“SENAS” da noite capixaba #13


Trago pra vocês mais uma “sena” da noite capixaba, porque sei que as senhorash goshtam.

Quem resiste?

Contam que uma bee acabou caindo na sedução barata do namorado de um amigo – e o pior, o flerte ocorreu na casa do próprio amigo enquanto ele dormia.

O tal namorado da amiga tanto deu em cima, tanto deu em cima que a gay não aguentou… Tá, mentira, o cafuçú deu uma piscadinha e ela já foi dando o número do telefone dela.

Também pudera, o boy era o sonho de consumo de toda sua vida: era lindo, malhado, barba por fazer… e depois descobriu que ele era piruzudo! A bee caiu de amores pelo boy.

Porém, o castigo veio a cavalo e de uma maneira que ela jamais poderia esperar.

"Me tira daquiiiiiiiiiiiiiii"

Quando foram dar o baculejo, o boy maludo comeu a gay de uma forma tão intensa e violenta que ela pensou de início: “encontrei o homem da minha vida, estou apaixonada!”.

Porém, depois de uma hora de sexo – isso mesmo, UMA HORA – com a mesma intensidade e furor, o boy ainda não dava indícios que iria gozar, nem de estar cansado. A gay naquele momento voltou a ser católica e rezava para que o cara lá de cima #xuxafeelings a tirasse dali ou a poupasse daquele sofrimento tirando sua vida, pobrezita.

Ela escreveu com o sangue do próprio edí na parede do quarto

O boy? Nem confiança! Abria as pernas da beesha, virava e metia como se tivesse acabado de começar… Só terminou depois de muito tempo. Quando tirou a neca de dentro foi o único momento de prazer que a passiva teve (rs).

Tomaram banho, trocaram beijos e carícias. Pra quê, gente?! O meninão do boy despertou e já imendou um segundo round ali mesmo para desespero de nossa heroína. Claro que dessa vez, demorou muito mais. E o cafuçú enquanto “trabalhava” ainda disse no ouvidinho dela, bem sexy e lânguido: “Te comeria a noite inteirinha” (!!!). Tsc, tsc, tsc…

Sim, ela sobreviveu para contar a história, como podem constatar por este post.