“Vos Declaro”, documentário fofo sobre união homoafetiva no Brasil


 “Vos Declaro”, documentário de 2013,  mostra casais homossexuais que casaram ou que pretendem se casar. A produção foi feita por alunos do curso de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA). Lindinho, vejam:

Como eu fico depois de ver esses vídeos e encontro um boy que é para casar:

Ângela Jackson na televisão!


Ela já apareceu centenas de vezes no jornal da hora do almoço, eu sei.

Mas eu não me canso de assistir essas entrevistas revolucionárias, e imaginar as tias evangélicas todas engasgando a comida com uma drag queen invadindo seus lares.

Vamos assistir? Tá delícia:

[youtube https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=1Ek31yVNDn4]

Sou apaixonado por essa voz dela, aliás, um dia deveria gravar um vídeo imitando a voz da Ângela. Sou praticamente a cover oficial hahaha.

Notinha de agradecimento


Quero agradecer a todas as lindas que apareceram sábado lá na Chica Chiclete, seja para prestigiar o blog ou para ver pica de fora.

Vocês foram umas fofas, juro que não imaginava que tanta gente quisesse a camisa, pensei que quando eu jogasse a blusa vocês se afastariam pra não pegar. Mas não! Elas realmente se estapearam pra conseguir!

É isso, mais uma vez obrigado pelo apoio e aguardem que logo logo venderemos as camisetas online, por um precinho mais barato que um Derby prata, okay?

Kooriosidades – Na Cama com Max [Tema: Héteros que pegam gays]


Nesse final de semana postei pouco por um motivo: Toda semana vocês me enviam histórias para o quadro “Kooriosidades”, algumas realmente complicadas e outras que eu resolveria dando dois tapas na cara da gay.

Entretanto, essa semana eu recebi uma história que me deixou numa sinuca, pela primeira vez não tenho explicação pro caso da bee e conto com a ajuda de vocês, vamos ler?

Vou ser bem objetivo. Sou gay mas não curto outro gay. Vou explicar melhor: Eu adoro sair com caras heteros que às vezes, por falta de opção (leia-se racha) num finzão brabo de noite acaba catando vinhado pra um babado.

Não sou uma gay feia não, sou bem gatinho, sei que vai ter gay que vai dizer que isso não existe que são enrustidos e blá blá blá; Mas eu sei por experiência própria que esses caras existem sim. É claro que tem os enrustidos (vários), mas há aqueles que realmente são héteros e que saem com gays só pra comer ou para ser chupado, nada de beijos, enfim, só sexo mesmo.

Agora, quando saio com outro gay, por mais ativaço que ele seja, pra mim é como se nada tivesse acontecido. O que será que acontece comigo? Por que será que tenho essa, não sei se posso dizer dificuldade, em aceitar o outro gay e transar muito com ele e beijá-lo e ser feliz? Conto com sua ajuda porque seu que voce é bem articulado e informado.

Tenso, né?

Sou só HSH

Sobre existir homens heterossexuais que pegam gays e continuam heterossexuais, disso não há dúvida, nós temos é que parar com esse protecionismo de que somente nós gays podemos ter experiências sexuais sem que isso afete a nossa sexualidade. Se você já beijou/trepou  com mulher e não se tornou menos gay por isso, eles têm todo o direito de fazer o mesmo com outros homens sem serem taxados de gay.

Porém, o que me deixou confuso foi o fato dele dizer que não curte outros gays, e eu pergunto, como assim outros gays? Como ele sabe que todos os héteros que ele pega são realmente héteros? Qual a diferença entre um gay que não parece gay e um hétero?

Pensei nisso de cara, óbvio, mas depois me peguei pensando… “e se o problema dele estiver no ato sexual em vez de na pessoa?”.

Todas as putas trabalham almejando esse sonho ❤

Sim, porque pensem comigo: Ele está acostumado a fazer sexo proibido, com adrenalina, cheio de pudores e sem beijo ou demonstração de afeto, como uma Garota de Programa mesmo. Mas aí quando esse sexo passa a englobar também um afeto, como o beijo ou o toque (que os héteros evitam bastante nessas experiências sexuais), ele trava.

Chamo isso de Síndrome de Uma Linda Mulher, quem não se lembra da cena em que ela dá o primeiro beijo no cliente durante o sexo, depois de anos falando que as putas não devem beijar e tal?

Amor de pica

A aura dela muda, ela passa a interpretar aquele sexo de outro jeito e fica super desconfortável, por não ser o habitual. Mas depois ela se toca que ama o rapaz e dá como uma louca.

Só que a gente não ama todo ativo que come a gente, ama? Tem bee que planeja quais plantinhas terão no jardim da casa deles em Domingos Martins daqui a 10 anos, tudo isso durante o sexo. Mas não é o comum, a maioria só está ali procurando seu orgasmo a tempo de pegar o próximo Transcol.

Então o que sobra pra gay? Somente o desconforto do não-usual.

Sensualizando na sauna

Portanto, minha dica pra ela e pra todas vocês que fazem mais sexo com héteros que com outros gays: PAREM JÁ com essa palhaçada e tratem de arrumar um ativo de sexualidade bem-resolvida.

Porque depois que acabarem velhas, usando calça de couro na sauna de Vitória e pagando os novinhos héteros que vão pra lá atrás de grana, não venham postar no Facebook que estão sozinhos e precisam de um namorado.

Aliás, não postem isso em dia nenhum, principalmente uma semana antes do Dia dos Namorados, você nunca vai arrumar namorado assim, só será digna de pena. Fica a dica.

Tá com um dilema de natureza sexual, social, econômica ou médica? Mande sua dúvida para max_babadocerto@hotmail.com, a tia Max consultará os universitários para tentar resolver o seu problema.

Quando algo genial se torna uma obra de arte!


Depois do Lixo que eu fiz as senhoras assistirem no último post, as recompenso com uma versão extraordinária de “Hold It Against Me”, da Britney:

Já pode ouvir comendo Fondue e tomando vinho com o namorado?

Essa versão não dá uma vontadinha de amar? 

Dica do @lukehemerly

UPDATE: E pra quem é mais rocker, há também essa outra versão, que além de muito boa, tem um vocalista que é um tesão! (rimei sem querer hahahah)

Dica do @igorsudre