Julguem por vocês mesmos…


… mas a mim não convence:

Não engulo essa aceitação repentina, não engulo.

Depois ele fala que respeita a laicidade do Estado, mas ainda não parou de se embasar em conceitos religiosos. A Constituição Brasileira diz a mesma coisa sobre igualdade, é ela que ele deveria usar!

Mas não, em vez de citar a Carta Magna, ele teve a audácia de preferir a Bíblia para falar de respeito. A MESMA Bíblia que é usada como principal aval para justificar a homofobia. Seria cômico se não fosse trágico.

Não me convence, e não me convencerá enquanto não assumir o erro e fizer um pedido público de desculpas à comunidade gay pelo projeto que criou.