Fetiches Sexuais Exóticos


1 – Oculofilia: Excitar-se com os olhos de outras pessoas e chegar ao orgasmo tocando, lambendo e/ou passando seus órgãos sexuais na região ocular. É aquele tipo de fetiche que você não sabe nem como investir, né!? Chega na balada, vê a gatinha:

– Oi, tudo bem? Posso dar uma lambida no seu olho?

2 – Flatofilia: Em termos leigos, flatofilia nada mais é do que ter tesão por peidos. Isso mesmo, a pessoa flatófila se excita ao escutar, cheirar e(ou) apreciar gases. Geralmente existem mais homens com esse tipo de fetiche e se excitam quando suas parceiras peidam perto dele, nele ou para ele sentir prazer sexual ao ouvir, sentir o cheiro ou ver outras pessoas (ou a si mesmo) soltando pum. Ao pesquisar pra escrever esse post, fiquei sabendo do Marcão, cheira peido.

3- Furtiling: consiste em se sentir excitação ao penetrar (com os dedos) genitais recortados de uma foto ou desenho. Segundo um amigo, esse fetiche é um dos melhores, já que você nem precisa conversar.

Menos complicação e mais prazer!

4 – Infantilismo: também conhecido como autonepiofilia, consiste no no desejo ou excitação do indivíduo em usar fraldas, chupetas  e tudo que se remete à bebês. Pessoas que têm esse fetiche também sentem prazer sexual em ser tratadas como crianças por adultos. Não deve ser confundido com pedofilia, pois sua prática não envolve sexo com crianças, mas sim o desejo de ser uma. Em geral, os infantilistas têm prazer em sentir-se como bebês, usando para tal objetos deste universo.

5 – Microgenitalismo ou Microfilia: Pode ser sentir atração por órgãos sexuais muito pequenos, outra definição, é que seja um fetiche imaginário, onde o tamanho de um personagem é menor que o seu correspondente em tamanho natural. A pessoa fantasia ser um pequenino e ficar à merce dos caprichos de um(a) gigante(a).

6 – Macrofilia: o oposto à microfilia, ou seja, sentir atração por genitais extremamente grandes ou sentir-se dominado por algo gigantesco. A fantasia do Macrófilos ou Giantess tem diferentes vertentes, mas todas tratam basicamente do ato de submeter ou ser submetido à vontade, desejo, capricho de outro e ser dominado (ou dominar) de uma maneira incondicional. Macrofilia é o desejo e fascinação por gigantes. Os Giantess gostam de mulheres grandes, demonstrando dominação e poder, enquanto o homem quer ser submisso.

7 – Misofilia: fetiche que envolve a extrema excitação por sujeira, seja por meio de cheiro, manipulação de lixo ou roupas sujas e até mesmo ao ver alguém muito sujo. O indivíduo se sente excitado se cheirar, mastigar ou realizar outra ação com roupas sujas, suadas ou com artigos de higiene menstrual.

8 – Furry Fandom: atração sexual por pessoas vestidas de animais. Gostar ou apreciar o tipo de arte com personagens antropozoomórficos que no caso, possuem caracteristicas e personalidade de animais e humanos juntas.

9- Teratofilia: sentir prazer sexual ao ver pessoas com algum tipo de deformidade. Teratofilia pode ser definido como uma atração pelo irregular nos padrões naturais, tanto em forma quanto em dimensões.

10 – Coprofilia e Coprofagia : atingir o orgasmo no contato ou na ingestão das fezes do parceiro. Excitação erótica motivada pelo cheiro, visão ou contacto com excrementos humanos. Isto ocorre naturalmente em algumas espécies de animais, como cães, gatos. Relata-se também tal prática em seres humanos, porém sob a categorização de patologia de ordem psíquica, ou desvio sexual. Em práticas de dominação sexual, a pessoa dominante por vezes, pode defecar sobre seu escravo, não só no corpo mas como também no rosto ou até dentro de sua boca obrigando-a até a ingerir suas fezes.

Fonte

“Que tesão, esse é o foguete que me acende por toda a eternidade!”


Gente, e esse vídeo do aluno de Educação Física paranaense (oi, me liga!) que depois de fazer um monte de merda – bater o carro e sair quebrando tudo – foi preso e… FICOU COM TESÃO?!

“Não acredito, que coisa linda! Que tesão!”

Oh, Gaga, tô passado! Wikipédia, help me, please!

Bondage é um tipo específico de fetiche, geralmente relacionado com sadomasoquismo, onde a principal fonte de prazer consiste em amarrar e imobilizar seu parceiro ou pessoa envolvida. Pode ou não envolver a prática de sexo com penetração.

Sempre defenderei o fetiche das pessoas ainda que sejam assim… bem, um nadinha estranhos… Quem nuncateve tesãozinho em lugares – e com coisas – inusitados? Eu mesmo uma vez quase ejaculei no cabeleireiro enquanto ele fazia o pezinho do meu cabelo com navalha…

"Oh, não para, delícia..."

hihi… quédizê. Espero sinceramente que o Edson, que é evangélico e casado com racha, não leio o BC se não toda vez que for lá no salão dele vai ficar mor climão.

Mas, aqui, estou carente ou mais alguém faria o boy todo amarradinho – só pra agradar?!