Estuprofobia, coisa de hétero!


Um dos post mais acessados deste blog foi um que escrevi em em setembro de 2009 chamado “A dor de dar o cu é uma dor moral”, onde defendo a tese de que,

“de maneira geral, a dor no ato sexual homossexual passivo é uma dor muito mais imaginada, muito mais moral. Tantas vezes vinda também do medo e de histórias de violência do imaginário heteronormativo, onde existe aquela máxima “se me pedirem para escolher entre a morrer e dar o cu eu prefiro a morte”.

E não é que fizeram um curta sobre esse pavor dos héteros de serem estuprados… Chega a ser engraçado, cata:

Oi, gosto de abacaxi?!

Esse rapazes héteros, tem cada uma, néam? Relaxa, gente! Eu disse e repito: se dar o cu fosse tão ruim assim, não teria tanta gente dando. Beijos!