E o medo venceu a esperança!


Acredito que essa inversão do slogan da vitória do Lula em 2002 retrate bem alguns resultados das eleições deste ano. Tiririca e Magno Malto eleitos?! Como uma racha bem disse no Twitter, ambos os resultados mostram que o brasileiro gosta de uma boa piada pronta, só que no segundo caso o humor é negro.

Mas agora falando sério. Acredito que o resultado mostra quanto o brasileiro anda desacreditado na política, mostra como está entranhado na cultura popular máximas como “são todos iguais, ladrões”, “nada vai mudar mesmo”. Assomado a isso vem o fato de a grande maioria de nossa nação ser analfabeta política. Falta educação, inclusive educação política mesmo. Como bem diz aquele texto de Brecht que postamos aqui, as pessoas não tem a real dimensão de como as suas decisões resultarão em suas vidas, em seus cotidianos, que só elas podem interromper um ciclo de horror de gerações. Dai avacalham tudo! Votam muitas vezes em candidatos que são referências em sua igrejas (Lauriete, sério?), em sua celebridade favorita (Romário, Tiririca) ou no fulaninho que é amigo de alguém ou que em algum momento ajudou-o pessoalmente, o que é uma pena!

Acreditamos, por algum momento, que com o advento da internet no qual se informar (sobre os candidato e política de maneira geral) ficou mais fácil e acessível mudaria alguma coisa.

Fora isso tem o medo, o pânico mesmo. As pessoas estão com medo e é aquele maior do ser humano, medo de morrer. Medo da violência. E da violência contra seus filhos. Daí vem um espertinho e diz que vai acabar com a pedofilia e usa isso como palanque político. Agora diz que vai colocar crianças e adolescentes marginais na cadeia. E ninguém quer saber de nada! Se não quer saber do vizinho, menos ainda do menor carente. Nosso deputado mais votado foi Rodnei Miranda que baseou toda sua campanha na segurança. E a educação?! Ninguém pensa a longo prazo neste país?

Enfim, fica meu mini-ensaio-desabafo.

Para salvar meu dia


Em um dia que o Profissão Repórter exibiu a história do suicídio de um menino de 14 anos, que não aguentou as brincadeiras e agressões dos colegas de escola, algo precisava me fazer dormir.
O Mix Brasil, me salva de uma noite de pesadelos! Menino de 9 anos organiza manifestação de apoio ao casamento gay.

“Acredito que estou fazendo a coisa certa. Espero que este protesto tenha impacto e faça com que todas as vozes sejam ouvidas”


Desse jeito até fica um pingo de esperança no homem!