Habemus Papam!


Uhull! O Papa foi escolhidoãm, ele é latino-americano, gentchy como a gentchNÃO!

amoreco

in odio habere

Ainda habemus homofobia.

Pra vocês que estão comemorando a escolha de um papa argentino, formado em Farmácia, que vive humildemente, anda de metrô e cozinha sua própria comida.

Apenas leiam isso:

papa 1

E isso:

papa 2

Então, lindonas, não se iludam, o fruto nunca cai muito longe da árvore, mesmo que essa árvore esteja do outro lado do Oceano Atlântico.

Fonte: Paulopes e Bol (também me choquei ao saber que esse site ainda existe)

Papa enfrenta beijaço durante visita a Barcelona


Da Rede Lésbica:

O papa Bento 16 enfrentou ontem um “beijaço gay” durante a passagem do papamóvel pela praça da Catedral de Barcelona, na Espanha, quando seguia para o templo da Sagrada Família. Gays e lésbicas se misturaram aos fiéis, que cantavam e davam vivas ao papa.

O grupo protestou pelos diretos dos homossexuais e contra a insistência da hierarquia eclesiástica em proibir o uso de preservativos. Em coro, os ativistas chamaram o papa de “pederasta”.

Nossa, a Bento 16ª deve ter ficado passada em Crishto:

E eu também vou pro céu? Whatever…


Em resposta ao basfond que deu o post passado, venho esclarecer o ocorrido.

“O papa Bento XVI condenou o aborto e o casamento homossexual como “insidiosos e perigosos”, em discurso pronunciado nesta quinta-feira (13/05) no Santuário de Fátima, em Portugal – país que legalizou o aborto em 2007 e está para promulgar o matrimônio gay.”

Primeiramente: de que igreja católica estamos falando, a grande senhora feudal que chegou a vender indulgências e um pedacinho do céu para as pessoas menos informadas, a mesma que queimou Joana D’arc, e outros tantos, numa fogueira acusando-os de bruxaria? Ou ainda, que queimou tesouros literários por estes levarem as pessoas ao pensamento livre, ou quem sabe, aquela que se omitiu diante do nazismo e que agora condena a homossexualidade e a trata como uma perversão e depravação da psiquê humana?

Acredito em Deus, porém não na religião feita pelos homens, aquela que pode ser corrompida por pensamentos de uma minoria influente. Dizer que o Papa respeita os homossexuais seria uma grande ironia. Querer a ordem e propor mudanças é uma coisa, imposição por ódio e sangue é outra .

O Papa diz: “A homossexualidade é uma depravação e uma ameaça à família e à estabilidade da sociedade”. Mas depravação maior ainda é o que o clero anda fazendo com as crianças que frequentam e trabalham em suas igrejas, achando que estão contribuindo para o reino dos céus, quando na verdade estão satisfazendo os desejos da carne destes. Estabilidade da sociedade? E tem como a sociedade ficar mais instável do que como a vemos hoje? Biológica e óbviamente um casal homosexual não pode gerar uma criança. Fato. Mas muitos de nós tem condições (e querem) de cuidar de uma criança muito melhor do que vemos por aí pais jogando filhos das janelas ou deixando na miséria, abandonados a própria sorte na rua.

Todo mundo já deve ter ouvido ou até mesmo falado a respeito da situação de homossexual, não por escolha, mas por imposição, condição ou forças do destino. Lembra ali em cima, quando eu disse que acreditava em Deus? Pois bem, não acredito num Deus vingativo, um velhinho sentado num trono, mandando menininhos “bons” para o céu e “maus” para o inferno. Nem tão pouco acredito que esta nossa “condição” é por acaso, acredito num Deus benevolente, numa força acima do bem e do mal, que não está aqui para julgar ninguém, acredito que estamos aqui, para aprender e que a vida é a maior escola que podemos ter, e se Ele nos colocou nesta condição é porque alguma coisa temos que aprender dela.

Ser gay, lésbica, transeuxal, travesti, bisseuxal ou ainda transgênero, negro, pobre, deficiente, não importando a qual minoria você pertence, a aprovação, primeiramente, vem de si mesmo, a convivência pacífica é resultado do esforço conjunto.

Talvez, por tanta declarações errôneas de nossos líderes, aqueles que deveriam ser  exemplo haha, eu não possa ter a liberdade de sentar com minha avó (católica praticante) e conversar sobre meus desejos, sonhos e acima de tudo AMOR.

P.S: Agradecimento em especial ao Leo López que me ajudou a organizar os pensamentos…

Quando um papa fala, o outro…


"Preservativos causam mais problemas"

"Preservativos causam mais problemas"

Com formação Católica Apostólica Romana, e uma quase experiência como seminarista[…Piada de sua preferência…],  aprendi que as palavras do Papa representam a vontade de Deus na terra. Mas, desde a morte de João Paulo II, a música dos Engenheiros do Hawaii parece não fazer sentido algum. Um Papa pop falaria isso?Abril.Com:

“A Aids é uma tragédia que não pode ser resolvida apenas com dinheiro, que não pode ser resolvida com a distribuição de preservativos, que inclusive agrava os problemas”, disse o Papa. O Sumo Pontífice afirmou ainda que a solução passa por um “despertar espiritual e humano” e pela “amizade com os que sofrem”.

A amizade é uma das mais comuns relações interpessoais que a maioria dos seres humanos tem na vida. Em caso de perda da amizade, sugere-se a reconciliação e o perdão. A amizade “é a aceitação de cada um como realmente ele é”. É Papa… precisamos realmente definir a nossa percepção e compreensão do verdadeiro sentido de amizade. Enquanto isso rezemos!