GOLD convida


O grupo Gold tem um convite para as senhoras:

GOLD

Para quem não sabe, o grupo Gold atua desde 2005 e tem como missão principal: Promover a cidadania e defender os direitos de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais, contribuindo para a construção de uma democracia sem quaisquer formas de discriminação, afirmando a livre orientação sexual e identidades de gênero.
Além de responsável pelos Manifestos do Orgulho LGBT de Colatina de 2005 a 2012, a associação realizou em 2007 o III Encontro de Travestis e Transexuais da Região Sudeste, promoveu de 2007 a 2012 o ‘Projeto Cores’ com abordagens, oficinas e palestras de sensibilização sobre o respeito às diferenças, direito à singularidade e DST/HIV/Aids em Colatina.

Em 2014, realizou o projeto ‘Trans em Ação’ nas cidades de Linhares, Colatina, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Vitória e São Mateus, promoveu o 1º Encontro de Travestis e Transexuais do Estado do Espírito Santo, e participou do subprojeto Viva Melhor Sabendo em parceria com o Departamento Nacional de DST/HIV/Aids, promovendo a testagem de HIV através do fluido oral.

Trans em ação

12491977_10207563188853411_2033618899943322556_o

O objetivo do projeto Trans em Ação contribuir para minimizar a violência, a redução dos estigmas das quais travestis e transexuais se tornam vitimas constantemente e também contribuir para uma maior aproximação com o poder público, para que em conjunto fossem desenvolvidas ações de enfrentamento à violência e a discriminação.

Seu público-alvo foram travestis e transexuais dos municípios de Colatina, Linhares, Cachoeiro de Itapemirim, mas indiretamente também foram capacitados e formados técnicos(as) municipais da assistência social, direitos humanos, educação, saúde, segurança pública, conselheiros de direitos, representantes do Ministério Público e sociedade em geral nos municípios de abrangência do projeto.

Em 2016 o projeto Trans em Ação vai atuar nas cidades de Vitória e São Mateus. O projeto foi aprovado em um edital da Secretaria de Saúde do Espírito Santo específico para Organizações Não Governamentais. Graças a esse recurso o projeto empregará quatro mulheres trans, que farão uma busca ativa para descobrir mais detalhes sobre as travestis e transexuais das cidades de Vitória e São Mateus.

CAMPANHA – “Queremos ver UM ESTRANHO NO LAGO no Cine Jardins”


Cata a história:

“Em pleno verão, um lago é usado como praia nudista por vários homens homossexuais. Eles sentem-se à vontade no local e usam o bosque ao lado do lago para ter relações sexuais. Um dos frequentadores mais assíduos é Franck (Pierre Deladonchamps), que um dia faz amizade com Henri (Patrick d’Assumção), um homem solitário que vai ao lago em busca de paz, sem ter qualquer interesse em outros homens. Com o desenrolar dos dias e as conversas constantes, eles se tornam amigos. Só que Franck se apaixona por Michel (Christophe Paou), um novato no lago, sem saber que ele é uma pessoa perigosa.”

Essa é a sinopse do filme “Um Estranho no Lago”, filme francês dirigido por Alain Guiraudie e SIM, nós queremos muito ver ele nas telonas e no escurinho do cinema. Por isso, estamos organizando um movimento para pedir/implorar/obrigar que esse filme venha a Vitorinha, que, como sabemos, tem pouquíssimos espaços para exibição de filmes e menos ainda com essa delícia de temática. Ou seja, é entretenimento, mas também é político!!!

Assista ao trailer:

Quer participar e apoiar essa campanha do bem? É pelo Facebook, é só clicar aqui e participar!

Hoje (12) tem Cine Caos@ção na Ufes


O grupo de bichas subversivas e críticas, o Caos@ção, farão hoje (12/12) uma mostra do documentário “Bombadeira”, na parede externa grafitada do Cine Metrópolis, na UFES, a partir das 19 horas.

O objetivo da ação é receber os novos calouros da universidade, promovido pelo DCE da instituição, mas TODOS estão convidados. Claro, a entrada é livre e franca.

O documentário apresentado retrata o universo das travestis que transformam o corpo através de profissionais conhecidas como bombadeiras. Por meio de aplicações clandestinas de silicone, passam pela “dor da beleza” em busca do tão desejado corpo feminino. Comoventes e fortes depoimentos mostram o dia-a-dia, a relação com as famílias, a discriminação, a religiosidade, anseios e sonhos das travestis, em direção de Luis Carlos de Alencar.

Serviço – Cine Caos@ção para recepção de calouro

O que? Mostra do filme “Bombadeira”.

Quando? 12/12/12 (hoje, quarta-feira)

Que horas? 19 horas

Onde? Parede Grafitada do Cine Metrópolis UFES

Quanto? Nadinha, de graça.

VI Manifesto LGBT de Colatina


Acontecerá entre os dias 11 a 14 de novembro o VI MANIFESTO LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) DE COLATINA que tem como tema principal “Uma Luta Pela Igualdade”. Esperamos contar com a presença em massa do público colatinense assim como ativistas de todo o Estado do ES. Estão já confirmadas caravanas vindas de São Mateus, Linhares, Nova Venécia, São Gabriel da Palha, Vitória, Vila Velha e Serra.

O tema específico deste ano foca a luta pela igualdade de direitos de todas as pessoas que ainda vivem esta desigualdade no cotidiano. Todas as pessoas são, ou deveriam ser consideradas iguais perante a lei, está descrito no artigo 5º da Constituição Federal de 1988. Entendemos que a palavra “todas” se refere realmente a todas as pessoas, independente de seu gênero, raça, cor, idade ou orientação sexual.
Um tema importantíssimoos que abordaremos este ano será o diálogo, o respeito, a convivência e a não exclusão das familias às pessoas LGBT, em que estará presente uma representante do Grupo de Pais de Homossexuais – GPH de São Paulo, para debater este tema ainda muito questionado nas familias do ES.
Acima de tudo, evidenciaremos os direitos de todas as pessoas, independente de raça, identidade de gênero, religião, sexo, orientação sexual, enfim a liberdade de todos e todas.

A organização do evento está por conta do Grupo Orgulho Liberdade e Dignidade – GOLD e tem como parceiros e apoiadores a Prefeitura Municipal de Colatina, através das Secretarias de Assistência Social e de Saúde, Programa Municipal de DST/AIDS e Departamento Nacional de DST/AIDS e Hepatites Virais.

Ato Público Pelo Fim da Homofobia!


Na próxima segunda (31), em frente a Assembléia Legislativa do Espírito Santo, acontece o manifesto pelo Fim de Homofobia:

Não é Parada Gay, é ativismo mesmo. Que tal parar de reclamar entre nós mesmos na internet e ir pra rua mostrar a cara dos LGBTs capixabas e mostrar que eles também querem ter seus direitos civis respeitados?

Ajude do seu jeito


Há dias estou para comentar sobre isso, mas por algum motivo enrolei até agora. Um grupo de blogueiros-amigos-gays fizeram uma lista com 30 ideias para ajudar a causa LGBT do seu jeito. Ficou per-fei-to! Leiamos e assumamos para nós. Em vez de ficar apenas reclamando vamos ajudar para fazer do mundo um lugar melhor para gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. O Babado Certo apoia e incentiva esse movimento!