Países do Mercosul assinam declaração para garantir direitos da população LGBT


Representantes do Brasil, da Argentina, do Paraguai e do Uruguai – os quatro membros do Mercosul – assinaram na última quinta-feira, dia 29, em Buenos Aires, uma declaração conjunta de repúdio a todos os atos de violência contra a população LGBT. O documento apresentado durante a 21ª Reunião de Altas Autoridades em Direitos Humanos e Chancelarias do Mercosul e Estados Associados (Raadh) foi uma proposta da ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, e vai na contramão das atitudes tomadas pelo Governo Federal com relação a comunidade gay no Brasil. Na declaração, os quatro países ainda se propõem a adotar, dentro das respectivas legislações, “políticas públicas contra a discriminação de pessoas em razão de sua orientação sexual e identidade de gênero”.

 FONTE