Burlesque chega ao Brasil em fevereiro!


Minha nossa senhora do picumã de aqué, vocês não estão entendendo. Não vai ser SÓ o filme que virá em fevereiro (estreia dia 11) para o Brasil, sabe quem vem com ele? Ninguém mais, ninguém menos que DEUS:

Eu nem vou precisar falar a história do filme, porque isso pouco interessa diante do elenco. Pras gays, até se colocassem Cher e Christina Aguilera cantando “É o Tchan no Havaí” por duas horas ininterruptas, seria um sucesso de bilheteria.

Enfim, Cher está promovendo o filme ainda pela Europa e Ásia e por isso adiou a estreia na América do Sul. Segundo informações, ela quer chegar aqui na alta temporada do verão. Né boba nem nada.

Para quem esteve numa caverna nos últimos 8 meses, e não sabe do que estou falando, cata o vídeo de divulgação:

EU SEI que na internet dá pra encontrar o filme completo, mas se você teve a audácia de fazer isso, desrespeitou a deusa Cher e vai queimar no inferno, e como inferno lê-se: Passar a eternidade num show do Roupa Nova, apresentado pelo Faustão.

Inclusive, só a tela do cinema é capaz de comportar a grandeza de Cher, não sei como sua telinha de LCD não explodiu, pecadora!

O “novo” clipe da Chistina


Já viram o novo clipe da Chrsitina Aguilera? Se não, cliquem na imagem abaixo para ver:

O que acharam? Eu pessoalmente até gosto da música, acho dançante e tal. O clipe é legalzinho, mas, como eu disse alguma vez aqui neste blog, em algum lugar ela se perdeu. Onde está aguielera neste clipe? Aquela que conhecemos a mais de uma década? Ou a maternidade – talvez o afastamento do show bizz – fez com que ela perdesse o tato? Ou ela realmente está tão mudada?

Sei não, hein, Chris…


Todos já devem saber que a louca Christina Aguilera está para lançar um novo cd este ano, o Bionic, que eles – os produtores dela – juram que vai ser bafônico. O empresário chegou a dizer que desse cd sairia um hit que seria o Believe (aquele hit babadeiro da Cher) desta década.Tá boua, né?!

Acontece que acabou de vazar a faixa promô que se chama “Not myself tonight”. Vamos ouvir juntinhos?

Sei que os fãs da Christina são violentíssimos, tanto ou mais que o da Uónessa, mas não boto fé não. A estratégia que eles estão usando é apostar um canto mais contido em oposição aos gritos de Hurt… Ou seja totalmente artificial. Claro, que será sucesso ainda mais depois de tocar 100 mil vezes na Jovem Pan e tal. Os remixes já devem surgir nos próximos dias nas buatchys e todas vão estar cantando e batendo seu bom cabelo ao som dessa música. Mas por mim, a Chris deveria ter se aposentado e saído com honra do show biz em vez de se sujeitar a essa pasteurização não criativa do seu trabalho. #prontofalei