Não adianta…


…elas são as meshmash tanto aqui, quanto na China. Literalmente:

. Não é divertido este comercial?! Acho tão engraçado a hora que elas simulam de londe penetração em estranhos! E o sonzinho tipo anime?

O comercial feito por uma ONG chinesa, como vocês podem ver, trata da necessidade do uso de preservativo nas relações homoafetivas de forma bem humorada. Camisinhas gigantes e fofinhas passeiam pela metrópole fazendo brincadeiras, pegação no parque e no banheiro… E tem chineses malhados! Quem curte?

Vi na G Online.

A banalização da ‘Single Ladies’


Tô eu vendo Fantástico. Entram os comerciais. Música toca. Penso: ‘conheço esse toquezinho’. E para minha (e sua) surpresa:

“All the single ladies”

Não sei vocês, mas para mim MESMO colocando três cafuçús, jogadores de futebol da moda (Robinho, Neymar e Ganso – afoga!), num comercial de marca de mortadela, ‘Single Ladies’ ainda deixa tudo com ar meio… gay. É muito babado, né?

P.S.: Robinho tem uma cara de safado que me excita. #prontofalei.

Outro lado


Tudo tem dois lados, várias explicações e muitos pontos de vista.Menos aquela amiga pintosa, que passa a noite inteira bancando a egípcia, arrasando no melhor ângulo. Nunca gostei de Doritos, e posso garantir que não sou acionista da PepsiCo.  Só gostaria de lembrar uma campanha de um tempo atrás, que a American Family Association (AFA) disse que contribuía para a desvalorização dos conceitos de família. No comercial amigos conversavam em um bar, encorajando um deles a chegar em uma paquera. Algo batido se ao levantar e chegar na paquera, para surpresa dos amigos,  ela não fosse um outro cara. O comercial fazia parte da campanha do Pepsi Max, que convidava a ter novos olhares.

Agora, imagina a chiadeira das tias e tios conservadores ao ver a homossexualidade ser tratada de forma tão natural e bem humorada!O fato da Pepsi ter doado fundos para causas homossexuais  também não ajudou muito  a polêmica com a AFA. O que aconteceu: Um grupo de conservadores anunciou um boicote.
Meu objetivo não é justificar a atual campanha do Doristos, apenas manter nossas memórias saudáveis.Uma boa questão para debates!