Matéria sobre os super-heróis gays n’A Gazeta


Saiu uma extensa e excelente matéria no jornal A Gazeta sobre a onda dos super heróis gays. Cata um trecho:

“O “boom” de super-heróis gays nos quadrinhos ocidentais é tanto uma estratégia comercial quanto um processo de assimilação das questões sociais que se desenvolvem hoje nos Estados Unidos. Devemos lembrar que os quadrinhos são ficção, e uma de suas caraterísticas é a presença de elementos que operam como ponte entre a realidade e o universo ficcional. Durante a Segunda Guerra Mundial foi criado o Capitão America, que influiu no imaginário norte-americano propondo o senso de patriotismo necessário para preparar as próximas gerações para a Guerra Fria que se seguiria. Durante o conturbado momento de luta pelos direitos das minorias, a Marvel surgiu com os X-Men, dialogando com o sentimento social de contestação e transformações que a sociedade presenciava naquele exato momento. O atual “boom” de personagens gays é fruto de mais um momento histórico, no qual essas questões se tornaram tão potentes e tão presentes na sociedade, que é impossível não assimilá-las nas narrativas”.

Leia o texto completo aqui.

Mais um super-herói sai do armário


“Fiz meu outing, garaleon!”

Depois do Batman, mais um super-herói é oficialmente tirado do armário:

A DC pôs fim às especulações e anunciou nesta sexta-feira (1) que Lanterna Verde é seu super-herói homossexual. A editora já havia dito que revelaria neste mês qual de seus personagens era gay e, desde então, os aficcionados por quadrinhos começaram a fazer suas apostas. Alan Scott já aparecia como o nome mais provável, segundo os fãs.

“Hoje temos o prazer de anunciar que o mistério sobre a identidade do personagem gay acabou. Alan é homossexual. Mas é importante notar que a sua sexualidade é apenas uma parte de sua personalidade”, diz uma nota da DC Comics divulgada hoje em seu site.

O personagem, que apareceu nos quadrinhos pela primeira vez em 1940, vai ressurgir como gay no segundo número da HQ Earth 2. A revista será lançada nos Estados Unidos na próxima quarta-feira. Em um das cenas, Lanterna Verde aparece aos beijos com outro homem. (do Terra)

Mas também, né, porra, o boy andava carregando uma lanterna na mão como quem carrega uma bolsa Hermés Birkin! Fora que o poder vem de um anel, um A-NEL!

Ooooowwwwnnn, olha que fofo a cena dele beijando o namoradinho:

Mas eu fiquei surpreso, sabia?! Nunca desconfiei…

Significa?