Lembrando que…


… nesse final de semana tem festinha de lançamento da camiseta do Babado Certo, com muita neca de fora, cata o flyer:

Clique para ampliar

Ah, esqueci de falar com vocês, não vou sortear vips porque, como é uma festa beneficente (hahahaha), basta ligar para o número 97680277, falar com Magno, e pedir pra ele colocar seu nome na lista VIP.

Quer dizer, não tem desculpa pra não comparecer, viu?

Outro recadinho, é a Parada Gay de Guarapari:

Se quiser mais informações sobre ônibus e van saindo de Vitorinha em direção à cidade mais deliciosa do Espírito Santo, entre no Grupo Babado Certo e fique ligado nas informações que a galera posta por lá, todo dia aparece uma beesha oferecendo o serviço de transporte.

Parada? Mas que Parada?


Go Go Boys da PG

Beeeeeeem, tentei esperar todas as fotos serem postadas pela minha colega pseudo bissexual, mas ia demorar muito e resolvi botar a boca no trombone logo. A pergunta é: Alguém sabe me dizer o que foi a Parada Gay (?) de Guarapari? Ok, vamos ao que interessa.

Chegay cedo, por volta das 14 hrs já estava lá com um grupo grande de Anchietenses, incluindo alguns pseudo hts da cidade. Já tinha bastante gente, não consigo dizer se haviam 10 mil ali, mas os 20 mil que eram previstos acho difícil. Na entrada já fui barrada, pois não podia entrar com latinha lá dentro. Tudo bem, o lucro é importante, né!?

Muito funkeiro boladão na porta, nada contra, mas a gente já sabe a fama, né? O banheiro foi o point de pegação, principalmente o masculino, praticamente toda vez que meu colega entrava, saía beijando. Achei legal a distribuição de preservativos, lubrificante e folhetos informativos. Como disse a Inhaêêê, haviam muito mais hts curiosos e famílias do que LGBTS, de fato. Muita gente discursando em cima do trio, sobre nada. Sim,teve um bendito que já não sabia mais o que falar e soltou a pérola: – Chega dos nossos direitos! Oi, Bial?

Agora vem a parte que me deixou meio que de cara, onde em uma parada gay, ao invés de chamar as bees passivas descontroladas pra dançarem com os go go boys, você pede que as rachas hts “loucas em cristo” subam e fiquem se esfregando com eles? Hãn? Ouvi muita reclamação quanto a isso também. A escolha musical também não foi muito boa, afinal eu vi o tédio nos rostos alheios no início do primeiro show, com a banda de forró. Destaque para as pessoas que ahazaram, rs. Labelle Beauty ahazou como sempre na apresentação (sou apaixonada por ela, desde o Seminário de Diversidade Sexual),  Angela Jackson foi para o meio da galera queimar/vender a rosca, a vereadora transex Moa e Débora Sabara muito simpática por sinal.

Andrexia Simon foi super educada ao explicar o atraso, as apresentações mesmo só começaram as 16 hrs, segundo ela, culpa da Prefeitura de Guarapari, que só liberou a festa pra depois das 16 hrs. Vai entender! Ahh sim, senti uma certa desorganização, só não sei se é a palavra certa, quanto a diretoria do trio, que barrou o Babado Certo, que foi fazer a cobertura, mas tava deixando muita gente nada a ver com a causa, que estava lá só pra aparecer, subir.

Não fiquei até o final, as 20 hrs eu já estava no clímax do uózismo. Fui para casa testar os lubificantes que foram distribuídos.Se alguém estava lá e sentiu o drama, por favor expresse-se, bee.

“Quem foi viu, quem não foi não perdeu nada demais.”