Precisa de um companheiro?


#ficaadica

Eu como uma beesha namoradeira que sou – eu tenho esta mania de sempre casar – assino embaixo de quase tudo que  a bee falou. Especialmente o fato de se as duas pessoas envolvidas na possível relação não terem muito em comum e, principalmente, o mesmo objetivo de manter um relacionamento NÃO ROLA.

Discordo de que a balada não é local pra se achar o boy da sua vida, conheci meu namorado na balada e estamos aí até hoje… Mas de fato é um local beeeem difícil de conseguir uma pessoa séria, até porque 88,6% das pessoas na boate, segundo as pesquisas de Koushbergumm, só querem mesmo é fofar. APENAS.

Eu curti as dicas, e vocês? Concordam? Acrescentariam algo a mais?

Dica do Aloísio via Babado Group.

TODAS GRITA (de inveja e emoção)


Carro de som na porta da escola, ‘Halo’ da Beyoncé, mega buquê de flores, mensagem lida por cafuçú de voz grave, efeito pirotécnico, boy ajoelhado pedindo você em namoro, rachas elouquecidas gritando “beija, beija, beija” e um beijo. Contrangedor e cafona, eu sei. Mas não é a cena mais “OOOOOWWWWWWNNNNNN” de todas?!

Aconteceu em BH, em Minas. Cata que não todo mundo da escola para para ver, vibra, grita, mas não tem xingamento, nem coió. Não é fofo?! Se fosse comigo, eu nunca mais olhava na cara do boy, mas que é muito cute-cute, é?

Eu fiquei assim:

Vi no Mix.