Quer respeito? Faça por merecer!


Eu ainda estou em estado de choque com o que li! E não acredito que isso partiu de pessoas que, teoricamente, deveriam lutar contra todas as formas de preconceito.

O texto é longo, o assunto é sério e vale a pena ler. Eu queria MUITO divulgar os nomes dessas pessoas, porque gente dessa laia tem que passar por constrangimento pra aprender a respeitar os outros, mas como não é da política do blog expor nomes, eu vou apagar os nomes, mas deixar as fotos, porque senão o post não vai chocá-los da mesma forma.  Lá vai:

Clique para ampliar

Observem pelas fotos que os rapazes que comentaram são nitidamente gays, e pintosíssimas, pois então, guardem essa informação.

Mônica, a moça da foto, mesmo sem conhecê-la, admiro pela coragem de não se curvar aos padrões europeus da moda e assumir suas raízes, ainda mais que todo viado ADORA um cabelão de diva (Dianna Ross tá aí pra não nos deixar mentir). Entretanto, parece que nem todos os gays têm essa sensibilidade.

Cata o comentário dela sobre o caso:

Clique para ampliar

Senti nojo e o mais profundo desgosto em compartilhar com essas pessoas o mesmo sub-grupo da sociedade. Mas fazer o quê, né? Nós gays, apesar de esperar-se o contrário, também estamos susceptíveis a sermos preconceituosos, imbecis e irracionais como essas pessoas.

Pode parecer extremista, mas ver tanta gay que nunca fez mal a ninguém apanhando na rua e ver esse tipo de pessoa repetindo o mesmo comportamento, que mesmo psicologicamente ainda sim é um tipo de agressão, me faz desejar que… enfim… não vou terminar a frase pra não levar processo.

ATENÇÃO: Quaisquer participantes desse post que se sintam ofendidos com alguma imagem ou comentários, favor enviar um email para max_babadocerto@hotmail.com solicitando a retirada do conteúdo, terei o desprazer de esconder a cara das senhoras. 

ERRATA: Jurava que era uma racha de Vitorinha, me enganei, mas é IDÊNTICA, gente! E olha que eu vi várias fotos pra ter certeza hahaha. Desculpem-me, muah =*