Transexualidade como fuga da homofobia


MACHÃONa última semana li nos comentários algumas beeshas comentando sobre a vontade que muitos gays afeminados têm de transicionar a fim de fugir da homofobia sofrida no meio gay, devido ao fato desse meio hoje em dia supervalorizar o masculino e deixar as coitadas de lado quando a intenção é pegação, namoro ou casamento.

Por um lado eu concordo veementemente com isso, diversos foram os gays que eu conversei e todos me disseram que em algum momento de suas vidas pensou nessa possibilidade, no quanto seria mais fácil conseguir um namorado se fossem mulheres.

E aí eu resolvi tirar prints das minhas conversas no Badoo (um site de relacionamento com muita gay, mas predominantemente hétero), pra você, beesha afeminada, não se iludir achando que ser transexual é mais fácil.

Tá, não vou ser hipócrita em dizer que não pego mais homem. Pego sim, e só homem gostoso, homens que eu JAMAIS pegaria se fosse menino. Porém, observem que na maioria das vezes o relacionamento acaba nisso.

tumblr_m98eq144GT1qmuoyho1_500

Primeiro, vejam como ficaram as minhas estatísticas com dois dias que eu entrei no Badoo:

estatisticas

Agora, observem as conversas (algumas são bem humoradas, pra quebrar o climão hahaha):

Clique nas imagens para ampliar

namoro

1546261_653170521373071_198428579_n - Copia

1546207_644906085532848_167081360_n - Copia

1538683_652590048097785_1590797812_n - Copia

1017406_652779134745543_1840761979_n - Copia

1613969_649370371753086_1864605518_n - Copia

dar

1743537_652626968094093_408101324_n

1656415_652630891427034_413347908_n

1546261_653170521373071_198428579_n

1601402_653206884702768_1348591736_n

1620474_653123504711106_135357031_n

Quer dizer, tirando alguns poucos casos, na maioria absoluta das vezes somos tratadas como meros objetos sexuais, uma tara secreta a ser satisfeita.

Pouco importando o que você sente, ou pelo que você já passou, seu corpo está ali como um bem comum. Um corpo modificado e construído unicamente para o deleite sexual masculino, nada mais.

Será que o lado de cá é realmente mais simples? Não se iludam, a única fuga é a heterossexualidade.

pat