Central Gaybo de Produção?


A rede Globo, o ícone mor da grande mídia no Brasil, tem andado apoiando as causas LGBTT em seus programas. Na semana passada, o personagem Eduardo, papel de Rodrigo Andrade na novela Insensato Coração, revelou estar confuso com sua sexualidade e que sempre teve atração por “caras”:

Isso disparará na novela as discussões sobre homofobia. No mesmo dia, no quiosque de Sueli, mãe de Eduardo na história, que é um point gay, ela, um de seus funcionários e um cliente, ambos gays na trama, discutem a violência em razão da homofobia, inclusive dando números de assassinatos e falando da necessidade de denunciar. Veja a cena aqui.

Afora isso, a Globo lançou com o canal Futura uma reportagem especial MUITO LEGAL sobre discriminação sexual nas escolas, tão legal que merecia ser incluido no kit ‘Escola Sem Homofobia’ e distribuido pra todas as escolas, pela forma tranquila e sensível como eles encaram este tema tão difícil. Clique na imagem abaixo para vê-lo:

Arrasô!