Willam para latinas – “Es una passiva”


por Dé

Ela está de voltaaaaaaaaaaa!

Uma de nossas queens favoritas saídas do reality mais amado por 11 em cada 10 bichas, Rupaul’s Drag Race“, está de volta com um remake em língua espanhola de seu grande hitBoy Is A Bottom“.

Embora possa soar estranho a alguns a refilmagem sem as drags Detox e Vicky Vox, é tão maravilhoso que as gueis não-latinas estão todas trabalhadas no recalque. É divertido porque foi toda adaptado, inclusive com uns sons incidentais latinos.

“Quando você aprender outro idioma nas escolas americanas, você aprende a dizer gato, cachorro e perguntar onde está a biblioteca,” disse Willam em uma entrevista.Eu queria aprender mais – especificamente as baixarias e deixar claro a todos os meus futuros maridos latinos por meio da minha música que eu aprecio todo o seu amor e apoio, e algumas outras coisas ao sul da fronteira“. DANADA!

Assista ao vídeo e se delicie:

“Essa bicha é passivaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!” VIAAAAAAAAAAADO!!!

Arrasô, gata!

Koo não é aparelho reprodutivo


Essas beeshas me matam com as perguntas que me fazem. Hoje veio uma e me perguntou o seguinte no Facebook:

Não, né, gente? Nós já aprendemos com o vídeo da Max e o Orgasmo Prostático que o ânus apenas é um atalho para se chegar à próstata, a verdadeira responsável por toda nossa diversão.

Acontece que existem outras vias para se sentir prazer prostático sem penetração, umas delas é pressionar a área entre o escroto e o ânus (períneo), que também vai haver estimulação da glândula.

O problema disso tudo é que o boy não vai sentir prazer pressionando seu períneo. Por isso a gente dá o edi, pra que tanto o passivo tenha sua próstata estimulada quanto o ativo tenha a neca estimulada, e ambos saiam felizes no final. Compreenderam?

Mas a dúvida foi muito além disso:

E, segundo o boy, é esperma… dele mesmo!

MORTA

Pior é que teve gente que conversou com a leitora e concordou com esse absurdo! Ela ficou tão louca e confusa que começou a pensar que a passiva tinha algum buraco que ligava o koo ao aparelho reprodutor.

Seria isso possível? Seria o processo evolutivo criando beeshas mais adaptadas ao cruzo? Nãããão! Anatomia Básica:

Aquela parte branca todinha ali tem tecido de revestimento e músculo separando, logo, não é a porra da bee.

“Então, Max, se não é a porra da bee, por que ela caga gelatina?”

Não sei! Pela primeira vez eu não sei o que responder. Mas tenho hipóteses!

1. Alguma infecção intestinal, Síndrome do Cólon Irritável ou excesso de chucas: Inflamações na parede interna do intestino ou excesso de chucas podem gerar uma produção exagerada de muco. Esse muco pode sair junto com as fezes, com a chuca ou com o sexo anal.

Tal muco tem aparência de esperma/catarro e pode confundir um observador mais leigo (a cor pode variar, dependendo do tipo de infecção).

2. Uso de hidratantes, condicionadores ou emulsões como lubrificante: Essas substâncias são chamadas de coloides e, pra quem não sabe, coloides são “misturas de substâncias que não se misturam”.

No caso dos hidratantes é uma Emulsão, a mistura de água e óleo, e quando essa mistura passa pelo processo de fricção (penetração) acaba perdendo a sua consistência natural e ficando menos firme, mais gelatinosa… lembrando esperma.

3. A porra do outro boy: Nunca se sabe, né? Vai que a bee curte bareback ou a camisinha furou, mas ela não percebeu?

4. Fístula Reto-seminal: Bem lembrado por um comentador no post, existe a possibilidade de perda de esperma pelo ânus em caso de fístula (conexão anormal entre dois órgãos ou vasos), fazendo com que parte do esperma vaze para o canal retal.

Esses casos são muitíssimo raros e são devido à má-formação embrionária – na hora da cloaca (sim, nós temos cloaca durante a gestação) virar dois tubos separados, parte dos tubos permanece conectada. Essa conexão permite que fluidos de ambas as partes transitem, podendo causar inflamação na próstata e outros órgãos do Sistema Reprodutor.

Mesmo assim não se goza “pelo ânus”, se goza pelo mesmo lugar de sempre, mas uma parte vaza devido a essa má-formação.

É raro, beesha, muito raro, reduza essa quantidade de chuca aí que seu problema provavelmente é esse.

Você ainda acha que é profunda?


Fica aí se gabando porque seu boy tem 27,8 cm de neca e você senta enquanto faz as unhas, como se nada estivesse acontecendo? Pois aprenda com esse americano:

PORRÃM! Já posso chamar esse americano pra fazer meu frete quando for me mudar?

Elas estão ficando tão profissionais que daqui uns dias vai ter bee enfiando o namorado menor de idade no edi pra passar na portaria da buatchy.

Mas bobagem, é tudo uma questão de encaixe, não é mesmo, Xuxa?

Aquela pessoa que encaixa, de uma maneira tal que…

Fonte: Pop, dica da Looh

Não é magia, é tecnologia!


Recebemos via twitter a dica deste post, que fala sobre um dispositivo que é uma espécie de vibrador que segundo o fabricante e o autor do blog estimula a próstata por meio das contrações que o próprio usuário produz. Do site da marca:

“O Aneros é um dispositivo patenteado internacionalmente e especificamente desenhado para estimulação da próstata (também conhecida como Ponto-G masculino), sem o uso das mãos. Sem o uso de baterias ou vibrações eletronicamente induzidas, o Aneros transforma a energia do seu próprio corpo em maravilhosas sensações. O mecanismo é simples, porem extremamente eficiente.”

Vamos ver os efeitos desta maravilha que é o Aneros, então? Se a senhora tiver menos de 18 anos, só veja na companhia de um adulto, tsá?! Se a senhora for impaciente vá direto para o minuto 06:50. Clica na imagem e se choca comeego:

😮

Tô bélgica, tô trélgica, estou transamazônica! Que fuá é esse, caBIXAbas?! Agora o famoso – e já clássico – vídeo do Max explicando o orgasmo prostático faz todo o sentido!!!

Dica do @Ranlusy

Ser ou não ser pintosa?


Todo mundo aqui sabe que, se uma pinta eu fosse, poderia ser considerado um Vitiligo às avessas. Pra falar a verdade, tanto eu, quanto o Dé e a Izaaa temos apoiado na cabeça um outdoor escrito “GAY” em neon bordô.

São vários os níveis de pinta, que vão desde a bee levemente efeminada (uma mãozinha mole, uma vozinha anasalada) até aquela louca fashionista que usa roupas mega coloridas e grita “viaaaaaaaaaado” quando te vê passando no Triângulo com seus pais.

Quem é homossexual, por definição, se atrai pelo mesmo sexo, e isso deveria incluir aparência, comportamento e guarda-roupas do que é “tipicamente” masculino num mundo heteronormativo, no qual é clara essa divisão “for men e for women“. E sendo gays, alguns acabam por se identificar com o universo do sexo oposto, nada mais natural, nós vivemos de exemplos. Mas, percebo que essas bee’s pintosas estão sempre aquendando bofes… estariam elas fadadas aos bissexuais ou rola uma certa hipocrisia no mundo gay?

Sim, digo hipocrisia porque o que eu mais vejo são gays se ofendendo com palavras como  “passiva”, “pintosa”, “trava”, entre outras. Isso me faz chegar a conclusão de que pelo fato da pinta não ser benquista pela “etiqueta gay” nós tendemos a maquiar a nossa e damos ênfase a pinta alheia, como se pensássemos que a pintosa é sempre a outra.

E isso acaba por formar indivíduos com comportamentos falsos, beirando o robótico, a fim de se incluir, rapazes que se movimentam como um Playmobil ou, quando chamativas, super escandalosas que mais parecem um personagem gay do Zorra Total. Num tipo de “boatômetro”, ela vai do travesti ao capiau numa noite na boate, o nível de pinta que a fizer agarrar mais homens determina seu comportamento. Ou seja, besta são os héteros que acham que “quem vai pra boate pra dançar é viado”.

Ah, mas o que a Max quer com tudo isso? É um movimento pró-pinta neste keréliom? NÃO, é um movimento PRÓ-AUTENTICIDADE! Seja você mesmo, mesmo que escroto, esse é VOCÊ, que é diferente de todo mundo, pintosa ou não, coçando o saco ou dando truque na neca, ou nenhum desses. Afinal, o padrão é previsível e tenha certeza, não há nada mais interessante e atraente que uma pessoa segura de si.

PINTOSA E FELIZ!

Prazer e orgulho passivo


bundablogSe tem uma coisa que me incomoda profundamente é o estigma  que mesmo os gays tem para aqueles que são passivos. Muitos crêem que ser ativo faz deles seres superiores, mais machos que os outros, ah, faça-me um favor! Pior ainda são aqueles passivos que aceitam a alcunha e se envergonham de sua condição dizendo-se versáteis.

Nossa sociedadehipocritamachistacristãocidentaldecuérola internalizou-nos que ser gay é errado, mas há uma certa tolerância em “comer”, agora “dar” é inferno na certa! É como que se negássemos  nossa condição de homem e nos afeminassemos.

Eu gosto, mas tenho vergonha!

"Eu gosto, mas tenho vergonha!"

Não podemos reproduzir esses estereótipos e essas falsas morais. Pelo orgulho passivo!

Porque não há como negar que há ativos e passivos siiiim</vanessão>, e isso se refere a dois fatores (análise não especializada, tá, gente, são coisas que a viiiiiida nos ensinam). Um deles é o desejo, ou seja, o fato de gostar mesmo de dar o cu, por preferir e desejar o outro assim, uma coisa mais psicológica, identitária e até afetiva. O segundo, que no meu caso julgo mais importante, é o fator prazer físico. Há gente que sofre muitíssimo para dar e não sente prazer algum, muito pelo contrário. Meu namorado mesmo, pobrezinho, toda vez que tentei comê-lo me dava tanta pena de vê-lo sofrendo (mordia a mão, serrava os olhos e gemia baixinho, ele tentava, coitado) que eu parava e dizia: “Ah, vamos fazer daquele jeito que a gente faz melhor!” (sou muito compreenssivo). Eu sinto muito prazer em ser penetrado e é um prazer físico. A massagem do pênis na próstata me dá sensações deliciosíssimas, contínuas durante toda a relação e que culminam em orgasmos muito mais poderosos na hora da ejaculação. passivaNão há vergonha no prazer, são as possibilidades que o corpo masculino permite (ou não!) e que de forma alguma subjulga aquele que sente mais prazer estando nessa posição. Até porque, no meu caso eu não sou um passivo-passivo. Sou um passivo-ativo. “Como assim, Dé, você é versátil?!“, você deve estar se perguntando. E eu te respondo, bee ameega e leytora, eu até faço a ativa muito raramente, mas ser passiva-ativa é dominar seu bophe na cama! Você que é o dominador! É quando você é quem manda, você que se se mexe, você quem fala grosso e coordena tudo, e ele fica a mercê dos seus movimentos e das suas habilidades… Meu cu, você já entendeu.

Por isso amiga, grite linda: SOU PASSIVA, MEU AMOR! E não tenha mais vergonha disso.