Orgulho LGBT em festa na Ufes


Vejam a faixa que foi exposta no rock que teve este fim de semana na Ufes, em comemoração a posse da nova gestão do diretório acadêmico:

 

"Saia do armário, vá para onde quiser!"

 

Acho super legal essas reafirmações de postura em apoio a diversidade sexual, em especial quando tratamos de espaços de formadores de opinião – como são/serão os indivíduos que frequentam o ambiente da universidade. Arrasô na inici-ativa!

Dica do @rocknaufes.

Giro rápido de notícias


Boa noite! Agora as notícias que ainda não demos.

Depois de ter sensualizado com Dimmy Kieer na capa (aliás, a Dimmy estará no próximo finde aqui na capital!), a revista G Magazine nos prepara outra brinks surpresa. Em uma de suaa próximas edições trará ninguém mais que a Serginho Orgastic, a bee pintosa do BBB10. É muita sensualidade Brasiiiil! Quem curte?:

"Xô xexy. Beijoxxx!"

Aliás, aqui tem o vídeo do making of da edição com o Dimmy na G e aqui algumas das fotos publicadas (babado a mala dos gêmeos).Vamos pra próxima?

Como nós desse blog somos cagados, fudidos na vida e temos um mínimo de responsabilidade jurídica não vamos comentar absolutamente nada sobre a notícia só vamos colocar na roda (ai, que delícia):

Se joga, bee! Tira a purpurina do potchynnho.

E para quem não viu ontem, passou no Fantástico, no (excelente) quadro “O Curioso”, com Lazaro Ramos, uma matéria super legal sobre a Escola LGBT de Campinas e sobre a primeira travesti do Brasil que chega ao nivel de doutorado na escolaridade:

Mor orgulho.

“A geração tolerância” como matéria de capa da Veja


A revista Veja desta semana traz uma interessante matéria sobre uma possível tendência atual de superação do preconceito.

Os adolescentes e jovens brasileiros começam a vencer o arraigado preconceito
contra os homossexuais, e nunca foi tão natural ser diferente quanto agora. É
uma conquista da juventude que deveria servir de lição para muitos adultos
“, diz a chamada da reportagem.

Coincidentemente, encontrei com uma bee amiga minha que não via há algum tempo numa festeenha de anversário e conversávamos justamente sobre isso, de como  há tolerância a homossexualidade tem sido bem maior nos últimos tempos. É claro que ainda há ainda a homofobia marcante presente nas relações sociais em nosso país e também o medo do preconceito, do esteriótipo e da não-aceitação por parte dos gays. Porém há uma sérei de fatores sintomáticos que de fato apontantam para uma mudança desse perfil, que são muito bem apontados na matéria, como por exemplo  jovens e adolescentes se assumindo cada vez mais cedo e vivendo sua afetividade e identidade de forma bem livre.

Leiam a matéria (aqui) que traz muitos depoimentos e histórias de gays e lésbicas jovens que se assumiram, dados e falas de especialistas.

Sugestão de leitor via comentários.

Ueeeeeeeeeepa!!! Soy lo que soy!


Yo soy la reina de la Parada!!!

Pois é Beeshosas, demorou mas Ricky Martin saiu do armário e as senhoras pode comprar a passagem para Miami tentar a sorte! A Narcisa já tinha falando sobre ele no livro dela Ai que Loucura, mas era off (hahah). Eu que não sou boba, já me candidato para ser mãe dos gêmeos, mas só vou dar de mamar para o pai! Ui!!! Estou devaaaassa, como Paris Hilton!!! Mas, voltando a notícia:

“Tem sido um processo muito intenso, angustiante e doloroso mas também libertador. Juro que cada palavra que vocês estão lendo aqui nasce de amor, purificação, fortaleza, aceitação e desprendimento. Escrever estas linhas é parte da minha paz internar e vital na minha evolução. Hoje ACEITO MINHA HOMOSSEXUALIDADE como um presente a vida me dá. Me sinto abençoado de ser quem sou!”

Arrasou bee!!! Call me Miami, Ricky!

(via Folha Online)