Beesha que é beesha, é feminina até no escuro


Vocês sabiam que os primeiros mamíferos eram noturnos?

Pois é, num mundo dominado por grandes dinossauros diurnos, a nossa tendência evolutiva foi a de desenvolver olhos maiores, bem como um olfato e uma audição mais aguçados. Tudo isso para caçar à noite (Tá vendo porque nos damos tão bem no darkroom?) .

E me parece que essa audição continua apuradíssima, cata a matéria:

No nosso caso, as palavras são “chiclete” e “caralho”. Não existe uma beesha que não fale chiclete fazendo bico e caralho sem puxar o “a”, algumas até abrindo os cantos da boca.

Tipo Patrícia Penosa falando “Itáliãm”:

Eu acho isso tudo uma grande bobagem. PRA QUÊ estudo e pesquisa se bastava ter ido no post do Babado Certo sobre o canto das Jubartes?

Precisa? Eu sei que não!

Culpa das vogais, é claro, essas malditas vogais que as bee’s não conseguem falar sem analasar.

Mas agora, graças aos cientistas norte-americanos que não têm mais nada pra fazer, tudo está relacionado.

Afinal, quem aqui não é “forte” e “larga”?

Large and in charge!

Via Super

Pedro Bial comanda “Na Moral” em defesa da união gay


Demorou, eu sei, mas é muita correria pra pouco tempo.

“E lá vem a noiva. Não. Lá vêm as noivas. O mundo está perdido ou o mundo está mudando?” Com essas palavras, Pedro Bial iniciou um programa diferente: duas noivas (Aline e Simone) no palco, se preparando para o casório a ser realizado ali mesmo, em rede nacional, para milhões de telespectadores.

Bial trabalhou com o conceito de família, acima de tudo. Conversou com os filhos, trouxe outros casais para o debate e, inclusive, mostrou a postura contrária de algumas pessoas, como por exemplo, o juiz Luiz Marques, que negou o pedido de conversão de união estável em casamento civil do estilista e ativista Carlos Tufvesson, titular da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (Ceds) da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Finalmente um programa de utilidade pública. Finalmente, os dois lados da moeda, um passo a mais pra evolução do Brasil. Pedro Bial conseguiu se redimir comigo.  A cerimônia foi celebrada por Maria Berenice Dias, ex-desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS), atual presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família e um dos principais nomes na defesa dos direitos LGBT no Poder Judiciário.

Acho que nem todo mundo percebeu a importância desse compacto da Rede Globo, entretanto, foram os nossos 30 minutos de glória! Após anos de invisibilidade, a causa homossexual começa a ser inserida na casa das pessoas através da maior e mais poderosa emissora do Brasil. Beijo não teve, mas aconteceu a troca de alianças e votos (chorei litros), a celebração do amor de duas lésbicas, o fato de que uma família diferente também é família estava lá.

Pra fechar com chave de ouro, fica uma daquelas frases do Bial: “Hoje em dia, os homossexuais são os únicos que insistem em lutar pela instituição do casamento. E mesmo assim, ainda teimam em negar esse direito a eles”.

Qualificação Profissional para LGBTs em Cariacica



A Coordenação de Políticas de Promoção da Diversidade Sexual de Cariacica situada na Secretaria Municipal de Cidadania e Trabalho, vem discutido internamente a qualificação profissional para LGBTs, tendo como prioridade qualificar travestis, transexuais, gays afeminados e lesbicas masculinizadas, por comporem a parte mais discriminada e afastada dos equipamentos públicos da sigla LGBT.

Alguns pontos ainda precisam ser discutidos, entretanto, a partir de hoje, a coordenação fará um pré cadastramento para os cursos a fim de articular uma primeira turma específica, de acordo com a vocação das pessoas inscritas.

As modalidades de cursos são variáveis: de recurso próprio, de convênio, nos bairros, na Prefeitura, para beneficiários do Bolsa Família, para os munícipes e/ou para Grande Vitória. Para participar do pré cadastro é necessário enviar nome completo/nome social, endereço completo, telefone de contato e identidade sexual para o e-mail: diversidadesexual.cariacica@gmail.com.

Os cursos são:

Almoxarife
Armador de Ferragem
Arquivista
Assistente de Logística
Atendente de balcão de Farmácia
Atendente de Consultório Médico e Odontológico
Auxiliar Administrativo
Auxiliar de Serviços Gerais
Bombeiro Hidráulico
Cabeleireiro
Captação de Passageiros
Carpinteiro de Fôrma
Confeiteira
Confeiteiro
Conferente de Cargas
Corte e Costura
Corte e Costura Industrial
Corte e Escova
Costureira
Cozinheira
Cozinheiro
Depilação
Digitador
Eletricista instalador industrial
Eletricista predial
Emissão de Notas Fiscais
Estética Corporal
Estética Facial
Fotografia
Gesseiro
Hardware
Informática Avançada
Informática Básica
Manicure
Manutenção de Computadores
Mestre de Obras
Montador de Andaimes
Montador de Móveis
MOPP
Noções Administrativas
Operador de Betoneira
Operador de Caixa
Operador de Empilhadeira
Operador de Guincho Munck
Operador de Guindaste
Operador de Pá Carregadeira
Operador de Ponte Rolante
Operador de Retro Escavadeira
Padeiro
Pedicure
Pedreiro de Acabamento Azulejista
Pedreiro de Alvenaria
Penteado Afro
Pintor de Obras
Pintura
Rotinas Administrativas e Contábeis
Salgadeira
Salgadeiro
Soldador a arco com eletrodo revestido
Técnicas de Venda
Telemarketing
Cuidador de Crianças e Idosos

Comissão aprova criminalização da homofobia no novo Código Penal


A comissão de juristas que discute a reforma do Código Penal no Senado aprovou nesta sexta-feira a proposta que criminaliza o preconceito contra gays, transexuais e transgêneros. Lembando que o texto ainda precisa ser votado pelo Congresso.

Segundo o procurador regional da República e relator do anteprojeto, Luiz Carlos Gonçalves: “Queremos criar uma cultura de respeito, a despeito das diferenças”.

A proposta também criminaliza o preconceito contra mulheres e baseados na origem regional. Estas modalidades de preconceito, assim como a homofobia, ficam igualadas ao crime de racismo, que é imprescritível e inafiançável.

A comissão de reforma do Código Penal volta a se reunir nesta segunda-feira (28/5), para analisar temas como a descriminalização do uso de drogas e a criminalização do bullying.

Fonte:  Folha.com

Homofobia: Homem tem orelha decepada após abraçar filho.


Um pai de 42 anos e seu filho de 18 anos, saíam de um show na madrugada desta terça-feira e foram agredidos por um grupo de jovens no interior de São Paulo. O homem, de 42 anos, teve a orelha decepada e o filho sofreu ferimentos leves. Tudo isso, após um grupo de jovens questionarem se eles eram um casal gay.

“Estava eu, meu filho, minha namorada e a namorada dele. Elas foram no banheiro e nós ficamos em pé lá. Aí eu peguei e abracei ele. Aí passou um grupo, perguntou se nós éramos gays, eu falei ‘lógico que não, ele é meu filho’. Ainda falaram ‘agora que liberou, vocês têm que dar beijinho’. Houve um empurra-empurra, mas acabou. Eles foram embora, achamos que tinha acabado ali”, relata a vítima.

Os agressores foram embora, mas voltaram poucos minutos depois e começaram o tumulto. “Não sei se eu tomei um soco, o que foi, veio de trás, pegou no queixo, eu acho que eu apaguei. Quando eu levantei achei que tinha tomado uma mordida. Eu senti, a minha orelha já estava no chão, um pedaço.”

Uma mulher, que estava no local, pegou o pedaço da orelha e colocou em um copo com gelo. A vítima foi encaminhada para um cirurgião plástico.  “Cheguei lá e uma junta de médicos disse que foi algum objeto cortante e muito bem afiado, porque cortou um pedaço”, afirmou a vítima.

Um homem foi preso, suspeito de participar da agressão. Segundo a polícia, o homem confessou o crime. Os policiais pediram que ele fosse preso, mas a solicitação foi negada por um juiz. Por isso, o suspeito foi liberado. De acordo com o delegado responsável, o depoimento das testemunhas coincide com o que foi relatado pela vítima. “As testemunhas viram somente a agressão. A princípio disseram não conhecer o agressor, mas o depoimento delas converge para o mesmo fato, o mesmo agressor, a mesma situação”, afirmou. Segundo ele, apenas uma pessoa agrediu o pai e cortou sua orelha, enquanto outra pessoa atacou o filho, que também ficou ferido.

Além da agressão, os jovens poderão responder também por discriminação. Qué dizê, você não pode sair na rua de mão dada com a sua mãe, abraçado com o seu pai, ou com um amigo, que seja… Ê mundinho evoluído!!

E aí? Pegaria?


Baseando-se na poluição e nas mudanças climáticas do planeta nos próximos milhares de anos, o Dr. W. S. Goker deduziu como nosso corpo vai se adaptar e desenhou como seremos no futuro… Cata:

Rá! Tô pra te dizer que é o retrato-falado do meu vizinho hahahaha.

Mas brincadeiras à parte, bora traduzir pras que não frequentaram Havard. E, é claro, com os comentários da Max em vermelho.

Nariz: Aumentará de tamanho e terá um sistema de compartimentos e filtros para melhor limpar o ar. Pela mesma razão, os pêlos do nariz se tornarão mais densos e longos. / Os homens de nariz grande sempre parando o caralho todo!

Pulmões: Aumentará de tamanho e vai ser mais ligado ao sistema circulatório, o que permitirá a extração do ar de uma pequena quantidade de oxigênio. / Ueba! Já vamos poder fumar mais cigarros sem medo de morrer! Será que vamos finalmente conseguir fumar Derby sem ter um derrame?

Fígado: Sua capacidade de limpar o sangue vai aumentar drasticamente se tornando mais eficaz na filtragem de substâncias venenosas. / Tóóóóshicos!!!

Pele: Torna-se mais brutal, com áreas de calcificação para evitar queimaduras de poluentes químicos na atmosfera. / E assim Monange dominará o mundo.

Apêndice: Deixam de ter uma função superficial, ajudando a transformar todo tipo de vegetal em alimento (uma vez que a carne se tornará imprópria para consumo devido à poluição). / Não é novidade, já faço isso desde os 13.

Estrutura óssea: Será mais frágil e mais leve, devido à relativa falta de vitamina D (redução da quantidade de luz solar e má alimentação). / Sabia que um dia o meu bronzeado de escritório seria tendência.

Cabelo: Desaparecerá devido a um forte aquecimento global. / Bobági! Só comprar um perucón de Canecalón com franja.

Orelhas: O aumento da poluição sonora irá conduzir à formação de dobras nas orelhas, tornando-as mais semelhantes ao cão. Uma pessoa poderá levanta-las para ouvir melhor e abaixa-las para reduzir o ruído de fluxo. / Isso vai TE ajudar muito quando não quiser ouvir funk. Porque eu A-DO-RO.

Temperamento: O homem vai ser um pouco louco. Isto será, devido à presença de substâncias tóxicas nos produtos alimentares (que conterá uma alta percentagem de mercúrio). / Rá!

Aparelhos respiratórios: Imediatamente após o nascimento, o homem precisará de uma unidade especial de respiração, que irá ajudá-lo à sobreviver às primeiras semanas de vida. / Joga na sauna que ensina a viver.

Rins: Vai adquirir uma nova função – a extração de água da urina e conservação de água no organismo. Em vez de fluído, a pessoa vai urinar uma espécie de purê, composto de ácido úrico e substâncias tóxicas. / Vai ser tipo uma chuca pelo pinto

Olhos: A fim de suportar o contato com substâncias poluentes na atmosfera, o olho humano será menor, semelhante ao do porco. Uma membrana transparente (que agora pode ser encontrado no canto interno do olho), será maior e irá servir como uma segunda pálpebra. / Só consigo pensar nessa imagem:

Senti falta do Edí e da Neca… Será que finalmente a natureza vai nos adaptar para não precisar mais fazer a chuca? Isso sim seria útil.

No fim de tudo, vou ser sincera… Se você está fora dos padrões atuais, já acho super válido se congelar e esperar pra quando todo mundo for feio desse jeito.