UFC, Racismo e Ameaça de Morte na noite de Vitorinha


Olha, vou te contar, nessas horas que eu sinto mais amor por beber em Vila Velha.

Essa semana uma bee estava com sua amiga na Ufes. Enquanto se divertiam com os tóxicos e a música super animada característica do Rock na Ufes, uma gay e inimiga conhecida dessa bee começou a fazer piadas com ela, xoxação básica que todas nós praticamos.

Entretanto, parece que a gay não curtiu e desferiu um comentário racista contra a inimiga, que é negra. E o pau começou a quebrar.

A morena não gostou de ser chamada de “preta” pela bee, não pensou duas vezes e já deitou a gay com uma voadora no nariz! O pau comeu no chão, com direito a plateia e Regina Volpato mediando a discussão.

Enfim, a briga terminou, a suposta racista saiu com o nariz sangrando e amaldiçoando tanto a morena que se ela tiver um filho vai nascer sem perna, só pela energia negativa que recebeu. O grupo se separou.

Aí que eu falo que essas gays de Vitória estão com o nome na boca de Satã… acreditam que enquanto esse barraco acontecia na Ufes outro barraco começava a acontecer também no Celebration?

Uma “moça”, que prefere ser chamada de moça, conversando com as amigas, comentou assim:

“Dinheiro é tudo, né? O homem pode ser o cão de feio, mas se for rico já fica gato”.

Até aí tudo bem, se ao lado não estivesse passando uma perigosa bee que subiu do gueto à realeza, mas não perdeu o gingado da favela. Ela ouviu e perguntou se estavam falando dela. Prontamente recebeu uma resposta negativa, afinal, não se cutuca onça com vara curta, néam?

A perigosa rica não aceitou a resposta e disse que o rapaz estava falando dele sim e que era pra ele calar a boca, sentar e ficar quieto (Adicione olhos de ameaça ao personagem).

E beesha vale alguma coisa? Beesha é debochada, não tem medo do perigo, e por isso soltou:

“Tá bom então, Kelly Key”.

Não sei qual o poder ofensivo que tem uma comparação com a Kelly Key, mas deve ser dos mais cabeludos, porque a perigosa beesha cagou pro artigo 147 do Código Penal, e mandou a real:

“Eu só não faço nada porque eu tô aqui dentro, se eu te pego na rua eu chamo a minha Gangue das Bichas Perigosas de Vitória e te mato!” (Voz de Dadinho é o Caralho, meu nome agora é Zé Pequeno)

SIM, VINHÁDOS! A gay tem gangue, com alcunha e patente! O que eu acho super útil nos dias atuais, é de glamourizar qualquer entrada na buatchy. Segue uma suposta foto da gangue:

Dizem que ela chega nos rocks tipo a Beyoncé com aquelas duas negonas que estão em todos os clipes.

Mas ao ler “Gangue das Perigosas de Vitória” eu só consigo pensar nesse vídeo, que não é uma pérola, e sim um DIAMANTE do Youtube:

Polícia Federal prende dono de site racista e homofóbico


A Polícia Federal prendeu em Curitiba, na manhã desta quinta-feira, Emerson Eduardo Rodrigues, acusado de manter um site que trazia mensagens de apologia a crimes graves e de violência contra mulheres, negros, homossexuais, nordestinos e judeus, além de incitar abuso sexual de menores.

Rodrigues seria o responsável pel. No espaço, ele chegou a postar fotos de mulheres ensanguentadas, dizendo que elas mereciam morrer por manterem relações com homens negros. Também foi expedido um mandado de prisão contra Marcelo Valle Silveira Mello, que mora em Brasília e teria envolvimento com o site.

As investigações foram conduzidas pelo Núcleo de Repressão aos Crimes Cibernéticos, uma Unidade Especializada da PF e faz parte da Operação Intolerância.

No site da ONG SaferNet, onde se monitoram casos de apologia à violência e racismo, foram registraram 69.729 (até 14.04.12) pedidos de providências a respeito do conteúdo criminoso, um número recorde da participação de populares no controle do conteúdo da internet brasileira.

O suspeito pode responder pelos crimes de incitação/indução à discriminação ou preconceito de raça, por meio de recursos de comunicação social (Lei 7716/89); incitação à prática de crime (art. 286 do Código Penal) e publicação de fotografia com cena pornográfica envolvendo criança ou adolescente (Lei 8069/90-ECA).

Na decisão judicial que decretou a prisão preventiva dos criminosos, consta que “Elementos concretos colhidos na investigação demonstram que a manutenção dos investigados em liberdade é atentatória à ordem pública. A conduta atribuída aos investigados é grave, na medida em que estimula o ódio à minorias e à violência a grupos minoritários, através de meios de comunicação facilmente acessíveis a toda a comunidade. Sobre o site? Veja com seus próprios olhos a lista de posts mais recentes do búfalo viril viril:

Fonte

Quer respeito? Faça por merecer!


Eu ainda estou em estado de choque com o que li! E não acredito que isso partiu de pessoas que, teoricamente, deveriam lutar contra todas as formas de preconceito.

O texto é longo, o assunto é sério e vale a pena ler. Eu queria MUITO divulgar os nomes dessas pessoas, porque gente dessa laia tem que passar por constrangimento pra aprender a respeitar os outros, mas como não é da política do blog expor nomes, eu vou apagar os nomes, mas deixar as fotos, porque senão o post não vai chocá-los da mesma forma.  Lá vai:

Clique para ampliar

Observem pelas fotos que os rapazes que comentaram são nitidamente gays, e pintosíssimas, pois então, guardem essa informação.

Mônica, a moça da foto, mesmo sem conhecê-la, admiro pela coragem de não se curvar aos padrões europeus da moda e assumir suas raízes, ainda mais que todo viado ADORA um cabelão de diva (Dianna Ross tá aí pra não nos deixar mentir). Entretanto, parece que nem todos os gays têm essa sensibilidade.

Cata o comentário dela sobre o caso:

Clique para ampliar

Senti nojo e o mais profundo desgosto em compartilhar com essas pessoas o mesmo sub-grupo da sociedade. Mas fazer o quê, né? Nós gays, apesar de esperar-se o contrário, também estamos susceptíveis a sermos preconceituosos, imbecis e irracionais como essas pessoas.

Pode parecer extremista, mas ver tanta gay que nunca fez mal a ninguém apanhando na rua e ver esse tipo de pessoa repetindo o mesmo comportamento, que mesmo psicologicamente ainda sim é um tipo de agressão, me faz desejar que… enfim… não vou terminar a frase pra não levar processo.

ATENÇÃO: Quaisquer participantes desse post que se sintam ofendidos com alguma imagem ou comentários, favor enviar um email para max_babadocerto@hotmail.com solicitando a retirada do conteúdo, terei o desprazer de esconder a cara das senhoras. 

ERRATA: Jurava que era uma racha de Vitorinha, me enganei, mas é IDÊNTICA, gente! E olha que eu vi várias fotos pra ter certeza hahaha. Desculpem-me, muah =*

Proteja o Brasil do Bolsonaro


Depois de se envolver em várias polêmicas, o Deputado Jair Bolsonaro, parece ter realizado seu sonho de consumo e conseguiu ser o homem mais odiado do Brasil. Ele deu uma entrevista homofóbica e racista em rede nacional – expondo todo seu ridículo preconceito. Como sou adepta de e-campanhas, trouxe mais uma da Avaaz.org, segue o texto que recebi por e-mail:

O Brasil se orgulha em ter uma cultura aberta e tolerante, se colocando como líder na luta por proteções aos direitos humanos no mundo. Mas o nosso país é também um dos lugares mais perigosos do mundo para transexuais – que sofrem uma violência brutal e execuções sumárias. Até mesmo o Deputado Jean Wyllys recebeu ameaças de morte por defender direitos GLBT no Congresso Nacional. Nosso país sofre com uma mentalidade discriminatória retrógrada e perigosa que não reflete a sociedade que a maioria de nós quer.

As idéias racistas e homofóbicas do Deputado Jair Bolsonaro não são uma questão de opinião pessoal, elas são perigosas.  250 pessoas foram assassinadas no Brasil ano passado por serem gays. Enquanto já existem leis para proteger outras formas de discriminação, pessoas LGBT não tem nenhuma proteção legal. Vamos erguer nossas vozes mais alto que o Bolsonaro e mostrar que os brasileiros apoiam a lei anti-homofobia que irá ampliar as proteções contra a violência e discriminação para todos os brasileiros!

Vamos direcionar a nossa indignação contra o Bolsonaro em uma ação concreta, acabando com este ataque à igualdade. Vamos pressionar o Congresso a aprovar a lei anti-homofobia que irá salvar vidas inocentes e ampliar proteções para todos os brasileiros. A petição será entregue em uma marcha massiva em Brasília.  20 Deputados já pediram investigação sobre Bolsonoro pela quebra de decoro parlamentar por racismo. Agora nós precisamos de uma lei contra crimes de homofobia e violência contra a população GLBT do Brasil. Assine a petição abaixo por igualdade e justiça- ela será entregue em Brasilia com a ajuda dos nossos amigos do All Out e grupos LGBT brasileiros:

Clique aqui para assinar!

UPDATE do MAX:  E não sei se ainda continua, mas nesse exato momento o site da Preta Gil (clique aqui para ver) está invadido e contém a seguinte mensagem:

 

Clique na imagem para ampliar

 

O que está acontecendo com esse país que vê que esse cara é um criminoso e não faz NADA?!

p.s.: Obrigado pelo espaço, Izaaa.

UPDATE do MAX [2]: Isso tá ficando cada vez pior, retiraram o vídeo do Tiririca e enfiaram um lixo moralista que manipula, por meio de imagens e textos, a realidade do universo LGBT, bem como deturpa e sofisma obras de estudiosos famosos que estudaram a sexualidade humana, VEJAM: