BARRACO: “Sou puta, mas sou puta de um macho só!”


Briga entre irmãos existe desde que o mundo é mundo, só mudam os motivos. Mas sacumé: família moderna, filho bichinha, irmã egoísta e…

BARRACOOOOO! Não vamos julgar, gente! Quem nunca saiu na mão com uma irmã puta e egoísta porque ela não quis emprestar as make dela? Tem que DÁ NA CARA meshmo! E atirar tudo de pesado que tiver na frente e se não tiver nada jogar o corpo mesmo. INVEJOSA! Vamos por partes:

0:05 – “Look at my make up!” – amo/sou tutorial de mmaqüeeajcheem ♥

0:06 – “pros meninos que precisam ir pra baladãm!” – q?

0:21 – Huahuahuahuaha. Adoro essa cara de “sou linda, muah!” que ele faz depois de cada passo executado.

0:40 – Alá! rs

0:57 – Ih, deu merda!

1:03 – Custava nada emprestar rapidinho, né?

1:10 – Deixa a maquiagem, ele só fez um olho, coitado. Ele vai assim pra balada?

1:11 – Caiu tudo! Agora a porra ficou séria

1:13 Dá nela, dá nela! 

1:17 – “VAGABUNDA!” “Vagabunda é você!”.

1:36 – Não, o quadro nããããããoooo… Iche!

1:43 – Não fala isso, vai que…

1:45 – Auto-crítica.

1:52 – Mais alguém lembrou da louca do ‘Me filma, me edita”?

1:53 – Seguuuuura!

2:07 – No orkut dela: “Quem sou eu: Puta de um macho só”

2:13 – Precisa, hein?

2:20 – Ele é filho de palhaço, por acaso?

2:36 – Ela não tombou pra guei, não. Lá vamos nós de novo. “Porrada, porrada…” #ratinhofeeeling

2:46 – Oh, God, lá se vai o outro quadro…

3:09 – O golpe que derruba qualquer “homem”… Como você é baixa, Maria Lúcia.

3:17: Será que ficaram vivos pra ir na Eliana contar tudo? Tomara, né?

Atenção: Isso tudo é brinks, gente! O BC é contra qualquer tipo de violência…

Vi no Não Salvo.

Desde que o mundo é mundo…


Cata a manchete:

Cinco mil anos depois de ter morrido, o primeiro “gay das cavernas” foi descoberto por arqueólogos na República Tcheca. De acordo com os cientistas, o jeito como foi enterrado sugere que ele tinha uma orientação sexual diferente. (…)

Texto do jornal ClickPB, leia o texto completo aqui.

Olha, teve anos e anos de pesquisa e mil teorias associadas pra chegarem a esta possível conclusão. Inútil! Podiam ter me chamado, porque meu gaydar é babadeiro e só de olhar esta foto:
…eu sei que essa beesha pré-histórica não só era do babado, mas que também era passiva e deve ter sido a precursora do uso do canecalon (naquele época feita com crina de cavalos selvagens). Cata os vasinhos onde ela tomava seus ‘bons drink’.

Tá morta, mas tá magra, tá linda, tá diva. Arrasô na feminilidade, tombô cas bee do paleolítco. Muah!