100 motivos pra odiar o Espírito Santo?


UPDATE: Era ironia, foi publicado na Revista Quase e havia um contexto no qual essa lista se encaixava. Logo, fui trolladãm!

Mas deixo o post aí embaixo pra vocês lerem, vale a pena (apenas ignorem as críticas de quando pensava que era sério o que estava escrito) 🙂

Está rolando na internet um texto sobre motivos de se odiar o Espírito Santo. Eu não sei quem escreveu, não sei a procedência e eu espero encarecidamente que isso tenha sido uma ironia (muito mal-feita) dessa galera metida a Veríssimo do Facebook.

Porque olha, não é possível que uma pessoa normal consiga ser tão preconceituosa e sem-graça num só texto. Cata:

Clique para ampliar

Clique para ampliar

aniii

Pára, salvo o “sentar ao contrário no Transcol”, “o clima de Colatina”, “o Max Pai e Filho/ Gratz” e a “Ice Off” da balada (porque realmente eu acho uma afronta maiores de idade beberem esse suco de limão), o resto não passa de aleatoriedade sem o menor critério.

Qual a lógica de odiar a pedra do Frade e a Freira, gente? Se ela batesse na nossa porta pra evangelizar, tudo bem, mas ela só fica lá, parada, embelezando a BR!

Aliás, QUATRO categorias pra cometer slut shaming e criticar o comportamento sexual das mulheres capixabas? É muito fiscal pra pouco cu alheio, viu?