Kooriosidades – Na Cama com Max [Tema: Casados e gays]


Bebês, minha caixa de e-mail está uma delícia, ou vocês não tem mais nada pra fazer, ou estão realmente amando a coluna do “Kooriosidades”.

Aliás, não entendo, eu lancei essa coluna há um ano e vocês cagavam na minha cabeça, mas depois dos últimos posts polêmicos todo mundo resolveu ter uma dúvida existencial! Num dá nada, eu sei que toda bee é desconfiada e vocês não me dariam crédito para dividir suas aflições sem motivo.

O tema de hoje foi mandado pelo comentador L. Misterioso do Deserto, que joga RPG como eu, e por isso já tem meu amor:

O nome da gay foi apagado pra ela não ser identificada, tá?

Clique para ampliar

Pomerano, ativo e a bee tá reclamando que ele é casado? Oh god, se eu não estivesse no meu programa de purificação espiritual candomblecista (-NOT) eu daria logo uma voadora VIRTUAL de edi!

E não pára por aí, a bee satânica que não se preocupa nem um pouco com o Meio Ambiente e a problemática da extinção de ativos, prosseguiu:

Clique para ampliar

Roaaar!

Um comentário: Nada, eu disse nada, me broxa mais que esse “oi, fera”. Dá vontade de responder “oi, Professor Xavier”.

Agora, sobre o casado, eu não tenho raiva dessas pessoas. Tudo bem que existem aqueles que mesmo podendo se assumir e vivendo num ambiente de aceitação, preferem se esconder no armário, se casar com uma mulher e ter uma vida sexual paralela, por puro mau-caratismo.

Mas temos que levar em consideração que no Brasil, principalmente nessas regiões interioranas, o preconceito ainda é muito grande, e com certeza você vai encontrar pessoas que vivem uma vida heterossexual frustrada com medo da homofobia. E que não traem por falta de caráter, mas pelo desespero de viver infeliz.

Claro que isso não desmerece a culpa da traição,  aliás, o que mais se vê são cacuras encubadas que preferiram ficar solteiros em vez de entrar num relacionamento heterossexual para sofrer e fazer a esposa sofrer… quem nunca teve na família aquele tio ou tia que nunca se casou?

Não estou dizendo pra vocês começarem a pegar todos os casados safados do Chat Uol, até porque vocês fariam isso mesmo que eu dissesse o contrário, mas que tenham um pouco de compaixão pela comunidade… tentem conversar, perguntar o motivo de ter essa vida pararela, dar uma palavras de conforto, ajudar é sempre bom.

O problema é que periga do boy querer te catar pra amante, nessa hora, SE LIGA, bee! Porque mulher traída já é o saci de patinete, imagine quando ela se descobre traída com outro homem?

Eu já tive um relacionamento com um casado, e meu koo piscava toda vez que ouvia essa música:

Fiquem à vontade para comentar, a bee mandou a história pra gente meter a colher.

Tá com um dilema de natureza sexual, social, econômica ou médica? Mande sua dúvida para max_babadocerto@hotmail.com, a tia Max consultará os universitários para tentar resolver o seu problema.

Ah… esses héteros…


Estava eu abrindo minha caixa de e-mail pra poder saber se tinha recebido alguma coisa do trabalho de Fisiologia, e vejam só o que me mandaram:

Clique para ampliar

Sim! É um site especializado em PULAR A CERCA!

Pulando a cerca in memoriam

Estou chocada, e depois ainda dizem que nós gays somos os promíscuos. É por isso que eu falo, essa putaria generalizada tem o seu lado bom, afinal, quem procura relacionamento sério procura tanto, mas tanto, que quando acha faz de tudo pra não perder… Eu sei, eu sei, salvo os canalhas, cachorros e cafajestes que a gente conhece.

O mais engraçado disso tudo é que como o universo dos héteros é repleto de tabus, o que a gente no Chat Uol escreve como “sexo, dar, comer, foder e trepar”, eles escrevem “novas aventuras, relacionamento casual, diversão… procuro homem ativo para os dois…” OPS, nesse último é igual a gentchy mesmo…

p.s.: Gritei com o tom de mistério em algumas frases, tipo: “Aquele que me pega com vontade e dá um trato na… (reticências)” hahahaha, dá muita vontade de clicar, num dá?!