Love Secret II: Babado e confusão!


love secret aloka do palcoPassada minha raiva inicial, a Love Secret mostrou-se um dos, se não o melhor, evento gay capixaba desse ano. O espaço do cerimonial era excelente e, apesar de imenso, esteva completamente cheio! E não só cheio, mas cheio de muita bee bonita. Havia uma área externa, tipo uma sacada para a rua, ótima para quem fuma e para quem quer dar um tempo do bate-cabelo. A música estava perfeita também. E a decoração toda em coraçõeszinhos de papel tava fófis, sem contar os mimos que deram na entrada (que falei no post anterior) que é coisa que raramente vemos por aqui (tá, na Sheeca tem camisinha, ok?!), mas que valorizam qualquer festa.

love secret aloka do palcoUma coisa que achei frustrante foram os GogoBoys! Os mesmos de sempre, com a diferença de que alguns estavam com uns quilinhos a mais; as mesmas dancinhas caídas, as mesmas fugas das mãos das beeshas e a insinuação exclusiva para quem é racha. Atenção quem realiza festas LGBT: contratem gogoboys que sejam gays ou que finjam que são gays, porque certas atitudes de gogo dancers chegam a ofender! Por falar em dança, uma em especial foi o ponto alto da festa. Acho que quem foi, viu a bee que simplesmente pa-rou-tu-do nessa festa de quarta-feira passada! Aloka subiu no palco com uma camisa branca tipo machão (só a  camisa, tám) da Ecko, um lenço em volta do pescoço com estampa de cobra, óculos escuros de armação branca e calça xadrez e quebrou tudo. Se eu pudesse dar um prêmio para alguém como ‘Garoto Babado Certo’ seria para essa pessoa.

Eu já estava preocupadíssimo por não poder descrever sua dança riquíssima e elaborada de diva, mas uma santa alma filmou a bee e colocou no YouTube. Então, arraaaaaaaaasaaaa:

Passo mal com ela. Durante o vídeo, eu estou exatamente a esquerda de quem filma Vi tudo de pertinho. Quando desceu do palco eu falei com ele: “Bee, a  senhora tem que ganhar um cachê!!!“. Ela, sempre fina, sorriu e saiu. Loosho, glamour e poder!!! Claro que aconteceram coisas chatas também, mas a gente releva.

diego fiuza após momento amyOutra parte da festa que foi sen-sa-ci-o-nal foi o esperadíssimo show de Donna Karão. Vocês não sabem o que aloka aprontou dessa vez: dizendo ser a última sobrevivente do voo da Air France, vestida a caráter fez a performace de Susan Boyle. Sim, Susan B-O-Y-L-E!!! Aquela que nunca beijou ninguém e tudo mais. Num certo momento da música, uma voz bizarra dizia “Susan Boyle o caraleo, Single Ladies”. Daí aloka rasgava a roupa toda e por baixo estava de Beyonce do clipe Single Ladies e fez a coreô (no truque) do sucesso da diva!!! Mimijei de rir!!!!

Mais um momento bem hilário foi o momento Amy Winehouse que rolou na festa. A vítima? O aniversariante, é claro. Veja com foi AQUI.

Eu fiquei beeem bêbado e sai meio que arrastado (pois queria ficar mais!). Tava conversando com o Diego Fiuza e ele me disse que em breve vai ter mais festas assim. OBA!