De dia é Maria, de noite é João…


Esse lance de ser uma pessoa de dia e outra a noite rola muito no meio gay, as vezes pra preservar família, outras pra preservar emprego e por aí vai, mas e quando a vida dupla, vem aliada com a hipocrisia??

Na sexta-feira (30/07), a revista Panorama, fez a linha maldita e publicou uma reportagem que deu a maior confusão  ao redor do mundo: na capa, a foto das mãos cruzadas de um padre, segurando um rosário e as unhas pintadas de rosa e o título “As noites selvagens dos padres gays”. Por quase um mês, foram documentados vícios e perversões de sacerdotes que mantém uma vida dupla.

O jornalista Carmelo Abbate, acompanhado por um cúmplice gay, percorreu locais frequentados por bees em Roma e registrou padres que exerciam o sacerdócio de dia e à noite partiam pros rocks babadeiros, com direito a sexo com garotos de programa e tudo mais.São muitos os flagras, algumas fotos foram divulgadas, vídeos, por exemplo, de um padre, de batina dando o pulo do gato, sem contar a declaração feita por um dos seminaristas, de que “a Igreja pesca os próprios filhos no ambiente homossexual”

Em nota, o Vicariado de Roma condenou a revista. “A finalidade do artigo é evidente: criar escândalo, difamar todos os sacerdotes com base na declaração de um dos entrevistados, segundo a qual 98% dos sacerdotes que ele conhece são homossexuais, e desacreditar a Igreja”.

Acesse a matéria AQUI

E fica a mensagem:

“E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.
Marcos 7:6