“SENAS” da noite capixaba #17


“só manjando as rola tudo. hehe”

Eu na academia, quando de repente, não mais que de repente, uma velha – de cabeça pra baixo, naquele negócio de malhar perna – vira para um boy malhado, estilo surfistão e diz na lata:

Hoje você veio usando cueca, né? Você sempre vem sem cueca, o que houve?!

O boy começou a ter uma crise de riso nervoso. Se não bastasse outra velha – de manhã muitos velhos tomam a academia – virou e completou: “Nossa, fulana, está reparando mais que eu!”

Minha vontade era:

Falar: “Credo! Vocês duas estão reparando mais que eu que ainda sou sexualmente ativo! Eu só havia reparado neste lindo sorriso que quando se abre ilumina o dia, formando duas belas covinhas nas bochechas como dois lagos a espera de serem preenchidos com beijos. Ou ainda estes olhos brilhantes que quando se alegram ficam fininhos iguais aos do Richard Gere. Ou estes braços, duros como o carvalho, que suportam essas incríveis e sexys tatuagens que dão cor a este corpo acobreado. Agora se ele usa cueca ou não…  Não fico reparando! Não olho piru de homem na rua“. E completaria:

Que velhas safadas!

Mas o que fiz de fato: