Drama queen: aparecer ou não aparecer?


Fomos convidados por um emissora de TV a participar de uma reportagem de um determinado programa (como se ninguém soubesse), que, claro, falaremos aqui. Daí que começa meu drama pessoal. A grande dúvida cheiquisperiana é: mostrar-me ou não mostrar-me? Pois a reportagem deu-me a opção de aparecer  embaçado, como aqueles crimonosos, não tem?

Conversei com vários amigos, mas eles como são péssimos mais criaram dúvidas do que consenso. Se por um lado manter o mistério cria todo um clima e lirismo reforça o mito por trás do Dé, por outro já apareci em alguns eventos, eu poderia matar a curiosidade de mil fãs (de maneira dygna e elegante) e me respaldar mais judicamente (na lei de livre opinião, não se pode expressar de forma anônima, só por pseudônimo). Mas sou professor universitário, como fica minha reputação e seriedade, entendem? Não quero meus alunos falando “e aí, professor, deu o edí no finde?”. Crise existencial, pânico! Eu sofro muito, dona Márcia!

Me ajudem, gente! O que vocês acham:

Mais importando do que votarem, é opinarem (com justificativas plausíveis) nos comentários, tsá?