Senador Magno Malta acusa homossexuais de perseguição


Na última terça-feira (3), o senador Magno Malta defendeu o pastor Silas Malafaia, afirmando que o pastor vem sendo perseguido pela militância gay. O senador foi além e disse que estão tentando criar um verdadeiro “império homossexual” no Brasil.

(Essa desculpa já tá ficando chata, sabia?)

“Se você não aluga seu imóvel para um homossexual, ou não aceita o ato afetivo de um casal gay, pega sete anos de cadeia. Se demite ou não admite um homossexual na sua empresa, cinco anos de cadeia. Eu posso não alugar minha casa para um negro, eu posso demitir um portador de deficiência, eu posso não admitir gestos afetivos de um casal heterossexual na porta da minha casa e pedir que eles se beijem em outro lugar, longe dos meus filhos. Mas, se eu fizer isso com um casal homossexual, um simples boletim de ocorrência me levará para a cadeia”, declarou o senador.

(Não disse? O mesmo disco arranhado!)

Durante o discurso de Magno Malta, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) também saiu em defesa do pastor Silas Malafaia. Segundo ele, a fala de Malfaia foi “tirada de contexto” e o pastor não queria incitar a violência física. “Acho que estão agindo com intolerância contra Malafaia”, declarou.

(E eles estão sendo muito tolerantes mesmo…)

Frente ao posicionamento do senador, a coordenadoria nacional LGBT do PT se manifestou em nota à imprensa condenando a atitude de Lindbergh. “Para a perplexidade da militância petista e de todo o movimento social LGBT brasileiro, assistimos ao senador Lindbergh Farias, do PT, possuidor de uma bela  trajetória de esquerda, de defesa da juventude, da população negra, dos pobres, se somar a Magno Malta na defesa de Silas Malafaia”, diz a nota.

Para a coordenadoria LGBT do PT, a fala do senador Lindbergh “se torna ainda mais grave por ignorar e desconsiderar o debate sobre o PLC 122 [projeto de lei que criminaliza a homofobia em território nacional], que é a interdição dos discursos que incitam a violência utilizando-se do pretexto da liberdade religiosa”.

(Fonte)

Eu só gostaria de deixar explícito a minha inveja sobre a genialidade do Magno Malta. É sério, a estratégia dele é brilhante. Levante a bandeira da pedofilia, lute pelo futuro das criancinhas e faça uma lavagem cerebral no povo brasileiro. Magno Malta encabeça lista de senadores com mais faltas sem justificativa  Tempo pra falar bobeira ele tem, agora pra cumprir a agenda…