Casal de gays lindo, sexy e rico fotografa momentos íntimos em quartos de hoteis pelo mundo por 13 anos


O título é auto-explicativo, né? São dois boys magia (Richard Renaldi e Seth Boydcom grana e uma câmera fotográfica riquíssima que viajam há mais de 13 anos pelo mundo todo – Estados Unidos, Europa, África e Ásia – sempre registrando sua estadia em hotéis, veja:

hr2 hr3 hr4-622x414 hr5 hr6-622x414 hr7-622x414 hr8-622x414 hr9-622x417 hr10-622x394 hr12-622x412 hr14-622x417 hr15-622x418 hr16-622x395 hr20-622x414

Daí você me pergunta, “qual a razão deste post, Dé?!”. Ah, é só para te lembrar, abigãm, que é segunda-feira, você é pobre, proletária, encalhada e de beleza duvidosa. Beijos!

“Que viado uó!”

Via SuperPride.

Top Drag ES 2013: resultados comentados


Vencedora Top Drag ES 2013_Nick Sthaufer

“Arrasei, quirida!”

Com grande honra e responsabilidade que aceitei ser jurado de um dos concurso da noite gay mais importantes do estado: o Top Drag. A responsabilidade é grande, pois as meninas investem muito tempo para elaborarem suas performances e figurinos, além de dinheiro. Sem contar a expectativa de receber a faixa que abre portas para se estabelecer no mercado de show performáticos de todo o país.

Os quesitos eram claros: dublagem, visual (incluía figurino, make-up, cabelo etc),  performance e originalidade. Qualquer um desses quesitos poderia levar a candidata a vitória ou a ruína. A avaliação de alguns quesitos eram óbvios como a dublagem e o visual, sendo aquela quem sincronizava melhor os movimentos dos lábios com a música executada e esta quem estava esteticamente mais bonita e interessante.

Muito justa e honesta.

Já performance, por exemplo, é uma qualidade mais subjetiva; alguns considerariam saber bater bem cabelo. Na minha avaliação, é quem causava mais comoção no público, despertando sentimentos, explodindo em pulsão de energia coreográfica e que é coerente com a “personagem” que está realizando no palco. A originalidade é aquela que traz algo novo no que é feito até então por outras drags, que reinventa o fazer performático.

Foram ao todo 11 candidatas, mas comentarei apenas as 5 primeiras colocadas (em ordem decrescente de colocação), destacando os pontos fortes e fracos, pois se para ver tantas candidatas para muitos foi complicado, imagina ler sobre…

Mas chega de enrolação e vamos ao que interessa, as top drags:

————————–

isa5° – Isabelly Bennett

A produção estava simplesmente um luxo: uma roupa de fundo branco fechada nas pedrarias literalmente dos pés a cabeça – riqueza, beu abôr! Brilho, brilho brilho! Ela entrou usando uma máscara toda trabalhada nos swarovski.  Se não ficou melhor colocada foi por sua performance e dublagem serem pouco precisas.

.

rayssa4° – Rayssa Sheiffer

Rayssa tem o mérito de mesmo com pouco tempo de montagem já ter criado uma imagem própria forte. Rayssa se destacou pela performance, especilmente pelo bate cabelo, possivelmente o melhor da noite. A dublagem também foi super bem executada. No entanto, Sheiffer não impressionou no visual e trouxe pouca novidade, nem em relação ao seu trabalho, nem em relação às outras.

.
cyrax3° – Cyrax Simon

Tenho um grande apreço pelo trabalho dela, pois, assim como Rayssa, imprime como poucas sua marca, ímpar. Se o concurso fosse de maquiagem corria sério risco de vencer, pois a make estava simplesmente irrepreensível. O visual estava lindíssimo. A performance em vários momentos foi de arrepiar, assustadoramente passional.

.
kyara2° – Kyara Sthingyrl

Era umas das minhas indicadas a vitória e uma das preferidas do público, tendo arrancado palmas e gritos apaixonados de “já ganhou”. O visual estava fabuloso! A produção em tons laranjas fluorescentes  estava tão apetitosa, que dava até vontade de morder. O make-up desenhado de forma precisa e impecável davam a ela um olhar hipnotizante. A maior característica de Kyara certamente foi a performance: forte e eletrizante! Empolgou o público e quase deu a ela o grande prêmio da noite.

Aqui o vídeo da apresentação.

.

nick1° – Nick Sthaufer

Daí você pergunta: se Kyara foi tão bem, por que não ganhou?

Drag queens são pessoas que tem que dar show e não seguir uma cartilha. O que deu a Nick a vitória foi a originalidade de seu trabalho. Ela corresponde ao que foi Draken (2010) e Ryslen (2011) que em seus respectivos anos venceram pela inovação que as diferenciaram das concorrentes. Nick ganhou pois além de estar com um visual belíssimo e ter imposto uma dublagem competente, trouxe um conceito claro, forte e criativo.

Era evidente o “tema” da apresentação que referenciava as touradas espanholas, sendo que era ao mesmo tempo o toureiro e o touro, ou seja, vítima e algoz. Com isso, ela fugiu da obviedade da performance, leia-se “bate-cabelo”, e imitava movimentos que remetiam ao taurus. Além disso, surpreendeu em vários outros momentos, como quando ela tirou os chifres e exibiu uma peruca tradicional de drag, mas pra surpresa geral, tirou essa peruca também, exibiu seus cabelos naturais, que formavam um moicano comprido. Ao fazer isso, saiu uma nuvem de glitter de sua cabeça. Quando ela bateu cabelo, o espaço foi tomado por uma névoa de brilho e fez com que todos fossem “contaminados” de alguma maneira por sua mágica.

Estava tudo muito bonito e interessante. Deu espetáculo! Deu show! Mereceu! Parabéns a ela e aos envolvidos.

P.S.: Nick não é a cara da JujuBee?

————————–

De maneira geral, o saldo do Top Drag foi extremamente positivo. A competitividade e empolgação das candidatas gerou um show incrível, estão todas de parabéns. Quem ganhou foi o público que soube retribuir com seus aplausos e vibração.

E que venha o Top Drag 2014 com mais surpresas, glamour e novidades!!!

Veja mais fotos do evento em LGBT-ES.

Que tal conhecer um pouco mais sobre a noite gay do Espírito Santo?!


O vlog Netgay apresenta pra você a noite gay capixaba! Entre as atrações estão a Parada Gay de Vila Velha , a boate Rouge House, a drag Angela Jackson, Festas no Cerimonial Platinum, Boate Chica Chiclete, Sauna Thermas People, Sauna Thermas Loft, Sauna Beira-Mar (?), Boate Space Pub e Black House, vejam

Que cidade fabulosa é essa?!

“Tô indo pra lá!

E você turistão, se ainda não se apaixonou por essa maravilha de cidade, saiba que quando você, carne nova, chegar na boate vai acontecer algo assim ó:

E uma última pergunta importante: cadê a mais badalada das boates de Vitória, a Move Music?

——–

Quero comentários sinceros NOW!

Fashion Bless wears Trava-power!


Que os meninos do Fashion Bless têm trabalhos ótimos e estão trazendo toda uma vibe glam pra fotografia de Vitorinha, todo mundo já sabe. (Enfo, falei igual colunishta de bluóg de moda urbana, viado!)

Eu não entendo garáleo nenhum de moda (quem me vê na rua PERCEBE isso hahaha), mas o trabalho deles é tão bom que por mais que você não entenda do assunto, consegue sentir exatamente o que o fotógrafo tentou passar quando tirou a foto.

E eu pensava com meus botões: Mas gente, Fashion Bless sempre tão fierce e tão inovador, e até agora não chamaram uma travesti pra chocar a sociedade cabixaba?

Pois foi o que aconteceu! Cata o trabalho deles com a Alex Londres, denominado Old Hollywood:

Peitos, PEItos, PEITOS!

Achei que ficou uma graça, sensual na medida certa, rico, simples e limpo. Aliás, eu acho mágico quando retratam travestis sem aquela vulgaridade que acaba deixando de lado a feminilidade e enfocando “naquilo”…

Aí as mais uós podem pensar: “Grande coisa, são apenas 3 viadinhos ricos que arrumaram um hobby”, e eu digo que não, já observei o trabalho dos meninos de perto e eles ralam pra caramba atrás de equipamentos, vestuário, acessórios e apoio. Vale a pena dar um crédito 🙂

E vocês, curtiram? Veja o ensaio completo clicando AQUI

Não tem pra ninguém!


Cata o que acontecerá nessa sexta-feira:

Ai que emocionada eu fiquei, nunca ganhei um Oscar antes, já mandei meu tubinho preto de perna lascada para a lavanderia.

É Babado Certo líder de audiência! Deitamos tooooodas na BR. Quero nossas leitoras lá para ver eu, a Dé e a Izaaa (que acabou de confirmar a sua presença morena) recebendo o prêmio em cima do palco, tsá?! Não joguem objetos cortantes, por favor!

Eu tô ouvindo ENCONTRÃO DO BABADO CERTO? Eu tô?!

Haters gonna hate!

Vi, vi, vi, vi, e-mei/ Vi, vi, vi e-mei/ Ma ma ma ma!


Provavelmente somos o último blog do mundo a falar sobre o VMA 2009, prêmio looshooso da música da MTV americana. Não falaremos do basfond do Cãnie Uést e da tal da Taylor porque cagamos para ambos. Para nós o assunto da noite foi Beyoncé, phyna e elegante parando tudo com seu Single Ladies (alguém já previa isso, hein?!) e, principalmente, nossa ídola Lady Gaga com seus looks bafôôôôônicos! Venha comigo numa viagem ao close, a fechação e ao bom carão do estilo fashion de Gaga:

Se o Petterson, carnavalesco da Mug, fizesse o figurino da peça da Broadway “O fantasma da Ópera” seria uma coisa tipo isso aí. Gaga, querida, tá dramático, tá glam, tá esquisito e tá loosho!

Esse foi o mais comentado: ela entra de coelhinho branco para cantar Paparazzi, simula auto-esfaqueamento e sangra no palco. Reparem as caras da drag loka! Ah, notícia bizarra relacionada: Lady Gaga foi repreendida por instituição contra suicídio. Meoo Koo! E para quem não sabe, o colant branco mega justo marcando a racha é para  provar para todo mundo que ela é B-U-C-E-T-A: bunita.

Quando ela apareceu usando essa roupa aí no palco para receber o prêmio, só dava neguinho correndo pensando que era a própria pomba-gira personificada que invadira o recinto. Frase dela no último quadro: “Calma, gente, sou eu!”. Alguns continuaram correndo…

Essa é a mais simplezinha, uma coisa dia-a-dia, pra usar no escritório, na praia, no shopping e no espaço sideral.

Com a ameega Beyonça. Ela pôs uma ninho na cabeça. Pronto.

Encontro de Divas!!! Como o assunto é a Lady Gaga nem vou falar dessa cabelo de rica da Madonna. Máscara de espinhos, cabelo já sufrido com a troca constante de roupa, um sobretudo 10 vezes maior que ela… Gaga, tá desleixada, tá mulher, tá conceitual! Parando como sempre.

Ela é podre, néam?! Tem como não amar, gente, tem?! Não me sai da cabeça uma cena dela moitando, no truque, umas sacolinhas com os modelón no banheirón (rima uó!) e toda hora correndo para se trocar. Vida de diva é assim mesmo. No reveillon passado troquei de roupa três vezes também, TÁ, me-u beeem?!

Ah, querem saber como a perigosa foi para a festinha pós premiação? Pronta para casar! Porque ela, mesmo de “noiva cadáver”, não está morta:

"Sou muito simples, muito básica"

Nossa, você tem… UM RABO?!!


caudaImagine você, leitor camarada, chegando em casa e  se deparando com a cena ao lado. Seu bophe com um linda (?!) cauda de cavalo e se bobear ele ainda relinchará. Isso te excitaria? Se sim, você é bem estranho, mas como nós apoiamos – e apoiaremos sempre – a diversidade das práticas sexuais, vamos dar uma diiiiiiiiiiiica</dona edith> de como você pode realizar essa sua fantasia.

É só entrar no site Huse dot com que tem vááááários brinquedeenhos, em especial pro seu bom edí. Inclusive, tem um tipo de piercing (é mais um plug na verdade) que pode deixar seu buraquinho negro bem menos negro e muito mais brilhante. Muito mais mesmo, pois as jóias são feitas nada mais, nada menos do que de cristais Swarovski. Loosho, glamour e poder, tá, meu bem!

Eu, se fosse mais liberal, ia comprar um com uma pedra vermelha loosho, delicada, cheia de faces brilhantes que refletem a luz…