Kooriosidades – Na Cama com Max [Tema: Amor não garante relacionamento]


01-banner-max1141

Kooriosidades! Sentiram saudades? Aposto que sim.

Então, o e-mail de hoje é de uma gay que estava prestes a se casar e foi largada pelo boy! Praticamente um roteiro de comédia romântica, porém muito útil pra eu dar um coió nas senhoras que postam “procuro relacionamento sério” nos grupos de pegação do Facebook.

0botanael

Cata:

Estou num relacionamento que muito feliz me fez, mas que agora só me traz dor e sofrimento. Bem, vamos lá: conheci um cara que mora no norte do estado do ES, eu sou do sul e apesar de estarmos no mesmo estado, a distância entre nós é de quase 600km. Esse cara apareceu de repente, mandando mensagens pra mim no face e pediu que eu o adicionasse, e eu assim o fiz.

Começamos uma paquera gostosa, nos conhecemos pessoalmente, ele me pediu em namoro e com o tempo me apresentou como seu namorado para toda sua família: mãe, irmão, tia, papagaio, periquito, etc. Passei uma temporada na casa dele e ele me apresentou a todos seus amigos (90% desses héteros) como seu futuro marido, me pediu em casamento e até começamos a pensar sobre montarmos a nossa casa.

Ele se dispôs em mudar pra cá, por opção própria mesmo. Tudo estava perfeito. Ele me ligava o dia todo. Era o primeiro a me dar bom dia e o último a me dar boa noite. Dizia “EU TE AMO” umas dez vezes ao dia pra mim, e fazia de tudo pra vir me ver. E eu também fazia isso. Ele negociou sua transferência (emprego) pra cá e eu jurava que até dezembro deste ano estaria casado e morando com ele. Ele me prometeu isso.

Até que de repente, num dia, ele mudou seu discurso. Eu questionei a ele do porquê dele não querer vir me ver num fim de semana e ele apenas disse que não queria mais namorar, me queria apenas como amigo,que gostava de mim, mas se recusou a dizer que ainda me amava, quando o perguntei, durante essa conversa.

Depois disso eu continuei insistindo e querendo saber o que tinha acontecido, mas ele alega não saber, que simplesmente não quer mais.

Max, como pode uma pessoa chorar dizendo que te ama. Que você é a vida dela. Te pedir em casamento e te apresentar a todos como futuro marido e cinco dias depois te largar e não dar satisfação. Ele só sabe dizer que não sabe, não entende, mas que ele só me quer agora como amigo.

O que me deixa aflito são as lembranças de como esse homem me amava e como em questão de dias tudo mudou assim. Queria entender? Eu o amo muito e queria que voltássemos. Mas ele diz: não. E se recusa a se justificar.

O que eu faço. O que será que aconteceu? Me ajuda pelo menos sobre o que fazer, porque saber o que aconteceu até ele diz ou finge não saber!

imagesPesada a história da gay, né? Depois a beesha me respondeu o e-mail dizendo que quando um amigo sondou as informações, ele (o rapaz) alegou incompatibilidade sexual.

Olha, eu não duvido. Por isso vou contar uma história minha, porque eu já fui o rapaz que largou o outro mesmo gostando.  Arrumei um namoradinho três anos atrás, e foi o relacionamento mais tórrido que eu já tive, muita paixão, muita loucura, muita trepação em locais inusitados.

Tudo parecia o máximo, sim, ele era uma pessoa ótima, mas eu não sentia que no sexo a gente combinava. No começo era maravilhoso, porém depois da quinta semana eu comecei a me sentir entediado.

O SegredoAí a gay falou que ele parecia gostar, que nunca reclamou, que sempre tem orgasmo e tudo mais. Sim, gente, ótimo, mas orgasmo você pode ter até com um desconhecido na rua, gostar do sexo, e mesmo assim não combinar com a pessoa na cama.

Compatibilidade sexual é mais que piru no cu resultando em gozo.

Era o que acontecia com esse meu namorado, adorava ele, queria ter três filhos e morar no campo… no início. Depois de um tempo o sexo continuava dando prazer, mas eu não sentia mais aquela vontade, aquela atração que eu sentia no começo, mesmo adorando o boy.

Isso quer dizer o quê, viados? O QUE EU SEMPRE FALO NOS KOORIOSIDADES: Amor não garante sucesso no relacionamento. As circunstâncias sim. 

Não adianta achar que seu amor pelo carioca vai sobreviver à sua transferência pra Manaus, não adianta achar que o seu amor vai sobreviver a alguém que não te faz se sentir completo na cama. Porque a paixão inebria, engana, deixa a gente idiota e com péssimo senso crítico.

0gret

Aí vem a beesha passiva que namora outra passiva e usa brinquedos pra substituir a falta do ativo:

A gente se adapta, Max, o amor passa por cima de tudo isso, só de estar com a pessoa já é maravilhoso.

namorados-08NO COMEÇO, gayrotas, só no começo. Minha caixa de e-mail é entupida de mensagens de gente que resolveu namorar pessoas com a mesma preferência na cama e agora está frustrado, depois de um tempo de relacionamento.

Algo que é “só um probleminha” no começo do namoro, se torna insuportável com o passar dos anos. E eu namorei 3 anos uma pessoa, eu sei o quão insuportável um simples barulho de alguém mastigando alface pode se tornar! hahaha

images (1)Óbvio que há exceções, aqui no blog mesmo eu já vi. Mas são exceções raríssimas, gente, e eu ainda tenho minhas dúvidas se o casal é tão feliz como diz ser.

Digo isso porque nosso sexo tem dois problemas: Ele é todo baseado num discurso sócio-cultural e é parte integrante e fundamental de qualquer relacionamento… quer dizer, como você faz sexo diz quem você é e quem você é determina com quem você namora. SINUCA DE BICO.

Então, qual é a minha dica? Pra beesha do e-mail eu digo que é paciência, só a saudade vai fazê-lo repensar o que sente por você.

Saudades...

Saudades…

Agora, pra vocês que estão entrando num relacionamento com alguém que não combina 100% com você. Você tem duas opções: Ou mantenha a paixão viva o namoro inteiro (por todos os anos que ele durar) ou espera pra largar assim que a paixão sumir.

Qué dizê, a maior dica de todas é: Não inventa de namorar só porque tá há 4 anos encalhada e encontrou alguém que quer algo sério, isso não dá certo.

Prefira ficar solteira nem que seja 30 anos, mas jamais namore por conveniência, você vai se apaixonar, vai se machucar e depois vai ser mais um na minha caixa de e-mail sofrendo porque traiu quem gosta.

Namore pelo comprimento da pica (desculpa, meu gato subiu no teclado aqui)

0critica