E de sensualidade Raí está bem servido


Que está rolando um bafo sobre o relacionamento de Raí e Zeca Camargo todo mundo já sabe. Umas recalcadas tão dizendo que o casal é feio, que dá nojinho ver o corpo de Zeca e que Raí conseguiria coisa melhor.

Mas eu quero que as senhoras calem todas a boca e só abram quando forem tão sensuais, lascivas e orgásticas quanto Zeca dançando Dança do Ventre:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=kmvaO_8DGKg]

Cada um luta com as armas que tem, queridas.

p.s.: Esperei anos por um contexto pra postar esse vídeo no blog hahahaha

Via Grupo Babado Certo, dica do Diego e da Cristal

Penetração não define sexualidade


Se essa Fazenda está boa ou ruim eu não sei.

Mas pelo menos essa discussão foi uma delícia e Léo + Penélope se mostraram inteligentíssimas diante do machismo dos “machos-alfa” de koo quadrado, que não admitem que fisiologicamente todo homem (hétero ou gay) é capaz de sentir prazer com a próstata:

Tem como não amar? Não vou mais reclamar quando disserem que me pareço com a Léo, não depois dessa demonstração de conhecimento. ❤

E tem gay que ainda concorda com o conceito machista de sexualidade, dá uma olhada no absurdo clicando AQUI.

Respondendo o comentarista B! que comentou aqui dizendo que gente inteligente é exceção: quem me dera que gente BURRA fosse a exceção.

Dica do Diego

Síndrome de Betty, a feia – Como o meio gay criou monstros


Aviso: Post polêmico e desaconselhável para bee’s que não saibam a diferença entre “maioria” e “todo mundo”.

Bem bonita

Esses dias estava conversando com uma beesha leitora do blog sobre o nosso futuro e como nos víamos daqui uns 20 anos. Além de cacura, disse a ela que me via trabalhando num hospital renomado e tal, isso se eu não morresse antes, assassinada por alguma inimiga mortal do Babado Certo.

Fiz a pergunta de volta e, para a minha surpresa, ela não disse absolutamente nada sobre a sua vida profissional, só que queria ser “bonito”, ao ponto de ninguém ser capaz de criticá-lo quando fosse numa balada.

Envelheci 😦

Apesar dessa revelação ser chocante, é mais comum do que se imagina. Obviamente a gay é novinha e pouquíssimo experiente, mas é um medo coletivo dos gays o de envelhecer e deixar de ser atraente para as outras pessoas.

Atribuo isso à maioria dos gays que tiveram uma infância/adolescência na qual sofreram bullying por serem gays ou qualquer outro motivo, e quando cresceram perceberam que no meio gay, onde deveriam encontrar aceitação e se sentirem iguais, são discriminados do mesmo jeito.

Exótica

Eu nunca vivi isso, porque mesmo que tenha sofrido bullying na minha adolescência, depois que virei adulto desenvolvi um rosto belíssi… é… desenvolvi um rosto exótico e uma personalidade marcante o suficiente para me atrair vários seguidores.

Entretanto, não é muito raro, ao conversar com outros gays, observar a frustração que sentem quando vêem que o amigo bombado posta no Facebook que acabou de fazer a chuca e recebe 34 “curtir”, enquanto ela tem um brain storm e posta uma frase filosófica, mas só duas cacuras e uma pão-com-ovo de cabelo alisado com Guanidina acham legal.

Essa mesma gay frustrada, quando vê a quantidade de elogios que o amigo bombado recebe ao publicar uma foto sem camisa, acaba determinando que só será aceita quando ela adquirir aquele corpo.

Tudo isso porque por mais que o amigo bombado ache que “Cortina de Ferro” eram persianas para proteger as casas dos bombardeios, e ela passou com louvor em cinco vestibulares no ano passado, as pessoas ainda insistem em dar mais valor ao amigo bombado.

Aí a bombada letrada vai dizer: “Ah, Max, mas nem todo bombado é ignorante”. E não é mesmo! Posso citar dezenas de exemplos (inclua meus leitores bombados aqui <3). Pra tudo existem exceções, mas pautar teorias em exceções não é a melhor maneira de formar opinião.

Tenho mestrado em Havard, brow

Não sejamos hipócritas. O dia tem somente 24 horas, eu não consigo conceber a possibilidade de uma pessoa exercitar o corpo para chegar no nível que a sociedade deseja (Padrão gogo boy halterofilista, diferente de apenas atlético) e o cérebro na mesma proporção. Questão de lógica.

Quem nunca ouviu o ditado: “Não importa quantos livros de Franz Kafka você leu, você vai sempre perder o seu namorado para alguém que fica admirando o próprio corpo no espelho da academia”?

Daí o título do post, esses gays acabam se deixando levar pela tendência atual de valorizar o superficial e pautam o seu sucesso, a sua felicidade, na mudança do seu visual…

…Se fazendo valer da história da Betty, que mesmo que tivesse sucesso profissional sendo feia, só conseguiu o homem que queria e foi realmente feliz quando se encaixou no padrão de beleza da sociedade.

E aí? Como essa pressão social afeta vocês? Como lidam com a sensação de mesmo se exercitando e fazendo dietas malucas, tentando conciliar tudo isso com um pouco de cultura geral, sempre encontrar alguém considerado melhor que você somente por ter um par de gomos a mais na barriga?

A minha opinião é bastante simples: “Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas”.

Se é dos medíocres que você quer a admiração, vá em frente, mas depois não venha reclamar que o seu namoradinho cobiçado não consegue escrever uma oração de período composto.

Nem desconfiava…


Eu dentro de uma vagina

Eu não ia postar esse assunto, sabe, porque eu pensava que todo mundo já soubesse que a Raven, daquele seriado “As Visões da Raven“, lambe lasca and stuff.

Mas parece que a polêmica tomou proporções maiores nas redes sociais quando publicaram que ela está namorando a AzMarie  Livingston, que participou do American’s Next Top Model e foi a sexta a vazar do programa (o equivalente aos primeiros eliminados do BBB, ninguém lembra do nome, só da cara). Cata a resposta:

“Minha orientação sexual é minha e só diz respeito a quem eu estou namorando. Não sou o tipo de pessoa que expõe a minha vida publicamente.”

E o que isso significa, minhas lindas?

UFC para maiores… e agora, héteros?


Eu sempre falei aqui que o UFC nada mais é que um pornô gay hardcore, com pessoas vestidas. Vários de meus amigos héteros adoram assistir e ficam furiosos quando eu digo isso. Entretanto, não há dúvidas de que o público cativo é mesmo o público gay.

Sempre achei que fosse apenas uma impressão minha, mas só porque não tinha como provar meu ponto de vista, ATÉ HOJE:

Será que agora vocês finalmente vão admitir o alto grau de homoerotismo dessas lutas?

It’s just…

UPDATE: Acabei de me lembrar de uma frase que o Anderson Silva, um desses lutadores famosos, disse para o Ego, cata:

Como assim? Em que mundo ele vive? Marte? Nárnia?

“…e é por essas pessoas que vale a pena continuar”


Do Mix:

Petter é um moço gay da cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul, que decidiu transformar as palavras de intolerância que ouvia por sua orientação sexual, principalmente na época da escola, em uma música-manifesto dançante com mensagem positiva da superação de uma fase aonde chegava até mesmo a se cortar com giletes, como dramatiza em seu clipe “Sou o que sou”.

Assista:

É meio emo? É. Mas, só quem foi gay e sofreu muito bullying no colégio pode entender esses sentimentos adolescentes, um sentimento de “não haver saída”.

Se eu pudesse dizer algo a todos os gays que sobrem com a violência na escola eu diria uma única coisa: “Calma, bee, o colégio vai acabar, é uma fase. Depois você nunca mais precisa olhar na cara dessas pessoas”.

Nós temos que fazer o possível para ser respeitados em todos os ambientes, mas quando não há como, temos que ser fortes, porque, como disse a Kurt, do Glee, um dia todos esses homofóbicos trabalharão para você. É só acreditar… E vai lhe dar um enorme prazer um dia poder fazer isso:

“Dá licença, beu abôr!”


Muah!

E ainda dizem que elas não estão preparadas…


Simplesmente vejam o vídeo abaixo:

Precisa falar alguma coisa? Será que esse argumento da bancada evangélica, de que gays demonstrando afeto em público pode traumatizar crianças, está correto?

O que traumatiza mesmo é a falta de liberdade individual a qual são submetidas as crianças que fogem o padrão sócio-cultural determinado pelos adultos.

Via Diego Herzog

No Carnaval todos os gatos são pardos…


Quem nunca fez uma revelação bombástica durante o Carnaval? Ele nos permite, é a festa da carne, da libertinagem, de ser cristão e beber sem medo do juízo final. Mas, principalmente, de hétero comer vinhádo:

Saiu no Extra:

Super entendo, carne de veado é uma das iguarias mais apreciadas na Europa Oriental. Mas Edmundo, tem que comer com cuidado, afinal…

Dica do Hyago

E hoje vai ter Bububu no Bobobó


Tô enchendo o caneco na casa de uma amiga, mas fui obrigado a parar o meu carnaval para postar ISSO:

Michel Teló diz: Beesha, olha o boy magia que tá vindo na nossa direção!

Beesha étnica ao lado diz: :O

E esse olhar de lascívia pro rapaz? Com a mente cheia de fantasias, tão macabras a ponto de deixar as travas da Lapa envergonhadas.

Matt Bomer se assumiu!


Você deve estar se perguntando, “Matt WHO?”, mas eu tenho certeza que toda noite, enquanto está zapeando de madrugada pela Globo ou pela Fox Brasil, você sempre fica toda molhadinha quando vê o protagonista DESTE SERIADO:

Pois é, nós também, nunca entrou na nossa cabeça que um homem tão perfeito, de traços pintados a pincel, fosse hétero. E, para o delírio do nosso Gaydar, ele se assumiu durante uma premiação:

Clique para assistir o vídeo do momento do outing

PONTO NO PLACAR GERAL PARA AS MEEEEEENIIIIIINAAAAAAAS!

Via EGO, dica da Aloca da Chapeuzinho

Homem é espancado e enterrado vivo no Pará


Um homem foi espancado e enterrado vivo à beira de uma estrada em Altamira, oeste do Pará, porém conseguiu sobreviver e encontra-se hospitalizado. Para a Polícia, trata-se de um caso de roubo seguido de tentativa de homicídio, mas para o movimento gay da região, o crime tem relação com homofobia, já que um dos agressores mantinha um relacionamento com a vítima.

Anízio Uchôa, 50 anos, foi amordaçado em sua casa e teve bens roubados na madrugada do dia 10. Em seguida, foi levado a uma estrada, onde foi espancado e enterrado em uma vala. De acordo com a polícia, o crime foi cometido por Jefferson Mello, 21, que mantinha um relacionamento com o professor, e por Thaisson de Souza, 23. Eles foram detidos no mesmo dia.

Ambos confessaram o crime, porém em depoimento, cada um dos suspeitos atribuiu a responsabilidade ao outro. De acordo com a investigação, os suspeitos cobriram a vala onde jogaram o corpo de Uchôa com terra e folhas. Como a vala não era funda, ele conseguiu escapar.

A Associação da Parada do Orgulho LGBT da Transamazônica e Xingu fará uma manifestação na próxima quinta-feira, em Altamira, em protesto contra o crime. “O rosto dele está irreconhecível por causa das pauladas”, disse Humberto Lexter, presidente da entidade. Ele afirma que o crime foi motivado por homofobia. Segundo Roryhone Sousa, assessor jurídico da entidade, Mello não queria que ninguém soubesse do relacionamento com Uchôa.

“Eles praticaram o crime movidos por um preconceito de que, por ser homossexual, ele [Uchôa] era mais frágil. Não foi apenas um roubo, mas sim um crime que teve origem no fato de a vítima ser homossexual”, afirmou Sousa.

Sinceramente?? Acho que a galera do movimento gay forçou a barra, mas vamos esperar a investigação da polícia terminar…

O exorcismo de Edir Macedo e a bee artista


Primeiro, cata a notícia:

Estereótipo em cima de estereótipo, vomitou só de ler? Então tome um dramin e assista ao vídeo:

A bee continuou nitidamente pintosa, disso não há dúvidas. Mas eu vos pergunto, de que adianta toda a comunidade gay se revoltar com a situação se a única pessoa que deveria ser diretamente afetada pelo desrespeito, diz estar satisfeita no final do vídeo?

A esquizofrenia religiosa é generalizada e não há diferença nenhuma entre televisionar e isso continuar acontecendo diariamente em várias igrejas, que se perfazem do desespero de um jovem que nasceu homossexual, sofre preconceito desde a sua infância e não sabe mais como se sentir inserido na sociedade.

De que adianta os psicólogos perderem suas credenciais por ferirem a determinação da Organização Mundial de Saúde (que impede quaisquer tentativas de modificação da sexualidade, com a permissão do paciente ou não) se ninguém pune essas pessoas? Ainda mais num país de maioria cristã, no qual as leis bíblicas mandam mais que a Constituição Brasileira.

Então, não venham criticar e chamar o Edir Macedo de safado, pois ele só faz o que faz porque a maior parte da sociedade e das autoridades dão o aval e a credibilidade para que ele cometa esses crimes.

Via Grupo Babado Certo