram? Veja o ensaio completo clicando AQUI