Homem vira mulher após ser picado por abelha…


Não, bee’s, “abelha” não é o apelido do negão do bairro dele.

Ted, que agora se chama Chloe Prince (Nunca é um nome simples, né?), vivia feliz com sua mulher e dois filhos, até que foi picado por uma abelha, o que resultou numa série de transformações no corpo do rapaz, inclusive uma queda brusca de Testosterona.

As suas feições foram mudando, a pele ficando mais macia, até que finalmente Ted resolveu se submeter a uma cirurgia de readequação sexual.

Fiquei gatchêenha?

O rapaz diz que a picada de abelha foi o estopim para que ele descobrisse que possui uma rara doença genética, a Síndrome de Klinefelter, que deixa os homens com características dos dois sexos, braços longos, seios desenvolvidos, genitálias reduzidas, distúrbios na tireoide, são estéreis (E ele tem filhos?) e mais um monte de outras coisas.

Eu, como estudante de Biologia, acho que essa ligação com a Síndrome de Klinefelter e ele ter atribuído tudo isso à picada da abelha, uma mentira deslavada. A Síndrome de Klinefelter não é apenas uma variação genética, é um erro cromossômico seríssimo que desenvolve seus sintomas logo na puberdade. Ninguém vive até os 49 anos sem saber que tem Klinefelter.

Também fui picada

Mas a gay, que não sai de bobeira, logo soltou: “Meus seios começaram se desenvolver e minha pele foi ficando mais macia. Minha massa estava mudando e eu estava gostando do que via”. Ela admitiu que, quando criança, brincava de vestir-se de menina e tinha sentimentos ambíguos em relação à sua identidade. Tava na cara que era máfia.

Tá boa, né? Só acho que essas abelhas deveriam ser vendidas na FARMÁCIA! Imagine que prático seria pras travas, em vez de terem que tomar hormônio a vida inteira, bastaria uma picadinha da abelha Bombadeira e *BOOM*: nasce uma princesa!

p.s.: Já sou a favor de, na próxima parada gay de Vitorinha, ter um trio elétrico em prol da preservação das abelhas bombadeiras, vai ser sucesso!

Via Marie Claire