Protesto contra homofobia para centro de Salvador


Enquanto em terras capixabas continuamos debatendo e articulando, a comunidade gay baiana fechou as ruas de Salvador em protesto contra a homofobia. O Grupo Gay da Bahia parou o centro da cidade na tarde de quarta-feira (22/03), em um ato contra o aumento de crimes contra homossexuais na Bahia. Com cruzes, faixas e cartazes nas mãos, a militância promoveu uma beijaço e protestou pedindo justiça, o que acabou chamando a atenção da população que aplaudiu a atitude.

Segundo informações do Grupo Gay da Bahia (GGB), onze homossexais foram mortos no estado nos dois primeiros meses do ano. Em todo país, foram registrados 81 homicídios no mesmo período. O ato simbólico, que fez parte das atividades do Dia Internacional para Eliminação da Discriminação Racial e serviu de protesto devido às mortes de gays, lésbicas, e travestis, iniciou-se na Praça da Piedade e seguiu até a Prefeitura Municipal de Salvador.

 No ano passado, foram 272 assassinatos de LGBTs no Brasil. Destes, 29 aconteceram na Bahia, que lidera pelo sexto ano consecutivo o ranking de estados mais homofóbicos, com o índice de 10,66% do total de casos no país.

A coordenadora LGBT da Secretaria de Justiça da Bahia, Paulete Furacão e o presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Luiz Mott, participaram da caminhada. A manifestação foi encerrada com uma grande roda como protesto contra a homofobia ao som do hino do senhor do Bonfim.

Fonte

Luiz Mott protesta abertamente contra governo de Dilma Roussef


O vídeo foi lançado no dia 15, o ativista e fundador do Grupo Gay da Bahia, Luiz Mott critica duramente o governo de Dilma, acusando o governo de ser complacente com a violência contra nosso povo.

É bom lembrar que o GGB entregou recentemente o troféu Pau de Sebo a presidenta por considerá-la inimiga da causa gay. Mott ainda declara: somente nesse início de 2012 já foram assassinados  81 homossexuais.

Fonte

Nordeste é a região com maior número de assassinatos de homossexuais


De acordo com um relatório, divulgado ontem, pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), a cada um dia e meio um homossexual brasileiro é morto. Nos últimos cinco anos, houve aumento de 113% no número de assassinatos de homossexuais. Apenas nos três primeiros meses de 2011 foram 65 assassinatos, entre as vítimas, 54% são gays, 42%, travestis e 4%, lésbicas.

Segundo Luiz Mott, antropólogo responsável pelo levantamento, as estatísticas são inferiores à realidade. “Esses 260 assassinatos documentados são um número subnotificado, porque não há no Brasil estatísticas oficiais de crimes de ódio. O estudo também aponta que o Brasil lidera o ranking mundial de assassinatos de homossexuais. Nos Estados Unidos, foram registrados 14 homicídios de travestis em 2010, enquanto no Brasil, foram 110 assassinatos. Além disso, o risco de um homossexual ser morto violentamente no Brasil é 785% maior que nos Estados Unidos.

Entre os estados, a Bahia é pelo segundo ano consecutivo o estado com maior número de assassinatos de LGBT’s, são 29 homicídios, segundo o relatório anual. Com 43% dos casos, o Nordeste é a região que tem mais homicídios de homossexuais e travestis. Levando em conta o número da população, Alagoas é o estado com maior número de morte de homossexuais por habitantes. Considerando as capitais, Maceió é a que tem o maior número de gays assassinados – 9 homicídios; em Salvador foram 8, 7 no Rio de Janeiro e 3 mortes em São Paulo.

Segundo dados do GGB, 43% dos homicídios foram a tiros, 27% a facadas, 18% por espancamento e 17% por sufocamento ou enforcado. Nesta terça, o movimento de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT) realiza dois atos públicos para protestar contra as declarações do deputador Jair Bolsonaro.

Clique aqui para ver os resultados completos do relatório.

Crimes por regiões
Nordeste – 43%
Sudeste – 9%
Sul – 10%
Centro-Oeste – 10%
Norte – 10%

Crimes por estados
Bahia – 29
Alagoas – 24
Rio de Janeiro – 23
São Paulo – 23

Triângulo Rosa e Pau de Sebo


Grupo Gay da BahiaAdoro gente sem noção. As pessoas mais interessantes que conheço começam um assunto com uma citação de Nietzsche, e terminam com “Entendeu sua Looka!?”. É adjetivo comum ao citar homossexuais  a alegria e bom humor. Sim, temos uma forma bem humorada de ver o mundo. Rir de nós mesmos é uma habilidade mutante que adquirimos através dos anos. Isso não impede que tenhamos um olhar critico a sociedade a nossa volta. De saber que o mundo ainda precisa aprender a conviver e respeitar o “diferente”, que os ideais de uma legislação que contemple nossos direitos precisa ser uma realidade, e não um sonho de uma militância que muitas vezes achamos chata. Leiam com atenção a lista do Grupo Gay da Bahia, que contempla com o Prêmio Triângulo Rosa os que tiveram destaque na luta pelos direitos dos GLTB, e o Troféu Pau de Sebo para os que atrasam ou prestam desserviço em nossas conquistas. Convido a prestar atenção em cada instituição, personalidade, empresa e acima de tudo políticos na lista. Saiba prestigiar aqueles que buscam o verdadeiro ideal de liberdade, e questione aqueles que perderam uma ótima oportunidade de manter a boca calada.

E sobre pessoas sem noção… Não só de gongar promoter vive a beesha né!