Dos pântanos da mágoa de cabocla: desmentindo falsos boatos


"Mentiroso. Mentiroso e caluniador!"

Uma bee anda falando mal da gente por aí. Até aí tudo bem, todo mundo tem direito de falar mal, não me importo que isso aconteça e acho que é algo até bem natural que surjam esses “monstros” quando se tem uma certa publicidade (de ser público, popular). Acontece que essa bee em específico criou histórias mentirosas, mentirosas e caluniadoras, mentirosas, mentirosas e caluniadoras.

Ele anda falando para Deus e o mundo que nós criamos comentários e que divulgamos números falsos de audiência. Queria falar com a senhora que o sistema do wordpress registra os IPs de TODOS os comentários e os números de acessos em dados estatísticos, ou seja, POSSO PROVAR – inclusive judicialmente – isso que você de forma infeliz fica inventando a nosso respeito.

Querida, definitivamente, não precisamos disso para sobreviver, tsá?! Acho que todos sabem que fazemos este blog pelo prazer de ser de utilidade gay-pública. Use outras coisas para nos difamar, não mentiras.  Em outras palavras, cala a boca, viado!

**********

Este post é muito menos pra essa bee que não sabemos porquê – mentira, sabemos sim – fica por aí inventando essas coisas, do que em respeito aos nossos leitores fiéis que são os únicos a quem devemos de fato alguma satisfação. Pois eu prefiro, sinceramente, os 2 500 leitores diários capixabas que entram todos os dias – especialmente os poucos que comentam e que ajudam a fazer este blog -, do que esses outros 10.000 que estão geralmente só de passagem via google (de maneira geral procurando sacanagi). A vocês, e só a vocês, um beijo no edí.

#anamariateam

Eu ♥ Move Music


Este post já venho prometendo há algum tempo e é para acabar de vez com essa história de que eu não gosto da Move. Primeiramente, vou evidenciar o que levou as pessoas a ter esse equivoco para depois desmentí-lo.

Ano passado, um antigo autor do blog entrou em confusão na Move e deu bafão com os promoters da buatchy (que aliás nutrem um ódio irracional por este site). Os promoters foram e falaram um monte de merda com ele  – merecidamente – porém falaram horrores do Babado Certo também. Daí fiquei puto na época, levei pro pessoal, mas logo superei. Logo depois veio os aumentos nos preços daí fomos obrigados a questionar, até porque cobrando 50 conto de entrada eles tem que oferecer um serviço que custe tal valor. Além disso, sempre que tem algo não bom a gente fala mesmo, como fazemos com tudo, pois esse é um blog menos noticioso e mais opinativo e toda empresa  está sujeita a todo tipo de comentário bons (também fazemos!) e ruins.

Mas no fundo, no fundo nutro uma paixão pela boate. A Move durante muitos anos foi minha morada de todos os fins de semana. Já vivi momentos de euforia, tristeza e estranheza naquele lugar. Já catei muita, muita gente lá (sem orgulho nenhum nisso!).  Ela me ajudou a me aceitar gay e a encontrar pessoas maravilhosas que são meus amigos até hoje.

Lembro até hoje da primeira vez que fui. Um carinha que conheci via net me convenceu a ir (foi minha primeira boate gay). Fui com medo – todos aqueles de quando somos recalcados -, mas ao entrar lá me senti num mundo paralelo surreal, seguro e divertido: me joguei horrores, catei também (o que deixou meu amigo da net muito magoado, pois ele queria ficar meio namoradinho comigo).

Deixei de frequentar a Move nos últimos meses (1 ano e pouco na verdade) porque estou casado, simples. Até conversei com Tiago (ex-promoter) na época sobre isso: a Move acaba com qualquer relação séria, é batata! E isso só mostra como ele é babadeira (especialmente pras bee pegadeiras).

Por isso não me odeiem movets, também já fui um de vocês.

Dá dedinho, dá! Dá dedinho. </freddiemercuryprateado>

Mágoa de Cabocla


Do perfil Top Luí:

Da comunidade odeio o site “” babado certo” (sic):

(clica pra ver ampliado)

Eu tenho que concordar com aquela comunidade, para saber se algo realmente faz sucesso não medimos pelo apoio ou pelos elogios, mas sim pelo número de pessoas que criticam (e se preocupam em deixar isso claro) e aqueles que copiam. Fazer o que? Somos bonitas, femininas, bem dota… deixa pra lá, e populares. Fomos o primeiro site do Espírito Santo dirigido às bees. Além de informá-las sobre tudo, nós conseguimos o mérito de aglutiná-las, pois mais do que serem meras leitoras passivas (tá, boa!) aqui todo mundo é um pouco autor também (vamô combiná, o fervo acontece mesmo nos comentários os post só pautam os temas!).

Por isso, ameegas, continuem participando e nos mandando coisas, e nós faremos o possível para informá-las do babadeenhos mais quentes e dar nossas opiniões e críticas sobretudo porque isso é mais dificil de reproduzir, né, tem que ter uma coisa que falta a muitos: personalidade. Beijos da Dé!